Pipocas

A minha Gravidez e os seus "encargos"

72 publicações neste tópico

É um facto, estou grávida de 30 semanas.

Obrigada a todos os membros que me deram os Parabéns aos quais já agradeci através de PM.

- Teste Predictor: 10,5eur (comprado numa Parafarmácia a 14.11.08 - às 5 semanas)

- Collants e cuecas de grávida:22,80eur (comprado na H&M - a 19.11.08 - às 5 semanas)

- Vestido: 29,90eur (comprado na Zara - a 19.11.08 - às 5 semanas)

- Consulta Urgência Cuf Descobertas: 34eur (só paguei isto porque tenho o Seguro da Multicare - 28.11.08 - às 7 semanas)

- Clamoxyl: 5,66eur (antibiótico para infecção urinária - 28.11.08 - às 7 semanas)

- Gino-Trosyd: 4,82eur (antibiótico para infecção ginecológica - 28.11.08 - às 7 semanas)

- Top fitness: 4,90eur (comprado na Sport Zone - 05.12.08 - às 8 semanas)

- Consulta Obstétrica: 80eur ( Paguei-a na totalidade mas vou ser reembolsada 80% pela Multicare porque o médico não tinha acordo com este Seguro - 22.12.08 - às 10 semanas - Reembolsada em 12.01.09)

- Dalacin: 8,11eur (creme para infecção ginecológica - 22.12.08 - às 10 semanas)

- Pijama grávida: 14,99eur (Women Secrets - 06.01.09 - às 12 semanas)

- Vestido e blusas: 35,70eur (Zara - 08.01.09 - às 12 semanas)

- Soutiã e Collants de grávida: 22,80eur (H&M - 08.01.09 - às 12 semanas)

- Consulta Obstétrica: 11,5eur (Esta é a minha comparticipação nas consultas porque tenho o Seguro de Saúde da Multicare - Hospital CUF Descobertas - 20.01.09 às 14 semanas)

- Soutiã e cuecas de grávida: 40,70eur (H&M - 25.01.09 - às 15 semanas)

- Clavamox: 5,49eur(antibiótico para infecção urinária - 27.01.09 - às 15 semanas)

- Consulta Obstétrica: 70eur ( Paguei-a na totalidade mas vou ser reembolsada 80% pela Multicare porque o médico não tinha acordo com este Seguro - 02.02.09 - às 16 semanas - Reembolsada em ...)

- Amniocentese: 33eur (A minha comparticipação foi cerca de 10% do valor total da amniocentese. A Multicare pagou o restante - Clinica Maternus - 03.02.09 - às 16 semanas)*

Para além destes custos, há a acrescer o custo com empregada que contratei a partir das 9 semanas para me ajudar nos serviços domésticos mais pesados.

Ainda outro custo: vou mais vezes à depilação.

Até agora não paguei análises clinicas porque fui ao médico de familia e ele passou-me um papel em como estou isenta do pagamento de taxas moderadoras e de análises pelo SNS. ( em 20.11.08 - às 5 semanas).

*"Penei" 13 dias pelo resultado deste exame. Felizmente correu tudo bem. Ah, e vou ter um menino. ;D 

Actualizarei este Assunto logo que me seja possível, não poderei ser tão assídua como gostaria pelo facto de me encontrar de repouso absoluto desde as 21 semanas. Felizmente está tudo bem com o "pequenino".  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pipocas, que organização!

Hoje, há que pensar muito para se ter um bebé, não só pelas despesas, mas também. E ainda não nasceu, e em 14 semanas os "encargos" já são à volta de 200 €!

Como já tenho uma filha grande estou desfasada dos preços de tudo. Também andei com roupa normal até ao 5º mês e hoje fazem-se mais exames que na altura, e ainda bem.

Parabéns mais uma vez. Este tópico poderá ser muito interessante para quem está a pensar em ter herdeiros fazer as suas continhas (espero que não se assustem e desistam).

Apesar dos "encargos" a vinda de um filhote compensa todos os males :D :D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

(...) E ainda não nasceu, e em 14 semanas os "encargos" já são à volta de 200 €!(...)

Sem contar com a despesa da empregada a dias, que nunca precisei, mas agora como não posso fazer tudo lá teve de ser.

(...)Apesar dos "encargos" a vinda de um filhote compensa todos os males :D :D

Sem sombra de dúvidas, e este foi muito desejado e planeado. :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá Pipocas!

Desejo-te as maiores felicidades.

Essas despesas ainda não são nada. Mas tudo se consegue ultrapassar, afinal, por um filho, o que é que não se consegue fazer?

O meu filho já tem três anos, só há cerca de oito meses é que ele largou as fraldas, parece que não, é um grande alívio financeiro.

Dou-te um grande conselho, se puderes amamentar, fá-lo. Eu amamentei até aos dezoito meses, terminei quando achei que chegou a hora, e não por vontade do médico. O desmame correu bem, foi recíproco. Além de todos os benefícios de saúde, é dinheiro que se poupa, mas, o mais importante é o vínculo afectivo que se reforça bastante.

Muitos parabéns.

Girassol

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pipocas,

Muitos Parabéns!!!

Fátima

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E penso que tens direito aos cheques-dentista!  :) Não sei bem como funcionam... será que se pode manter o nosso dentista ou estes cheques só podem ser usados em dentistas pré-definidos?

E já verificaste se tens direito ao subsidio pré-natal (leia-se abono de familia pré-natal)? Podes fazer simulação no site da Segurança Social.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os meus Sinceros Parabéns Pipocas :-) desejo que tudo te corra bem, sempre com saúde e muita paciência. De facto nos dias de hoje, torna-se uma grande dúvida para mim ter ou não filhos. Adoraria ter filhos mas me ponho a pensar que futuro terá o meu filho num país que caminha para a falência? que formação terá meu filho num país em que os professores de agora só querem saber do seu umbigo e o governo passa toda a gente para ficar bem nas estatísticas?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

..... que formação terá meu filho num país em que os professores de agora só querem saber do seu umbigo....

Não posso deixar de comentar. Pertenço a uma família com muitos professores e vejo o seu trabalho com muito respeito. A sua afirmação ofendê-los-ia!

"Só querem saber do seu umbigo". Haverá, como em todas as profissões, pessoas assim, mas generalizar é muito redutor!!  E o que são professores de agora? São os recém-licenciados ou são todos? É que a maioria de agora já foram professores de ontem (e nessa altura eram bons e deixaram de o ser?)

Percebo a preocupação em ter um filho numa sociedade como a nossa, também por causa da Educação, mas não só!

Aliás, apesar da importância da Educação que certamente todos reconhecemos, está provado que se aprende mais fora da escola que na escola (e não é só em Portugal), logo, é aos Pais  a quem compete uma grande fatia de responsabilidade na formação dos seus filhos.

Pipocas, peço desculpa. O comentário de Semila era para ti. Faz de conta que não leste isto ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E eu pergunto que educação podemos dar aos "nossos" filhos (eu não tenho) quando os pais saem de casa ás 7h da manhã e chegam ás 21/22h e só estão com os filhos, quando conseguem estar, 1h/2h por dia?...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E eu pergunto que educação podemos dar aos "nossos" filhos (eu não tenho) quando os pais saem de casa ás 7h da manhã e chegam ás 21/22h e só estão com os filhos, quando conseguem estar, 1h/2h por dia?...

São opções muito difíceis. A falta de tempo é um factor a pensar quando se quer ter rebentos. O Estado ainda apoia pouco a maternidade/paternidade. No entanto, nem sempre muito tempo significa  qualidade e deixar as crianças 8 a 10 horas em infantários, amas ou ATLs não é saudável para estas, é transmitir para os educadores a responsabilidade total pela educação dos nossos filhos (eu tenho).

Ai como era bom quando os avós e outros familiares viviam perto de nós e nos podiam dar uma ajuda :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
quando os pais saem de casa ás 7h da manhã e chegam ás 21/22h e só estão com os filhos, quando conseguem estar, 1h/2h por dia?...

estas 21/22h sao mesmo o principal problema dos empregos hoje em dia :/ quero ver quanto tempo a malta leva para se mentalizar da qualidade de vida que perde por sair/chegar a casa a estas horas.

Quando digo"malta" refiro-me à sociedade mesmo.  ::)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E penso que tens direito aos cheques-dentista!  :) Não sei bem como funcionam... será que se pode manter o nosso dentista ou estes cheques só podem ser usados em dentistas pré-definidos?

E já verificaste se tens direito ao subsidio pré-natal (leia-se abono de familia pré-natal)? Podes fazer simulação no site da Segurança Social.

Susana  :)

Quando era mais nova ía ao dentista do SNS. Fazia limpezas aos dentes que demoravam 10 minutos, era tudo a despachar.

Agora como tenho o Seguro de Saúde da Multicare que cobre estomatologia, não vou "aderir" ao cheque-dentista.

Quanto ao abono pré-Natal, ainda não o pedi porque tenho a ideia que o nosso escalão de rendimentos, vai ultrapassar o valor para ter direito a este subsidio, secalhar estou errada. Tenho de averiguar.

Já fui fazer a simulação no sitio da Seg. Social, à partida parece que tenho direito a qualquer coisinha, vou ver.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

só um pequeno comentário nem toda a gente tem esses horários, isso é mais comum nas grandes cidades como lisboa e porto, no resto do pais há muita gente que ainda tem tempo para estar com os filhos  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

No meu caso concreto: o meu marido sai de casa às 7.45h da manhã e chega,normalmente, às 19.15h da noite, de Segunda a Sexta. Eu estou em casa o dia todo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

só um pequeno comentário nem toda a gente tem esses horários, isso é mais comum nas grandes cidades como lisboa e porto, no resto do pais há muita gente que ainda tem tempo para estar com os filhos  ;)

Ora nem mais ;) Defendo, quando possível, "fugir" dos grandes centros urbanos. Aliás foi o que fiz. Vivi no Porto e apesar de gostar muito, não consegui conciliar a minha vida privada com a profissional. Mudei-me para uma cidade que me permitisse ter acesso a coisas básicas, como escolas, hospitais...... onde tudo é mais fácil, inclusive educar os nossos filhos.

Concordo com o comentário do D@vid, as mudanças, como trabalhar até muito tarde e muitas horas, vão deixar danos nas nossas vidas, assim como a mobilidade, etc....

Como já disse anteriormente a vida é cheia de opções!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

...Não posso deixar de comentar. Pertenço a uma família com muitos professores e vejo o seu trabalho com muito respeito. A sua afirmação ofendê-los-ia!...

Caro m.elis não era minha intenção ofender ninguém. Já agora uma perguntinha: já que pertence "...a uma família com muitos professores", as greves que têm sido feitas ultimamente pelos professores, porque não a fazem nas férias? quando não há aulas? por acaso tiveram respeito pelos alunos e pelos pais a quando da marcação das datas para a greve?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

felizmente sou daquelas que não faz horas extra... prefiro levar para casa o que puder e fazer lá... saio de casa às 8.30 tou no trabalho as 9 ( apanho comboio o carro fica em casa) e depois saio às 6 e as 6.30 já tou em casa. Perde-se muito tempo é nas deslocações de carro especialmente quando se trabalha em grandes centros urbanos .... (IC 19 é para esquecer, 2º circular idem)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

estas 21/22h sao mesmo o principal problema dos empregos hoje em dia :/ quero ver quanto tempo a malta leva para se mentalizar da qualidade de vida que perde por sair/chegar a casa a estas horas.

Quando digo"malta" refiro-me à sociedade mesmo.  :)

É por isso também q tal como refere aqui outro colega do fórum, considero muito válida a opção por migrar para outras localidades do País, longe dos centros urbanos.

Estou no alentejo e estou agora a 5 min. do local de trabalho, até venho a pé!

Pessoalmente, sei q n me abono muito dizê-lo, mas estou mais inclinado p/ ter filhos só lá para os 40 (tenho 26...), quando tiver estabilidade material, profissional e afectiva bastantes para isso! E também noto como as pessoas aqui da terra têm, regra geral, tempo para, pelo menos, ir buscar e levar os filhos à escola, permitindo-lhes assim que praticamente todo o tempo livre por parte delas, sejam passado com eles...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

só uma nota.... ter filhos aos 40 já envolve riscos de saude para a mulher... a minha meta é 35/36 anos.

Tenho 32 e o meu relogio biologico nesse aspecto continua nos 20 lol

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

luana,

Deves ter lido mal acerca do tempo para ter filhos.

Essa idade que falas é o limite para as mulheres que já tiveram um filho.

Com 36 sem nenhum filho é tambem muito perigoso (doenças geneticas).

32 já um bocado tarde para o primeiro. depois acontecem doenças geneticas e as pessoas ficam adimiradas.

Nem ha 200 anos as pessoas viviam ate aos 40...

http://en.wikipedia.org/wiki/Life_expectancy#Variation_over_time

para referencia:

aos 25 anos as probabilidades de ter um filho com sindroma de down sao de : 1 em 1250

aos 30: 1 em 1000

aos 35: 1 em 400

aos 40: 1 em 100

aos 45: 1 em 30

http://en.wikipedia.org/wiki/Fertility#Female_fertility_after_30

Nelson

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Caro m.elis não era minha intenção ofender ninguém. Já agora uma perguntinha: já que pertence "...a uma família com muitos professores", as greves que têm sido feitas ultimamente pelos professores, porque não a fazem nas férias? quando não há aulas? por acaso tiveram respeito pelos alunos e pelos pais a quando da marcação das datas para a greve?

Caro(a) Semila. Não sou especializada nas formas de luta deles, mas não é difícil responder. Tal e qual como noutras profissões (médicos, enfermeiros, pessoal dos transportes, etc.) não fazem greve nas férias porque não afectam ninguém, logo, fazer ou não fazer seria a mesma coisa!

E como este é um site de finanças não devo continuar este "bate-papo". Fico-me por aqui.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia a todos! Antes de mais permitam-me felicitar este Forum, e claro está, a quem nele participa :)

Queria só deixar a minha opinião relativamente a este tópico, pois penso que por vezes os pais pensam que terem grandes empregos, e por concomitância altos ordenados, lhes permite dar tudo aos filhos...até, compensá-los pelas "ausências" sucessivas...depois, vê-se pais muito preocupados em comprar muitos presentes e cada vez melhores, para que socialmente e perante os miúdos, pareça que são pais muito preocupados e presentes...o pior, é que grandes pais não são aqueles que dão muitos presentes, mas sim aqueles que sabemos que estão sempre connosco :)

Fica apenas uma opinião minha...:)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

desconhecia de facto essas estatisticas para a trissomia 21.

Nunca senti aquele desejo/necessidade de ser mãe... encaro a maternidade como algo natural. que se tiver que acontecer vai acontecer quer estejamos preparados ou não para isso.

Na verdade acho que nunca ninguem vai estar verdadeiramente preparado para a chegada de um filho. LOL

Falo em ter aos 35 porque finalmente arranjei a minha casinha (obras) e vou poder mudar me para lá com meu namorado. Mas acho fundamental estarmos os dois pelo menos 1 ou 2 aninhos sozinhos para como se costuma dizer acertar agulhas.

Namorar é uma coisa viver com uma pessoa dia após dia com uma pessoa.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Depois de termos decidido ter filhos, tinha eu 34 anos, levei 2 anos a engravidar.

Podia levar mais, podia levar menos, podia até nem conseguir. Cada vez vejo mais casais inférteis.

Por um lado decidimos que só queremos engravidar a partir de certa idade, quando essa idade chega, por vezes, não se consegue engravidar logo. Depois parece "uma corrida contra o tempo". :-\

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead