DrPoe

Desvalorização da moeda

19 publicações neste tópico

Imagino que seja uma questão básica mas mesmo assim tenho dúvidas.

Se por acaso voltássemos ao escudo e houvesse uma desvalorização da moeda de, sei lá... 55% e eu tivesse 1.000€ num depósito, com quantos escudos ficaria?

Desde já o meu obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tudo depende do valor que fosse dado ao escudo. Quando o escudo passou para o euro, 1 euro = 200,482 escudos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este assunto é de estrema importância  mas é claro e segundo a maioria dos especialistas no fim dum ano estaria seguramente a desvalorizar 70% com probabilidade de continuar. De facto um cenário aterrador................... e eu apesar de estar aterrorizado com o filme agora até acredito que isso venha a acontecer para podermos eventualmente recuperar-mos, é uma questão de tempo .................. uma aterragem suave e lenta................ e o resultado na pratica é ordenados mais de miséria , uns 200 euros de ordenado mínimo ou melhor 40 contos, alguns electrodomesticos , gasolina,  carros,medicamentos e outros bens importados só para ricos............................. bem um filme que eu não quero assistir.......................    mas há alguém que vai ganhar e muito com isso , os imigrantes com pouco dinheiro a enviar para cá ficam quase ricos em pouco tempo ,os turistas afluem  cá aos milhões a passar férias por umas cascas de alhos e os carros a circular passam a ter muito valor por serem tão antigos e velhos.........................................

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já acreditei mais no regresso ao escudo, principalmente no ano passado, mas penso já estarmos longe dessa possibilidade  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Deus queira que venha a ter razão , mas eu já não acredito em milagres.............................

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em relação à saída do euro creio que esse cenário ainda possa estar longe mas já não diria o mesmo a um segundo pedido de ajuda.

O Ex Ministro Ferreira do Amaral é um defensor da saída e até hoje todas as opiniões que conheço desses comentadores da comunicação social dizem que apesar de ser um cenário de consequências imprevisíveis é um assunto a pensar. Ou seja ninguém descarta essa possibilidade.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bem só temos a fazer uma coisa ...........abrir conta num país relativamente seguro e que continue no euro por exemplo Luxemburgo enviar as poupanças para lá e depois fazer como o imigrante enviar para cá algum aos poucos e ficar quase rico depois de 2,3 ou 4 anos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

claro está se o governo não se lembrar de pôr uma taxa de 50% ou mais para os tipos que não residem no pais do envio do dinheiro

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Cá em Portugal há bancos em que dá para abrir a conta em USD...também seria uma hipótese

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Essa opção não é muito de fiar. As contas podem estar em USD, mas estão fisicamente cá. Pode haver alguma proteção, mas é muito pouca tendo em conta que começamos a jogar com câmbios.

A alternativa de por dinheiro no Luxemburgo é bem mais segura e não é nada complicada. A minha família tem lá 25k para o que der e vier. Conta aberta sem ter de lá por os pés.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não é assim tão linear. As poupanças em escudos poderiam passar a valer menos 55% face ao euro mas o seu poder aquisitivo não cairia em 55% para os bens e serviços produzidos em Portugal. Os portugueses tenderiam a consumir mais o que é nacional, as importações tenderiam a cair e as exportações a aumentar. A ideia de que baixar salários tem o mesmo efeito do que desvalorizar a moeda é totalmente falsa, ao ponto de ter efeitos de sinal contrário sobre a economia.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Essa opção não é muito de fiar. As contas podem estar em USD, mas estão fisicamente cá. Pode haver alguma proteção, mas é muito pouca tendo em conta que começamos a jogar com câmbios.

A alternativa de por dinheiro no Luxemburgo é bem mais segura e não é nada complicada. A minha família tem lá 25k para o que der e vier. Conta aberta sem ter de lá por os pés.

Também estou a pensar fazer isso!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Essa opção não é muito de fiar. As contas podem estar em USD, mas estão fisicamente cá. Pode haver alguma proteção, mas é muito pouca tendo em conta que começamos a jogar com câmbios.

A alternativa de por dinheiro no Luxemburgo é bem mais segura e não é nada complicada. A minha família tem lá 25k para o que der e vier. Conta aberta sem ter de lá por os pés.

Essas contas no Luxemburgo não têm elevadas comissões de manutenção?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não é assim tão linear. As poupanças em escudos poderiam passar a valer menos 55% face ao euro mas o seu poder aquisitivo não cairia em 55% para os bens e serviços produzidos em Portugal. Os portugueses tenderiam a consumir mais o que é nacional, as importações tenderiam a cair e as exportações a aumentar. A ideia de que baixar salários tem o mesmo efeito do que desvalorizar a moeda é totalmente falsa, ao ponto de ter efeitos de sinal contrário sobre a economia.

A questão é: quantos dos nossos gastos estão correlacionados com produtos/serviços estrangeiros?

Várias empresas portuguesas que fabricam produtos cá estão dependentes de matérias-primas do estrangeiro. Petróleo, carvão, metais....

Fora todas aquelas áreas de negócios que não temos nada nacional. Vem-me logo à cabeça a parte das tecnologias/informática. Ainda que haja empresas que montem coisas cá, de onde são as industrias de fabrico de componentes?

O aumento do custo pode não ser linear, mas pode aproximar-se demasiado para o meu gosto.

Essas contas no Luxemburgo não têm elevadas comissões de manutenção?

Nope. No ING luxemburg o custo é 0.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Nope. No ING luxemburg o custo é 0.

Já estive a pesquisar pelo site deles, parece ser bom, desconhecia  :)  neste caso, é uma óptima opção para quem tenha receio de uma saída do euro por parte de portugal.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já estive a pesquisar pelo site deles, parece ser bom, desconhecia  :)  neste caso, é uma óptima opção para quem tenha receio de uma saída do euro por parte de portugal.

Apesar de fugir um pouco ao assunto do tópico, a questão acerca da saída de Portugal do Euro levanta muitas outras questões. Qualquer país que saia do euro levará certamente ao fim do euro. Não acredito que a Europa continue com o euro numa situação destas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Apesar de fugir um pouco ao assunto do tópico, a questão acerca da saída de Portugal do Euro levanta muitas outras questões. Qualquer país que saia do euro levará certamente ao fim do euro. Não acredito que a Europa continue com o euro numa situação destas.

Concordo contigo. Sinceramente, e já o disse, não acredito na saída de nenhum país do euro.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

há também outra alternativa para segurar o valor caso mude para o escudo................. ~comprar umas obrigações da EDP e PT que estão á venda no mercado secundario e foram emitidas em dólares e libras e devem continuar nos próximos 10 ou 20 anos aconteça o que acontecer................................

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Por essa ordem de ideias, também temos os fundos de investimento estrangeiros, ETFs, etc... Mas essas alternativas têm todas um risco mais elevado, tendo em conta o tipo de activos que são.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead