Discovery

Ajuda Permuta e Crédito Habitação

3 publicações neste tópico

Muito boa tarde

Estou no processo de tentar fazer uma permuta de um apartamento que possúo por uma moradia. O Construtor aceita a permuta e tem protocolo de financiamento com a caixa geral de depósitos que é quem irá fianciar a operação. A moradia custa 200000 euros e ele dá 100000 pelo apartamento. Como eu ainda devo ao banco que financiou o apartamento 25000 euros o financiamento terá que ser de 125000 euros.

Em termos de LTV não há qualquer problema pois será de perto de 60% e com o protocolo até financiam até 100%.

De qualquer forma hoje fui ao balcão da Caixa para entregar os documentos e dar inicio ao processo e quando tudo parecia resolvido lembrei a gerente da agência que estava a tratar do processo que se tratava de uma permuta e que o dinheiro teria que ser no dia da escritura 2 cheques: um de 100000 para o construtor e um de 25000 para o Deutsche Bank para pagar a Hipoteca que ainda existe sobre o apartamento. Aqui a situação complicou-se. De acordo com a gerente não podem fazer o financiamento desta forma pois apenas podem emprestar o dinheiro para pagar directamente a moradia e não para pagar o que falta do meu crédito habitação anterior. Tentei argumentar que na escritura poderia constar que a casa era paga com o apartamento mais 100000 euros e que do financiamento da caixa 100000 euros se destinavam a pagar ao construtor e 25000 a pagar o crédito, que na minha visão todo o dinheiro seria todo usado para o pagamento da casa mas eles (agência CGD) não entendem assim... A solução apresentada foi fazer um crédito habitação de 100000 para pagar ao construtor e um multiopções para pagar os 25000 ao banco.

A solução apresentada não me interessa minimamente e apenas avançarei podendo englobar todo o financiamento no crédito habitação. Perante isso resolveram colocar por escrito a situação aos advogados do banco e o processo fica em stand by até ter uma resposta...

Por outro lado o construtor (que como é  normal não quer perder o negócio) apresentou-me outra solução caso a resposta da CGD seja negativa: pedir o financiamento de 125000 como se fosse para lhe pagar a ele todo esse dinheiro, ele aceitar o apartamento com o ónus (25000 euros de crédito) e no acto da escritura perante o representante do deustche bank ele liquidar os 25000 e ficar com o imovel livre de encargos...

Perante tudo isto gostaria de perguntar se alguém tem experiência de uma situação deste género ou se sabe se alguma das hipoteses apresentadas é viável pois neste momento estou com muitas duvidas...

Muito obrigado desde já a quem puder ajudar-me a entender melhor esta situação

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tem a hipótese de

o vendedor avalia a sua casa por 75.000

pede 125.000 ao banco para pagar a casa nova

e o vendedor entrega-lhe um "cheque" de 25.000

com o "cheque" liquida o crédito antigo

(não sei é coerente este raciocinio em termos de "cash flow", ou se é o inverso  ??? )

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se o construtor entrega o cheque no momento da escritura nem precisa de aceitar o imóvel com o ónus do empréstimo - certamente o DB não quer saber de onde vem o dinheiro, só que o empréstimo é amortizado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead