itim

separação e exoneração de um membro do casal e IRS

5 publicações neste tópico

Bom dia,

Tenho um empréstimo à habitação com o meu ex-companheiro e desde há mais de um ano para cá que sou eu e a nossa filha que a habitamos. Sinto necessidade de resolver todas as situações que já não correspondem à cohabitação e, nesse sentido, supondo que ambos concordamos que a casa fique comigo:

- devo proceder primeiro à alteração na conservatória ou no banco?

- no banco apresentaram-me como solução o pedido da exoneração dele. Existe alguma alternativa a esta em que valha a pena pensar?

- por acaso sabem os custos aproximados na conservatória?

Entretanto, queria deixar de fazer o IRS em conjunto com ele (que poderá surgir antes da resolução desta situação no banco e na conservatória):

- é possível fazê-lo? Ele continua com a nossa morada fiscal, terá alguma implicação para ele ou para mim apresentar IRS separados? Ele pode apresentar outra morada fiscal e continuar a deduzir a parte dele do empréstimo à habitação?

Muito obrigada,

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se não são casados, podem sempre todos os anos optar por fazer o IRS em separado ou em conjunto, sem qualquer problema (mesmo que continuassem a viver juntos tinham essa opção).

Quanto à casa eu tratava primeiro das coisas no banco. Mesmo que haja uma transmissão de propriedade a registar na conservatória, como a casa tem a penhora em cima o banco provavelmente vai ser chamado a intervir...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

obrigada.

Só falta a última questão: Ele pode apresentar outra morada fiscal e continuar a deduzir a parte dele do empréstimo à habitação?

(Queria evitar, o mais possível, prejuízos para ambas as partes)

Obrigada mais uma vez

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só falta a última questão: Ele pode apresentar outra morada fiscal e continuar a deduzir a parte dele do empréstimo à habitação?

O empréstimo habitação só é dedutível se for para habitação própria e permanente (o fisco considera que a HPP é a morada fiscal).

Portanto não.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor