Visitante p3drom19u3l

AJUDA: vendi casa em 2012 e comprei outra em 2013

25 publicações neste tópico

boa tarde a todos.

em junho de 2012 vendi a minha casa em lisboa por 50.000€.

em Março deste ano comprei outra na qual utilizei os 50000€ + emprestimo bancario.

acontece que ao preencher o irs, ao submeter ele dá um alerta, nomeadamente este

"W012 : Deve entregar a Modelo 3 na segunda fase porque foram transmitidos (alienados) bens imóveis."

será que vou ter de pagar mais valias?

o programa deixa efectuar o envio da declaraçao na mesma, desde que indique que tomei conhecimento do alerta... deverei fazer isso e indicar no irs do proximo ano que comprei casa e utilizei o dinheiro da venda feita em 2012?

qual a melhor maneira para fazer isto?

obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A melhor e única maneira para fazer isso é declarar a venda efectuada em 2012 na declaração referente ao ano 2012 (entregue agora em 2013). Declara também,na declaração de 2012, a intenção de reinvestir a totalidade do valor da venda. Ficando assim a mais valia excluída de tributação (não contará para o apuramento de irs).

Depois, na declaração referente a 2013 (entregue em 2014), declara o reinvestimento feito na compra da nova casa em 2013.

Tenha em atenção que tanto a casa vendida como a casa nova comprada, têm de ser para habitação permanente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Muito obrigado pela excelente explicação.

Vai ser mesmo isso que irei fazer.

Só um última questão.

isso será sempre usando o anexo G, certo?

mais uma vez Obrigado

A melhor e única maneira para fazer isso é declarar a venda efectuada em 2012 na declaração referente ao ano 2012 (entregue agora em 2013). Declara também,na declaração de 2012, a intenção de reinvestir a totalidade do valor da venda. Ficando assim a mais valia excluída de tributação (não contará para o apuramento de irs).

Depois, na declaração referente a 2013 (entregue em 2014), declara o reinvestimento feito na compra da nova casa em 2013.

Tenha a intenção que tanto a casa vendida como a casa nova comprada, têm de ser para habitação permanente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá a todos,

no seguimento deste tópico venho pedir ajuda para a minha situação:

Vendi casa em 2011 (2ª habitação) e comprei outra em 2012 (2ª habitação). Não declarei nada no IRS de 2011 (entregue em 2012). Posso declarar este ano? Não tive mais valias porque a casa que comprei foi mais cara do que a venda.

Apenas vou entregar o IRS agora na 2ª fase porque sou trabalhador independente!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boa tarde, estou a fazer o Irs da minha irmã e ela comprou uma habitação com ajuda de emprestimo em 2014 e agora quando tento entregar aparece o alerta W012 : Deve entregar a Modelo 3 na segunda fase porque foram transmitidos (alienados) bens imóveis.

o que devo fazer, entregar na mesma dizendo que tomei conhecimento do alerta? como faço?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boa tarde, estou a fazer o Irs da minha irmã e ela comprou uma habitação com ajuda de emprestimo em 2014 e agora quando tento entregar aparece o alerta W012 : Deve entregar a Modelo 3 na segunda fase porque foram transmitidos (alienados) bens imóveis.

o que devo fazer, entregar na mesma dizendo que tomei conhecimento do alerta? como faço?

O aviso diz que ela vendeu algum imóvel (a compra não dá direito a esse aviso). Será que para além de comprar não vendeu nada?

A venda de imóveis deve ser declarada no anexo G - isso quer dizer que ela só pode meter o IRS na segunda fase, a partir de 6ª feira.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu também comprei casa em 2014 em permuta.

Ou seja, dei a minha antiga casa a permuta e fiquei com a nova.

Não houve mais-valias, vendi pelo preço que comprei.

Tenho de meter isso no anexo G do IRS?

Os valores da escritura também são metidos no IRS?

Como se preenche esse impresso?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu também comprei casa em 2014 em permuta.

Ou seja, dei a minha antiga casa a permuta e fiquei com a nova.

Não houve mais-valias, vendi pelo preço que comprei.

Tenho de meter isso no anexo G do IRS?

Os valores da escritura também são metidos no IRS?

Como se preenche esse impresso?

Tens de declarar no IRS, sim. Mesmo que não tenha havido qualquer dinheiro envolvido (é normal haver uma parcela adicional em dinheiro quando um imóvel vale mais do que o outro) a tua casa foi avaliada num determinado valor que serviu de base à partilha (aliás, acabaste de dizer que vendeste pelo preço a que compraste).

Não percebi a pergunta referente aos valores da escritura. Mas talvez a resposta seguinte ajude a responder a essa também.

Deves preencher o quadro 4 do anexo G. Aquilo não costuma ser muito complicado e, regra gerl, as instruções de preenchimento esclarecem a maioria das dúvidas (embora esteja a antever algumas potenciais dificuldades com o caso da permuta). Basicamente precisas de saber o ano de aquisição do imóvel que vendeste, o valor por que o compraste e o valor que lhe convencionaram atribuir-lhe agora quando o vendeste adicionado ou subtraído de algum montante adicional que tenhas recebido ou pago na altura da permuta. Podes ainda declarar eventuais encargos com o imóvel para abater a eventuais mais-valias (o custo dos registos e IMT na altura da compra, bem como obras feitas nos últimos 5 anos ou custos com a venda, como uma comissão paga a imobiliária, por exemplo).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tens de declarar no IRS, sim. Mesmo que não tenha havido qualquer dinheiro envolvido (é normal haver uma parcela adicional em dinheiro quando um imóvel vale mais do que o outro) a tua casa foi avaliada num determinado valor que serviu de base à partilha (aliás, acabaste de dizer que vendeste pelo preço a que compraste).

Não percebi a pergunta referente aos valores da escritura. Mas talvez a resposta seguinte ajude a responder a essa também.

Deves preencher o quadro 4 do anexo G. Aquilo não costuma ser muito complicado e, regra gerl, as instruções de preenchimento esclarecem a maioria das dúvidas (embora esteja a antever algumas potenciais dificuldades com o caso da permuta). Basicamente precisas de saber o ano de aquisição do imóvel que vendeste, o valor por que o compraste e o valor que lhe convencionaram atribuir-lhe agora quando o vendeste adicionado ou subtraído de algum montante adicional que tenhas recebido ou pago na altura da permuta. Podes ainda declarar eventuais encargos com o imóvel para abater a eventuais mais-valias (o custo dos registos e IMT na altura da compra, bem como obras feitas nos últimos 5 anos ou custos com a venda, como uma comissão paga a imobiliária, por exemplo).

Desde já obrigado pela resposta.

Afinal estive a ver e comprei por 70.000€ em 2004, vendi por 60.000€ em 2014 e como foi permuta, comprei uma casa no valor de 210.000€, pedi empréstimo de 135.000€ para a outra casa.

Como foi permuta, quem pagou a comissão à imobiliária não fui eu mas sim o construtor da venda da casa que fiquei e tratou-se de tudo.

Ou seja, ele tinha a casa à venda, eu interessei-me, tinha a outra para meruta, ele ficou com ela, mas quem deve ter pago a comissão à imobiliária foi o construtor pela venda da casa onde vivo.

Além disso não tenho encargos do imovel..

Nunca a pintei nem nunca fiz nada nos 10 anos que a tive.

Fos registos e do IMT, falas dos registos feitos em 2004, certo?

Fiz o certificado energético para a vender, também serve?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Afinal estive a ver e comprei por 70.000€ em 2004, vendi por 60.000€ em 2014...
Sinceramente, face a isto é irrelevante se apresentas ou não despesas para deduzir - não há mais valias, não há onde deduzir as despesas.

Em qualquer caso:

Fos registos e do IMT, falas dos registos feitos em 2004, certo?

Fiz o certificado energético para a vender, também serve?

Sim, referia-me ao custo dos registos no momento da compra. Os certificados energéticos também são dedutíveis.

Mas, como referi, é irrelevante para o teu caso concreto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

...

Afinal estive a ver e comprei por 70.000€ em 2004, vendi por 60.000€ em 2014 e como foi permuta, comprei uma casa no valor de 210.000€, pedi empréstimo de 135.000€ para a outra casa.

Como foi permuta, quem pagou a comissão à imobiliária não fui eu mas sim o construtor da venda da casa que fiquei e tratou-se de tudo.

Ou seja, ele tinha a casa à venda, eu interessei-me, tinha a outra para meruta, ele ficou com ela, mas quem deve ter pago a comissão à imobiliária foi o construtor pela venda da casa onde vivo.

Além disso não tenho encargos do imovel..

Nunca a pintei nem nunca fiz nada nos 10 anos que a tive.

Fos registos e do IMT, falas dos registos feitos em 2004, certo?

Fiz o certificado energético para a vender, também serve?

A resposta, em parte, já tinha sido dada aqui: http://www.forumfinancas.com/index.php?topic=9626.msg98558#msg98558

Afinal, "vendeu" com menos valias (não "vendeu" pelo mesmo preço com que a comprou)...

Pode apresentar todas as despesas, comprovadas, que tenha.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tenho a minha casa à venda, e vou compara outra, que será própria e permanente, mas como a pessoa que vai compara a minha casa tem que esperar pelo crédito bancário, e eu já vi uma casa que gostei, vou avançar para a compra sem ainda ter feito a escritura da que tenho à venda ou seja 1º compro e depois vendo isto com com 1 mês de diferença entre escrituras. como é que isto vai ser preenchido no irs de 2015

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tenho a minha casa à venda, e vou compara outra, que será própria e permanente, mas como a pessoa que vai compara a minha casa tem que esperar pelo crédito bancário, e eu já vi uma casa que gostei, vou avançar para a compra sem ainda ter feito a escritura da que tenho à venda ou seja 1º compro e depois vendo isto com com 1 mês de diferença entre escrituras. como é que isto vai ser preenchido no irs de 2015

No próximo ano, ao meter a declaração de IRS, declaras a venda da casa no anexo G. Admitindo que ambas as casas são para habitação própria e permanente, podes abater as eventuais mais valias declarando a compra da nova casa como reinvestimento,
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
No próximo ano, ao meter a declaração de IRS, declaras a venda da casa no anexo G. Admitindo que ambas as casas são para habitação própria e permanente, podes abater as eventuais mais valias declarando a compra da nova casa como reinvestimento,

Alguém pode ajudar e indicar os campos de preenchimento do Anexo G quando se vende uma, e compra outra?

As instruções de preenchimento são confusas..

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Alguém pode ajudar e indicar os campos de preenchimento do Anexo G quando se vende uma, e compra outra?

As instruções de preenchimento são confusas..

No quadro 4 acrescentas uma linha referente à casa que foi vendida:o valor e a data da venda, o valor e a data da aquisição, as despesas e encargos com a venda (conforme instruções de preenchimento) e os dados de identificação do imóvel.

Se ambos os imóveis se destinavam a habitação própria e permanente, vale a pena declarar a compra da nova para abater às mais-valias. Nesse caso preenche-se o quadro 5 com o ano da casa comprada (501), a referência ao imóvel que foi vendido e cujas mais valias se está a reinvestir (502 a 504 - é escolher o número da linha no quadro 4) , e o valor que se pretende reinvestir (506), bem como o ano em que isso ocorreu ou se tenciona que venha a ocorrer (um dos campos 507 a 511, conforme apropriado).

Mas se tiveres dúvidas mais concretas, ou explicares o que achas confuso, dá para dar uma resposta mais concreta...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
No quadro 4 acrescentas uma linha referente à casa que foi vendida:o valor e a data da venda, o valor e a data da aquisição, as despesas e encargos com a venda (conforme instruções de preenchimento) e os dados de identificação do imóvel.

Se ambos os imóveis se destinavam a habitação própria e permanente, vale a pena declarar a compra da nova para abater às mais-valias. Nesse caso preenche-se o quadro 5 com o ano da casa comprada (501), a referência ao imóvel que foi vendido e cujas mais valias se está a reinvestir (502 a 504 - é escolher o número da linha no quadro 4) , e o valor que se pretende reinvestir (506), bem como o ano em que isso ocorreu ou se tenciona que venha a ocorrer (um dos campos 507 a 511, conforme apropriado).

Mas se tiveres dúvidas mais concretas, ou explicares o que achas confuso, dá para dar uma resposta mais concreta...

Obrigado.

Vou ver os campos logo e depois digo onde tenho duvidas.

Pode ser?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

No quadro 4 acrescentas uma linha referente à casa que foi vendida:o valor e a data da venda, o valor e a data da aquisição, as despesas e encargos com a venda (conforme instruções de preenchimento) e os dados de identificação do imóvel.

Se ambos os imóveis se destinavam a habitação própria e permanente, vale a pena declarar a compra da nova para abater às mais-valias. Nesse caso preenche-se o quadro 5 com o ano da casa comprada (501), a referência ao imóvel que foi vendido e cujas mais valias se está a reinvestir (502 a 504 - é escolher o número da linha no quadro 4) , e o valor que se pretende reinvestir (506), bem como o ano em que isso ocorreu ou se tenciona que venha a ocorrer (um dos campos 507 a 511, conforme apropriado).

Mas se tiveres dúvidas mais concretas, ou explicares o que achas confuso, dá para dar uma resposta mais concreta...

Ora então as dúvidas:

No Anexo G...

No quadro 4:

- Acrescentar linha... a linha pode ser logo 401, pode ter qualquer número?

- A casa que foi vendida (T1) era do meu marido, comprou-a em 2004, casamos em 2008, demos à permuta em 2014, logo o titular a identificar nessa linha é só o meu marido?

- Realização: é a data da venda da casa (2014), certo?

- Aquisição: é a data de compra da casa (2004), certo?

No quadro 5:

- Campo 501 é o ano da casa comprada (T4)?

- Campo 502: é o numero da linha que preenchi no Quadro 4?

- Campo 505: é o valor em divida à data do reinvestimento, neste caso, o valor em divida no T1 que foi liquidado no dia da escritura do T4?

- Campo 506 ou 507 a 511, é o valor que se reinvestiu sem recurso a Crédito, certo?

O que se investiu sem pedir ao banco?

E se se investiu à data da escritura porque foi menos que pedimos ao banco, em que campo se deve inserir?

Desculpem as imensas dúvidas mas é um Anexo que nunca preenchi.

Aguardo respostas.

Muito obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
No quadro 4:

- Acrescentar linha... a linha pode ser logo 401, pode ter qualquer número?

- A casa que foi vendida (T1) era do meu marido, comprou-a em 2004, casamos em 2008, demos à permuta em 2014, logo o titular a identificar nessa linha é só o meu marido?

- Realização: é a data da venda da casa (2014), certo?

- Aquisição: é a data de compra da casa (2004), certo?

Não fiz o teste, mas esperaria que as linhas fossem numeradas sequencialmente. 401 serve, sim.

A menos que tenham casado em comunhão geral de bens (altura em que a casa seria dos dois em partes iguais) deve ser colocado só ele como titular, sim.

Realização é venda e aquisição é compra, sim.

Não esquecer de incluir os encargos, para abater às mais valias (IMT, custo dos registos, etc - desde que se tenha os comprovativos, bem entendido).

No quadro 5:

- Campo 501 é o ano da casa comprada (T4)?

- Campo 502: é o numero da linha que preenchi no Quadro 4?

- Campo 505: é o valor em divida à data do reinvestimento, neste caso, o valor em divida no T1 que foi liquidado no dia da escritura do T4?

No campo 501 é o ano da venda do T1.

No campo 502 deves escolher a linha que indicaste no quadro 4, sim. Sim também para o 505.

No quadro 5:

- Campo 506 ou 507 a 511, é o valor que se reinvestiu sem recurso a Crédito, certo?

O que se investiu sem pedir ao banco?

E se se investiu à data da escritura porque foi menos que pedimos ao banco, em que campo se deve inserir?

Não percebi a dúvida aqui.

Deves preencher os campos 506 e 508 com o mesmo valor - aquilo que pagaste pelo T4 deduzido do empréstimo bancário que pediste para o pagar (no máximo o valor da venda do outro imóvel). Pelos dados que apresentaste diria que podes dizer que investiste 60.000€, uma vez que a diferença entre o valor que deram pelo imóvel e o valor da compra é inferior aos 60.000€.

P.S: Já reparaste que metade destas respostas está na ajuda ao preenchimento? ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Realização é venda e aquisição é compra, sim.

Não esquecer de incluir os encargos, para abater às mais valias (IMT, custo dos registos, etc - desde que se tenha os comprovativos, bem entendido).

IMT ficou isento, so pagou a escritura e temos despesas da Certificação Energética agora quando o vendemos.

Serve?

No campo 501 é o ano da venda do T1.

No campo 502 deves escolher a linha que indicaste no quadro 4, sim. Sim também para o 505.

Campo 501 é 2014, por isso é que estou a meter em 2014, ou não?

Fiz a permuta em Agosto, logo vendi o T1 em Agosto e comprei o T4 em Agosto.

Não percebi a dúvida aqui.

Deves preencher os campos 506 e 508 com o mesmo valor - aquilo que pagaste pelo T4 deduzido do empréstimo bancário que pediste para o pagar (no máximo o valor da venda do outro imóvel). Pelos dados que apresentaste diria que podes dizer que investiste 60.000€, uma vez que a diferença entre o valor que deram pelo imóvel e o valor da compra é inferior aos 60.000€.

P.S: Já reparaste que metade destas respostas está na ajuda ao preenchimento? ;)

Então como dei a permuta e liquidei o valor do T1 posso dizer que o reinvestimento foi de 60.000€ (Campo 506 - ano da alienação do imóvel)?

Uma outra questão... Foi pedido um Credito Habitação no valor de 62.000€ e mais um multi-opções no valor de 15.000€ (naquela altura usava-se assim). Liquidou-se 65.000€...

No Campo 503, Valor em Divida do Empréstimo ao Banco à data dre Alienação do Bem referido em 502 devo colocar dos 2 (65.000€) ou só do CH (53.000€)?

Peço desculpa mas estou nos ultimos dias e tudo me esta a fazer confusão...

Obrigado desde já.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só para dizer que devo ter feito tudo bem porque foi validado centralmente.

Obrigado a todos os que ajudaram.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só para dizer que devo ter feito tudo bem porque foi validado centralmente.

Obrigado a todos os que ajudaram.

Ainda bem. Estas situações (venda/compra de imóveis para habitação como quem muda de camisas) não se fazem todos os dias, por isso é natural que surjam dúvidas!...

Agora, quanto mais tempo o capital estiver do outro "lado", maior serão os juros relativos a retenção. O que ajudará a diminuir o valor relativo à sobretaxa!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Agora, quanto mais tempo o capital estiver do outro "lado", maior serão os juros relativos a retenção. O que ajudará a diminuir o valor relativo à sobretaxa!...

Não entendi...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não entendi...

Ainda não recebeu a demonstração de liquidação?

Chegou a efetuar uma simulação do seu IRS?

Quando tiver estes dois documentos consigo, vai perceber a situação que lhe deixei na mensagem anterior (a qual citou por não ter entendido)!...

Entretanto, deixo um link que talvez lhe permita perceber onde quis chegar: http://www.forumfinancas.com/index.php?topic=12305.0

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ainda não recebeu a demonstração de liquidação?

Chegou a efetuar uma simulação do seu IRS?

Quando tiver estes dois documentos consigo, vai perceber a situação que lhe deixei na mensagem anterior (a qual citou por não ter entendido)!...

Entretanto, deixo um link que talvez lhe permita perceber onde quis chegar: http://www.forumfinancas.com/index.php?topic=12305.0

Não recebi a demonstração da liquidação, uma vez que só agora veio validada centralmente.

Efectuei simulação, pois claro.

Já sei a que se refere...

Ano passado recebi 9,22€ de juros de retenção... ;)

Obrigado (mais uma vez).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead