Visitante Poupados

Poupar ou arrendar?

47 publicações neste tópico

Boa tarde,

Gostaria de ter a vossa opinião para a minha actual situação:

Eu e a minha namorada temos cerca de 100k de poupança (no liquidez), e estamos a pensar casar no próximo ano ou no seguinte.

E como qualquer casal gostariamos de ter a nossa casa.

Uma das nossas dúvidas é a seguinte: Será melhor utilizarmos as poupanças para a construção da nossa casa ou será melhor recorrer aõ crédito e investir as poupanças!!!?

Agradeço a vossa opinião, porque para nós jovens está a ser bastante dificil viver o dia-a-dia neste país, e todos os dias vimos cortes e cortes, direitos a serem retirados, que ficamos como baratas tontas.

Cumprimentos para todos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

Gostaria de ter a vossa opinião para a minha actual situação:

Eu e a minha namorada temos cerca de 100k de poupança (no liquidez), e estamos a pensar casar no próximo ano ou no seguinte.

E como qualquer casal gostariamos de ter a nossa casa.

Uma das nossas dúvidas é a seguinte: Será melhor utilizarmos as poupanças para a construção da nossa casa ou será melhor recorrer aõ crédito e investir as poupanças!!!?

Agradeço a vossa opinião, porque para nós jovens está a ser bastante dificil viver o dia-a-dia neste país, e todos os dias vimos cortes e cortes, direitos a serem retirados, que ficamos como baratas tontas.

Cumprimentos para todos.

Vou criar polêmica haha, mas respondo curto e grosso, esquece a compra e esquece o crédito :) aluguem.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Fiquem com os 100k a render para todo o sempre e arrendem.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vou criar polêmica haha, mas respondo curto e grosso, esquece a compra e esquece o crédito :) aluguem.

Completamente de acordo! Invistam os 100k e arrendem a casa. Hoje estão aqui mas não sabem se amanhã estarão.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vou criar polêmica haha, mas respondo curto e grosso, esquece a compra e esquece o crédito :)aluguem.

Até pode ser a solução mais viável, no caso da estabilidade do emprego não permitir criar "raízes" numa determinada localidade...

Agora, se não houver esse problema, não vão na cantiga da "casa dos sonhos", pois a oferta é maior que a procura e as casas são como os carros, também precisam de manutenção ao fim de algum tempo...

Se pretenderem desenvolver o tema, e analisar algumas sugestões, criem um tópico para o efeito!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

Gostaria de ter a vossa opinião para a minha actual situação:

Eu e a minha namorada temos cerca de 100k de poupança (no liquidez), e estamos a pensar casar no próximo ano ou no seguinte.

E como qualquer casal gostariamos de ter a nossa casa.

Uma das nossas dúvidas é a seguinte: Será melhor utilizarmos as poupanças para a construção da nossa casa ou será melhor recorrer aõ crédito e investir as poupanças!!!?

Agradeço a vossa opinião, porque para nós jovens está a ser bastante dificil viver o dia-a-dia neste país, e todos os dias vimos cortes e cortes, direitos a serem retirados, que ficamos como baratas tontas.

Cumprimentos para todos.

Na minha opinião (vale o que vale), deve investir o seu dinheiro, mas de forma diversificada. Como? Existem alguns tópicos criados, a partir dos quais já poderá tomar algumas decisões mais acertadas.

Não compre, nem construa, alugue, sobretudo se ainda não tem uma vida profissional estável.

P.S.: Situação profissional estável = pertencer aos quadros da instituição onde trabalha.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Completamente de acordo! Invistam os 100k e arrendem a casa. Hoje estão aqui mas não sabem se amanhã estarão.

Completamente de acordo com o aluguer , a construção acabou para uma larga dezena de anos ou para sempre neste país...Toda a gente gastava o que tinha e o que não tinha para casas e carros.

A)O arrendamento lá fora foi sempre muito forte e dinamizador das economias , sem criar bolhas em países bem geridos, aqui é só abrir o telejornal que todos os dias são não sei quantas novas casas entregues aos bancos .

B)O Imobiliário vai sofrer ajustes no arrendamento , novas leis , despejos , menos burocracias...

E como o Incumprimento está a aumentar e muitos não pagam as rendas estão já a ser pedidos a "cabeça" aí uns 3 a 6 meses adiantados e mais fiadores e uma trapalhada de papeis . Senão mais vale ter a casa limpa e porta fechada.

C)Isto está muito agitado , mas deve vir um dia a serenidade , esperamos... ;)

Boa Noite

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vou criar polêmica haha, mas respondo curto e grosso, esquece a compra e esquece o crédito :) aluguem.

O David falhou! Onde está a polémica?!?

(-:

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O David falhou! Onde está a polémica?!?

(-:

Haha, pois, é que já houve em tempos perguntas iguais e as opiniões dividiram-se muito, talvez hoje em dia já exista uma maior consciencialização para o arrendamento, e não para a descapitalização ou recursos a crédito para compra de casa.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Haha, pois, é que já houve em tempos perguntas iguais e as opiniões dividiram-se muito, talvez hoje em dia já exista uma maior consciencialização para o arrendamento, e não para a descapitalização ou recursos a crédito para compra de casa.

Eu não concordo com essa ideia da descapitalização!

Não sabemos qual é a poupança deles anual.

Não sabemos se existe uma excelente oportunidade de negócio.

Não sabemos se tem "emprego fixo".

Não sabemos o local e consequentemente, o potencial de valorização, sim ainda existem zonas em portugal com potencial de valorização.

Não sabemos quanto irão pagar por uma casa alugada, partindo do principio que as condições são as mesmas, exemplo: querem um T3, o que compensa? Alugar ou pedir algum crédito e ficar com uma mensalidade baixa?

Acabei por desvirtuar o tópico do ES Liquidez, mas como estamos a falar de liquidez até faz "algum" sentido!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Haha, pois, é que já houve em tempos perguntas iguais e as opiniões dividiram-se muito, talvez hoje em dia já exista uma maior consciencialização para o arrendamento, e não para a descapitalização ou recursos a crédito para compra de casa.

Hoje já há maior "consciencialização" para o arrendamento... porque o banco não empresta como fazia antes (sobrevalorização para comprar móveis, carro, ir de viagem não sei onde,...) e só por isso.  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Arrendar ou comprar casa depende de inúmeras variáveis.

Apenas um Exemplo : Se a pessoa pretende imigrar dentro de 2 anos o arrendar será a melhor solução.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Amigos meus que achavam que tinham empregos fixos viram-se obrigados a vender a casa que tinham comprado à dois anos, tendo perdido no negócio 40000€, tinha dado para uma renda de uma brutal casa e ainda sobrava e nem estou a contar com melhoramentos, condomínio e outras despesas de manutenção que eventualmente tiveram.

Acho que nos dias de hoje construir e assentar definitivamente é coisa para depois dos 40, e mesmo assim...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Para dar um remate neste assunto, deixo uma newsletter do ActivoBank sobre este tema que recebi hoje mesmo. Eles até têm um esquema de incentivo ao aluguer através de utilizar uma aplicação financeira como garantia em vez de pagar uma caução ao senhorio.

https://www.dropbox.com/s/waa1oac5vkwpobc/Lar%20doce%20lar.docx

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

Agradeço a todos a opinião. Quanto ao emprego, "atualmente acho que ninguém está seguro", mas sim pertenço aos quadros quanto á minha namorada está desempregada (aproveita para tirar licenciatura).

Já pensamos por exemplo em arrendar e aproveitar o apoio porta65, mas não sei se dará...

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

Agradeço a todos a opinião. Quanto ao emprego, "atualmente acho que ninguém está seguro", mas sim pertenço aos quadros quanto á minha namorada está desempregada (aproveita para tirar licenciatura).

1. Já pensamos por exemplo em arrendar e aproveitar o apoio porta65, mas não sei se dará...

Cumprimentos

Sem mais dados, parece-me uma boa opção... Paga renda e livra-se de outro tipo de despesas associadas aos proprietários. Com esse capital de lado pode continuar a investir e aumentar o seu "pé de meia"...

1. Se não se candidatar (creio que os critérios são rigorosos mas se está na idade para se candidatar, porque não?) é que nunca saberá...

Se bem que com 100000€ de poupanças não os torna candidatos automáticos a esse apoio!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas tenham os olhos abertos existem ai oportunidades de negócio com casas a preços muito baixos. Eu no vosso lugar não descartaria essa possibilidade.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Com 100k a candidatar a apoios sociais de arrendamento...acho mal atribuirem. My 2 cents.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Digam o que disserem hoje só compra imobiliário numa lógica de habitação própria quem não souber fazer contas e então tendo capital para rentabilizar essa opção ainda e mais clara.

A volatilidade é tão grande ao nível das políticas publicas, da certeza do emprego mesmo quem seja quadro efectivo, dos diversos custos expectáveis de vida que fazer projecções para o futuro é uma autentica lotaria!!

Vivemos numa época em que salvo rarissimas excepções existe valorização do imóvel, se a isto adicionarmos custos de impostos, seguros, condomínio caso prop horizontal, custos de manutenção......até a o mais velhinho conseguia fazer as contas!!

Fiquem com o seguinte conceito, um imóvel ao fim de 30 anos o que tem de valor é o betão armado basicamente tudo o resto esta ultrapassado do ponto de vista estético e técnico-funcional!! Por isso  vejam bem qual o valor do imóvel!

Quando me vêem coma conversa de que existem pechinchas, eu digo onde estão elas? De certeza que não são as que chegam ao publico geral já com as mediadoras imob metidas ao barulho!! Se me disserem que tem um contacto num banco que da informação e se possa chegar ao contacto directo com o proprietário em dificuldades!!!

Ainda a semana passada fui ver um apartamento numa lógica de investimento:

T4 centro de Braga com boa localização sem garagem

Preço pedido 109000€ na remax uma outra imobiliária anda a pedir 150k!!

Fiz as minhas continhas considerando 10/11 rendas a 400€ 1 a 2 para absorver custo de imi, condomínio, seguro.

Dava um retorno liquido de 3,6%!!! E no custo inicial de investimento não estou a considerar cerca de 10000€ para uma operação de cosmética para o tornar apelativo!! Dado o mesmo ter cerca de 15/20 anos! E não esquecer as boladas que estes imóveis sofrem dado o avançar da idade com despesas de obras comuns a suportar!!

Depois temos de considerar que não é o cidadão português comum que hoje em dia tem capacidade para suportar uma renda de 400€!!

Investimento em imóveis para mim só com retorno líquidos acima dos 8%! Senão investimentos financeiros diversificados com diferentes graus de risco mas com maior liquidez do que imobiliário!

Voltando a óptica de habitação própria:

Depois temos os velhos do restelo que dizem aahhhh mas ao mercado do arrendamento só vai parar o refugo!! Efectivamente era assim mas com a quantidade de imóveis no mercado para vender, estes passarão para o mercado do arrendamento e cada vez surgira uma melhor e mais diversificada oferta!

Eu cá não compro!! Somente a minha opinião!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

por essa ordem de ideias quem tem imóvel perde dinheiro, isso quer dizer por outras palavres que as rendas estão muitos baixas (mesmo as dos novos contratos).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas,

Eu acho que esta questão está muito dependente da poupança que a pessoa tem e do valor da cassa que pretende comprar.

Uma pessoa que tenha uma poupança superior á média (e acho que 100 000€ já se enquadra nisso) e consiga comprar uma casa sem perder a liquidez completa, nem pedir um emprestimo muito avultado, pode ser a melhor decisão.

Por exemplo, encontrar um bom negócio a 150 000€, dar 50 000€ de entrada e pedir 100 000€ emprestados permite-lhe ter o melhor de dois mundos: alguma liquidez para poder investir e aproveitar o excelente momento do mercado imobiliário para comprar. Se fosse arrendar a mesma casa, provavelmente ficaria a pagar mais por mês e não ficava com nada...

Assim fica com algumas poupanças e um imóvel "bem" comprado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O mal das pessoas é estarem agarrados ao sentimento de posse do objeto, neste caso a casa, e quando(no pior dos cenários) se vêm forçados a vende-la, a história passa de uma escolha aparentemente racional e bem refletida a uma grande perca de capital que nunca mais recupera.

Agora é claro, se uma casa que teoricamente hoje vale 150k e a conseguir comprar por 50k, é de comprar, mas esse tipo de negócios só chega a uma minoria de pessoas.

O que falta desenvolver em Portugal é um mercado de arrendamento em condições pois por norma os senhorios pensam que podem pedir balúrdios por uma casa podre, o que tem vindo a mudar com a consciência que estes senhores vão tendo de que mais vale um pássaro na mão que dois a voar.

Os bancos de mim só levam as comissões, não contem comigo para empréstimos particulares.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas,

Eu acho que esta questão está muito dependente da poupança que a pessoa tem e do valor da cassa que pretende comprar.

Uma pessoa que tenha uma poupança superior á média (e acho que 100 000€ já se enquadra nisso) e consiga comprar uma casa sem perder a liquidez completa, nem pedir um emprestimo muito avultado, pode ser a melhor decisão.

1. Por exemplo, encontrar um bom negócio a 150 000€, dar 50 000€ de entrada e pedir 100 000€ emprestados permite-lhe ter o melhor de dois mundos: alguma liquidez para poder investir e aproveitar o excelente momento do mercado imobiliário para comprar. Se fosse arrendar a mesma casa, provavelmente ficaria a pagar mais por mês e não ficava com nada...

Assim fica com algumas poupanças e um imóvel "bem" comprado.

1. Não deverá ser um bom negócio assim como diz... até porque se se limitar a arrendar poupa no IMI, poupa nos seguros (de vida, de recheio,...), poupa no condomínio (se o houver), poupa na manutenção (com o tempo uma casa precisa sempre de alguma obra, por maior ou menor que ela seja)... Portanto, se colocar de lado este capital que não precisa de gastar por ter se ter limitado a arrendar passa de uma eventual divida para aquisição de casa para uma poupança para o futuro (hoje há reformas... amanhã, não se sabe nem o quando e se...) a adicionar à já boa poupança que possui!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Com 100k a candidatar a apoios sociais de arrendamento...acho mal atribuirem. My 2 cents.

Deve ser feita uma análise para verificar se a situação deles merece o tal apoio. Existem casos bem piores...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Deve ser feita uma análise para verificar se a situação deles merece o tal apoio. Existem casos bem piores...

É um dos factores porque chegámos a esta situação. Apoios e subsídios a tudo e a toda a gente, independentemente da sua situação patrimonial e financeira. Espero que, no caso deste benefício, haja esse controlo. E, sabendo como estamos, não nos cansamos de tentar espremer a "teta". Só temos o que merecemos...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead