ABCD

Petição - Abolição de comissões nas contas bancárias

35 publicações neste tópico

É sem dúvida uma boa iniciativa como forma de alertar as mais altas entidades do dinheiro que o que é demais parece mal.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já assinaram mais de 37 mil pessoas... Vai no bom caminho para que o assunto fique na ordem do dia, caso as férias parlamentares não se metam pelo caminho!...

Mesmo os que não precisam, porque têm saldo suficiente para evitar as despesas de manutenção, também deveriam apoiar a causa!...  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Essa petição era desnecessária se as pessoas não fossem comodistas. Hoje em dia só paga comissões quem não quer mudar de banco, e mesmo nos bancos mais tradicionais é uma questão de negociar, tenho conta no BES e raramente por lá andam mais de 1500€, não pago nada(cartões e comissões).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Essa petição era desnecessária se as pessoas não fossem comodistas. Hoje em dia só paga comissões quem não quer mudar de banco, e mesmo nos bancos mais tradicionais é uma questão de negociar, tenho conta no BES e raramente por lá andam mais de 1500€, não pago nada(cartões e comissões).

Exactamente. A começar pelo exemplo do Activobank... Se têm gratuito, porque vão pagar?

Ao inicio pensei que fosse uma petição contra os "packs que removem os custos da manutenção da conta".

No outro dia estava com um familiar numa agência do BCP para abolir essa comissão mensal. A conversa do gestor de conta foi de aderir a um pack em que se pagava 4€ mensais (vs. 6€ mensais), e tínhamos a comissão anulada. Pelos vistos, o gestor de conta consideram que os 4€ mensais não contam para a comissão de manutenção....

Por outro lado, pensei que esta petição fosse para propor uma hierarquia nas comissões, algo que eu já falei aqui no forum varias vezes.

Mais uma vez:

- A ideia consiste em o cliente ter sempre uma alternativa gratuita.

Por exemplo: para um cliente idoso com conta no BCP, sem cartões de débito (não sabem mexer na ATM), e que queira levantar dinheiro ao balcão, não pagava nada. O idoso não pagava nada porque a única alternativa que tinha de levantar o dinheiro era aquela.

Outro exemplo: Um cliente do BCP com acesso ao homebaking (sem cartões de débito), que queira fazer uma transferência para outro banco, não pagava nada (tinha duas alternativa, ou fazia ao balcão, ou no homebanking). Se fosse ao balcão, então pagava a comissão normal.

Já enviei a ideia para a associação portuguesa de bancos, mas nem obtive resposta... (não lhes convém).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Essa petição era desnecessária se as pessoas não fossem comodistas. Hoje em dia só paga comissões quem não quer mudar de banco, e mesmo nos bancos mais tradicionais é uma questão de negociar, tenho conta no BES e raramente por lá andam mais de 1500€, não pago nada(cartões e comissões).

Pessoas de baixo recurso e pouca "instrução" devem ficar "gratos" pelo comentário?

E se em vez de "escrever" que não paga nada, explicasse o que fez para não pagar nada? Parece-me que seria mais instrutivo!...  :P

Se bem que basta ter um vencimento, mesmo que de baixo valor, para ficar isento nesse banco (e não possuir créditos, se não estou em erro)...  :blank:

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

... A começar pelo exemplo do Activobank... Se têm gratuito, porque vão pagar?

Ao inicio pensei que fosse uma petição contra os "packs que removem os custos da manutenção da conta".

No outro dia estava com um familiar numa agência do BCP para abolir essa comissão mensal. A conversa do gestor de conta foi de aderir a um pack em que se pagava 4€ mensais (vs. 6€ mensais), e tínhamos a comissão anulada. Pelos vistos, o gestor de conta consideram que os 4€ mensais não contam para a comissão de manutenção....

Por outro lado, pensei que esta petição fosse para propor uma hierarquia nas comissões, algo que eu já falei aqui no forum varias vezes.

Mais uma vez:

- A ideia consiste em o cliente ter sempre uma alternativa gratuita.

Por exemplo: para um cliente idoso com conta no BCP, sem cartões de débito (não sabem mexer na ATM), e que queira levantar dinheiro ao balcão, não pagava nada. O idoso não pagava nada porque a única alternativa que tinha de levantar o dinheiro era aquela.

Outro exemplo: Um cliente do BCP com acesso ao homebaking (sem cartões de débito), que queira fazer uma transferência para outro banco, não pagava nada (tinha duas alternativa, ou fazia ao balcão, ou no homebanking). Se fosse ao balcão, então pagava a comissão normal.

OBS. Já enviei a ideia para a associação portuguesa de bancos, mas nem obtive resposta... (não lhes convém).

Todos os pormenores da razão de avançar com a petição (já vai em mais de 40000) aqui: http://www.deco.proteste.pt/Resources/Campaigns/contasemcustos-peticaocompleta.pdf

OBS. Não lhes convém, mesmo!...  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pessoas de baixo recurso e pouca "instrução" devem ficar "gratos" pelo comentário?

E se em vez de "escrever" que não paga nada, explicasse o que fez para não pagar nada? Parece-me que seria mais instrutivo!...  :P

Se bem que basta ter um vencimento, mesmo que de baixo valor, para ficar isento nesse banco (e não possuir créditos, se não estou em erro)...  :blank:

Pouca ou muita instrução só pagam os comodistas porque alternativas e informação há. Quanto ao meu caso no BES, fui lá para fechar a conta por me terem cobrado uma anuidade e prontamente me a devolveram e cancelaram futuras anuidades, já lá vão 3 anos e ainda não apareceu nada para pagar. Não tenho créditos nem conta ordenado, os investimentos são feitos no BEST e no Banco Invest.

Mas para não dizer que não sou solidário assinei a petição.  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já subscreveram esta petição quase 74000 pessoas!...

Será que é argumento suficiente para as entidades bancárias perceberem que já chega de cobrarem "tantas" comissões?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Somos 10 milhões, assinaram 74mil, se ninguém os obrigar ou os clientes fecharem contas em massa nada muda, as assinaturas valem pouco na minha opinião.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

1. Somos 10 milhões,

2. assinaram 74mil,

3. se ninguém os obrigar ou os clientes fecharem contas em massa nada muda, as assinaturas valem pouco na minha opinião.

1. Tem a certeza?

2. Já assinaram um pouco mais de 74 mil... Nem todos sabem que existe uma petição a decorrer...

3. E como se pode "obrigar" estas entidades a mudar o seu comportamento? Será esta petição um meio para que todos tenham voz em detrimento de alguns?

Tal como está, só os que mais podem (leia-se, os que mais capital têm) ficam isentos. E os que menos podem (leia-se, os que menos capital têm) pagam estas comissões.

A petição serve para que este assunto possa ir à assembleia da república para ser debatido e bastaria para tal cerca de 4000 assinaturas senão estou em erro... Não é pelas comissões já existirem à anos que elas já foram debatidas, a favor ou contra, na dita assembleia. É necessário criar condições para que os assuntos sejam debatidos e se demonstre a razão pela qual determinada comissão/taxa deva ou não existir. Mas o TiagoF - Titanium é do contra, só pode... pois parece que consegue tudo o que quer dos bancos e todos os outros são uns comodistas... Olhe junte-se ao futebolista "Cantona" mas não se esqueça de desmobilizar todos os seus produtos financeiros e arrumá-los num cofre debaixo do colchão!...  :laugh:

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

ABCD você gosta de conversa e só vou dizer as mesmas coisas mais uma vez não tenha você percebido mal o que estou a tentar transmitir.

Se não somos 10 milhões de habitantes por aí perto andaremos. Temos 5.5 milhões de população ativa(dados INE), que metade tenha uma conta bancária com custos associados, 74mil representam cerca de 3%, como pode ver é uma gota num mar de pessoas aparentemente insatisfeitas, ou deverei dizer comodistas, quadradas ou retrógradas? Acho que neste ponto já percebeu a minha opinião.

A 'malta' não se dá ao trabalho de chegar ao pé de um Activobank, BEST, BIG, PRIVAT ou sei lá mais que entidades e abir uma conta isenta de custos, conheço inclusive muitos jovens da minha idade que têm receio de abrir contas 'nesses' bancos modernos porque aparentemente fazer algo diferente dos outros é errado, o efeito carneirada (bandwagon effect)...

Não espere que a AR se vá preocupar com isso, havendo alternativa nós é que temos que nos mexer!

Desculpe se me alonguei ou lhe pareci arrogante, não foi minha intenção e espero que saiba respeitar a minha opinião como respeito a sua e como aliás já assinei a petição para tentar ajudar os mais céticos em mudar de banco.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

De um modo geral concordo com o que o Titanium disse. Embora esta petição possa ser útil, não a considero extramente necessária, pelo menos para grande parte da população portuguesa. Com a oferta que há hoje em dia, muitos bancos não têm/isentam comissões mesmo sem contas ordenado ou grandes capitais. Eu tenho conta em 5 bancos onde não pago nem 1 toste de manutenções de conta.

A desconfiança das pessoas relativamente aos bancos da nova geração (ditos online) são as principais amarras que as atam a estas comissões. Muita gente continua presa aos velhos paradigmas do "atendimento ao balcão", "uma agência em cada esquina" e não vê que nos dias que correm cada vez se caminha para se poder fazer tudo à distância a partir de casa.

Claro, a escolha é delas. Se se sentem mais confortáveis assim, que o façam. Apenas têm de ter consciência que cada escolha tem as suas consequências.

Também estou ciente que pode haver algumas pessoas em situações mais delicadas, onde mudar de banco pode ter alguns entraves, seja por créditos ou alguns produtos de longo prazo. É a pensar nesses casos que assino esta petição. Mas acredito que não são uma fração muito significativa, havendo na maior parte dos casos oportunidades para mudar de instituição. Estou convencido que se mais gente fizesse o mesmo, isto seria muito mais eficaz do que qualquer petição.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A cidadania faz-se de várias formas. Uma delas é com o recurso a petições. Vale o que vale, mas entre isso e não fazer nada porque se está acomodado é que não compactuo. Dai que defenda a palavra e não o acto de favor de assinar por assinar. São estas atitudes que desvalorizam e vulgarizam qualquer mérito da cidadania, venha esse acto de onde vier.

Sobre este assunto, gostaria de não me pronunciar mais a não ser para enaltecer a petição que tenta colocar um travão nas comissões que diversas entidades praticam. A continuar a aceitar a situação, qualquer dia pagamos para ter o dinheiro no banco (já acontece) e para levantar o dinheiro nas ATM's ou até para que as economias de uma vida sejam usadas para pagar dividas alheias e a "malta" acha tudo normal até ao dia em que lhe forem ao bolso...

Já houve um tempo, não muito distante, em que era comum as contas à ordem serem remuneradas... ou seja, as entidades bancárias "agradeciam" aos clientes que depositavam e confiavam o seu dinheiro...

As despesas de  manutenção associadas às contas à ordem aumentaram 41%, em média, desde 2007. Trata-se  de uma cobrança abusiva, uma vez que não tem nenhum serviço associado e penaliza  os consumidores com menos recursos.

As contas à ordem  são imprescindíveis à gestão básica da vida financeira de qualquer cidadão. Por  isso, a DECO lançou uma campanha de recolha de assinaturas pelo fim das  comissões de manutenção. Queremos levar esta petição ao Parlamento.

Até lá, cabe  também aos consumidores questionar os seus bancos e o Banco de Portugal sobre a  pertinência das comissões associadas às contas à ordem. Poderá fazê-lo através  das minutas que lhe enviaremos por e-mail, caso assinale esta opção no  formulário.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
O mercado das telecomunicações, no seu estado atual, não permite aos consumidores beneficiar das várias ofertas disponíveis. A principal razão é a imposição pelos operadores de períodos contratuais mínimos de 24 meses e de penalizações pelo seu incumprimento.

24 Meses é um período excessivo e desincentivador da mudança de operador, penalizando os consumidores, não só porque impede novas e melhores ofertas, mas também porque não responde aos desafios da sociedade portuguesa atual.

       

Paralelamente, sempre que o consumidor tenta mudar de operador durante este período mínimo, são lhe cobrados encargos desproporcionados.

Estas razões levam a DECO a entregar a petição na Assembleia da República, exigindo a diminuição do prazo máximo legal de fidelização (24 meses) e a imposição de critérios e limites aos encargos cobrados aos consumidores.

Esta petição começou hoje e creio que vai estar disponível até meados de Novembro: http://liberdadenafidelizacao.pt/Home/Peticao

Texto integral da petição: http://liberdadenafidelizacao.pt/uploads/Pet_LiberdadenaFidelizacao.pdf

Os valores cobrados não são tanto para cobrir as despesas das empresas mas para manter os consumidores aprisionados...
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu fui um dos que assinei a petição e se mudar irei ficar orgulhoso.

No entanto eu estou em bancos que não pago comissões de conta e de cartões de débito.

Respondendo a várias pessoas,

A maioria da população portuguesa não sabe que existe alternativas. No caso de um parente meu, nem sabia que pagava 2€ todos os meses de comissão de contas. Verdade seja dita a maioria nem sabem se pagam comissões de contas ou até para ter um cartão de débito/crédito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

1. Eu fui um dos que assinei a petição e se mudar irei ficar orgulhoso.

No entanto eu estou em bancos que não pago comissões de conta e de cartões de débito.

2. Respondendo a várias pessoas,

A maioria da população portuguesa não sabe que existe alternativas. No caso de um parente meu, nem sabia que pagava 2€ todos os meses de comissão de contas. Verdade seja dita a maioria nem sabem se pagam comissões de contas ou até para ter um cartão de débito/crédito.

1.  :)

2. Devem ser os mesmos que dizem que não têm qualquer problema com o banco X ou o banco Y. Os "bancos" agradecem esse tipo de clientes!...  :-X

3. Não se esqueça de dar uma vista de olhos na petição pela liberdade na fidelização. Dois anos é demasiado nos atuais tempos!...  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esta petição começou hoje e creio que vai estar disponível até meados de Novembro: http://liberdadenafidelizacao.pt/Home/Peticao

Texto integral da petição: http://liberdadenafidelizacao.pt/uploads/Pet_LiberdadenaFidelizacao.pdf

Em pouco mais de 2 dias já assinaram mais de 20000 consumidores. Sinal de descontentamento com as condições impostas pelas operadoras!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em pouco mais de 2 dias já assinaram mais de 20000 consumidores. Sinal de descontentamento com as condições impostas pelas operadoras!...

Na última contagem, a petição está quase nos 50000 subscritores/consumidores...

Ainda à pouco deparei-me com a publicidade referente a um serviço triplo apenas por 19,9€ (cabovisão - deve ser um novo pacote). Caso, alguém que esteja fidelizado a uma determinada operadora e a pagar mais do dobro, nas atuais condições, tem de aguardar pelo fim do período de fidelização ou então pagar para mudar para a concorrência...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Na última contagem, a petição está quase nos 50000 subscritores/consumidores...

Ainda à pouco deparei-me com a publicidade referente a um serviço triplo apenas por 19,9€ (cabovisão - deve ser um novo pacote). Caso, alguém que esteja fidelizado a uma determinada operadora e a pagar mais do dobro, nas atuais condições, tem de aguardar pelo fim do período de fidelização ou então pagar para mudar para a concorrência...

Para já, parece que a petição "mexeu"...: http://www.publico.pt/economia/noticia/associacao-de-operadores-envia-carta-aberta-a-refutar-argumentos-da-deco-na-peticao-sobre-fidelizacoes-1618781

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu pessoalmente, tenho ordenado domiciliado no BES e por isso não tenho despesas (se bem que no mês passado não cumpri com o  "efectuar compras com cartão no valor de 50€" e já me disseram que não cobraram mensalidade desta vez mas para ter cuidado!!! Era o que mais me faltava...) e em breve irei para fora do país e deixarei de poder domiciliar o ordenado.

Comuniquei esta mesma informação no banco e que soluções me ofereciam de forma a manter investimentos que tinha no BES sem custos (e eram bem mais de 1500€ ou dos 3500€ limite para não ter despesas de conta).

Desta forma ofereciam-me conta sem despesas de manutenção, MAS, cartão de débito pagava (também não me interessava ter) E operações de homebanking também eram pagas (isto sim inadmissível!!!!)! Ameacei resgatar todos os investimentos e fechar conta... Resposta: sim senhora, faz muito bem!!! E cá estou eu, resgatei todos os fundos e em processo de fecho de conta no BES.

Portanto não sei com quem negociaste isso, mas, ou eram outros tempos ou tiveste a sorte que eu não tive... (e eu até tratei de tudo na sede em Lisboa, desculpa também tentei num outro balcão com resposta idêntica!). Como vês não me acomodei e tentei negociar as condições mas não quiseram saber, como tal ainda tive algum trabalho a tentar negociar e obter informação sobre possíveis opções e depois a resgatar tudo, fechar conta e abrir e transferir tudo para outra(as) contas que fossem gratuitas! Ainda foram algumas horas de almoço perdidas à conta deste assunto... Como vês nem tudo é tão linear...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu pessoalmente, tenho ordenado domiciliado no BES e por isso não tenho despesas (se bem que no mês passado não cumpri com o  "efectuar compras com cartão no valor de 50€" e já me disseram que não cobraram mensalidade desta vez mas para ter cuidado!!! Era o que mais me faltava...) e em breve irei para fora do país e deixarei de poder domiciliar o ordenado.

Comuniquei esta mesma informação no banco e que soluções me ofereciam de forma a manter investimentos que tinha no BES sem custos (e eram bem mais de 1500€ ou dos 3500€ limite para não ter despesas de conta).

Desta forma ofereciam-me conta sem despesas de manutenção, MAS, cartão de débito pagava (também não me interessava ter) E operações de homebanking também eram pagas (isto sim inadmissível!!!!)! Ameacei resgatar todos os investimentos e fechar conta... Resposta: sim senhora, faz muito bem!!! E cá estou eu, resgatei todos os fundos e em processo de fecho de conta no BES.

1. Portanto não sei com quem negociaste isso, mas, ou eram outros tempos ou tiveste a sorte que eu não tive... (e eu até tratei de tudo na sede em Lisboa, desculpa também tentei num outro balcão com resposta idêntica!). Como vês não me acomodei e tentei negociar as condições mas não quiseram saber, como tal ainda tive algum trabalho a tentar negociar e obter informação sobre possíveis opções e depois a resgatar tudo, fechar conta e abrir e transferir tudo para outra(as) contas que fossem gratuitas! Ainda foram algumas horas de almoço perdidas à conta deste assunto... Como vês nem tudo é tão linear...

1. Deve ser resposta às afirmações proferidas no #7...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E uma das operadores irá iniciar em breve uma campanha de serviço triplo sem fidelização: http://www.tvi24.iol.pt/economia---negocios/cabovisao-triple-play-fidelizacao-campanha/1542769-6379.html

Atrás dela deverão ir as outras!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E uma das operadores irá iniciar em breve uma campanha de serviço triplo sem fidelização: http://www.tvi24.iol.pt/economia---negocios/cabovisao-triple-play-fidelizacao-campanha/1542769-6379.html

Atrás dela deverão ir as outras!...

Os contratos deixam de poder ser efectivados por telefone, passando a ser obrigatória a assinatura do consumidor ou o envio do consentimento informado. Os consumidores só vão ficar vinculados a um contrato depois de assinarem a oferta ou de enviarem o seu consentimento escrito aos operadores, deixando de ser possível dar este passo por telefone.

Algumas das informações pré-contratuais que tem de ser fornecida ao consumidor: O preço total do bem ou serviço, as modalidades de entrega e de pagamento, as condições de assistência pós-venda.

O novo regime sobre os contratos celebrados à distância (na Internet ou por telefone) e fora do estabelecimento (no domicílio) entra em vigor a 14 de junho 2014.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead