Pedro Pais

Problemas com contas ordenado

6 publicações neste tópico

Publiquei um artigo sobre os <a href="http://www.pedropais.com/2008/04/16/contas-ordenado-o-credito-encapotado">principais problemas das contas ordenado</a>, mas gostava de saber se alguém já os sentiu na pele.

Era interessante obter um relato breve da tua situação e se tinhas ou não conhecimento de que irias ter custos/comissões por recorrer ao adiantamento (descoberto).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

(o link para o blog não dá em nada...)

Bem, como quase tudo relativamente aos bancos, essa foi mais uma coisa que fui descobrindo por experiência própria.

Para começar eu não sabia que semelhante coisa existia sequer. Em abono da verdade o banco não me informou de nada porque nem sequer fui eu que abri a conta - foi o meu pai que na altura em que comecei a trabalhar foi à sucursal daqui da zona e abriu uma conta em meu nome.

Um belo dia, quando comecei a aceder ao banco pela net (já lá vão uns bons anos) apercebi-me que o meu saldo disponível tinha um valor muito superior ao que seria esperado. E que o saldo contabilístico é que teria um valor mais aproximado do que devia de ser. Ao fim de uns dias de observação cuidada dos saldos, lá me apercebi que a diferença era idêntica ao valor do meu último vencimento... e que portanto, isso quereria dizer que seria uma espécie de adiantamento sobre o meu salário no fim do mês. De qualquer forma, prudentemente decidi sempre nunca arriscar a gastar nenhum desse dinheiro.

Com o tempo comecei a ouvir umas histórias de pessoas que tinham tido problemas com isso e fui percebendo exactamente como as coisas funcionavam e nunca cheguei a usar o descoberto... pelo menos intencionalmente...

Porque a verdade é que houve uma vez em que me apercebi, ao examinar o meu extracto mensal, que me tinham descontado juros e imposto de selo da conta... como não conseguisse descobrir de onde vinha, acabei por ligar para o banco a perguntar (o mais perto que alguma vez estive de lá ir fisicamente foi pelo telefone :P). Explicaram-me que tinha a ver com uma transferência que tinha feito para uma conta a prazo no dia em que recebi o ordenado. Por distracção minha, no dia em que fiz essa trasnferência, apenas reparei que o vencimento surgia no extracto online mas não reparei na data - resultado, fiz a dita no dia anterior ao vencimento cair na conta (o movimento já aparecia no extracto, mas a data valor era só do dia seguinte). Portanto, cobraram-me um dia de juros. Eu fiquei tão atrapalhado quando me apercebi do erro que tinha feito (nesta altura já percebia das datas valor e de movimento, saldos contabilísticos, valor e sei lá mais o quê e percebi à primeira a explicação que me deram) que agradeci meio atarantado com a minha distracção e desliguei o telefone... mas depois pus-me a pensar na quantidade de pessoas que nem sequer reparavam que lhes tinham ficado com aquele bocadinho em juros... ou que, por mais que lhes explicassem nunca iriam perceber como é que tinham ficado a dever dinheiro ao banco...

Também já consegui tirar partido disso - encontrei o meu portátil por bom preço numa promoção... mas era o último dia da promoção e no dia seguinte iria voltar ao preço normal, quase mais 50€. Sabia que me faltavam uns 100 euros na conta para poder pagar o portátil. Nessa altura ainda não tinha cartão de crédito e, por isso, usei intencionalmente o descoberto autorizado, cheguei a casa e transferi dinheiro de uma outra conta para a conta do meu cartão. Obviamente o dinheiro só caiu no dia seguinte. O que paguei desse dia de juros mesmo assim foi bem menos do que pagaria a mais pelo portátil :) 

Já agora, desde o meu primeiro precalço, é verdade que o site evoluiu: desde há algum tempo (pelo menos 1 ano), sempre que tento fazer uma operação que supere o meu saldo disponível ele avisa, dizendo que posso vir a pagar juros se prosseguir. Menos mal, pelo menos as pessoas já não caem por acidente no mesmo erro que eu caí...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publiquei um artigo sobre os <a href="http://www.pedropais.com/2008/04/16/contas-ordenado-o-credito-encapotado">principais problemas das contas ordenado</a>, mas gostava de saber se alguém já os sentiu na pele.

Era interessante obter um relato breve da tua situação e se tinhas ou não conhecimento de que irias ter custos/comissões por recorrer ao adiantamento (descoberto).

o último post q está no blog já é de 20 de março sobre "A importância de diversificar"  ::)

até tou a estranhar n haver posts ultimamente  ???

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva,

Pois... Eu nunca tinha tido conta ordenado e acho que realmente é uma coisa que não faz falta nenhuma a ninguém! Para mim não faz sentido que uma pessoa gastar dinheiro que não tem.

Como estou em vias de contrair um crédito habitação sou obrigado a ter conta ordenado mas fiquei extremamente desiludido com a forma como a qual eles tratam dos saldos. Por ex. a minha mãe sempre teve conta ordenado na CGD. Lá o tal "adiantamento" é apresentado como saldo negativo. Ou seja, se ela tiver 1.000€ de descoberto esses 1.000€ não aparecem nem no saldo contabílistico nem no disponível. Quando se chega aos 0€ começa a ficar com saldo negativo até atingir os -1.000€.

Agora quando mudei para o Totta reparo que tenho alguns 1750€ "a mais" na conta. Não estão disponíveis mas eles estão lá. Eu como todos os dias vejo o extracto dificilmente me devo confundir e sei sempre quanto dinheiro lá tenho mas acredito que muito boa gente caia :(

Em relação aos juros, quando abri a conta ordenado fui alertado para a taxa de juro diária enquanto estava no descoberto. Na altura não liguei muito (e continuo sem saber) porque não é uma coisa que eu espero vir a precisar.

... Agora lembrei-me de uma questão sobre cartões de crédito mas vou abrir um novo tópico... :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Como estou em vias de contrair um crédito habitação sou obrigado a ter conta ordenado mas fiquei extremamente desiludido com a forma como a qual eles tratam dos saldos. Por ex. a minha mãe sempre teve conta ordenado na CGD. Lá o tal "adiantamento" é apresentado como saldo negativo. Ou seja, se ela tiver 1.000€ de descoberto esses 1.000€ não aparecem nem no saldo contabílistico nem no disponível. Quando se chega aos 0€ começa a ficar com saldo negativo até atingir os -1.000€.

Agora quando mudei para o Totta reparo que tenho alguns 1750€ "a mais" na conta. Não estão disponíveis mas eles estão lá. Eu como todos os dias vejo o extracto dificilmente me devo confundir e sei sempre quanto dinheiro lá tenho mas acredito que muito boa gente caia :(

Isso está prestes a acabar: http://www.pedropais.com/forum/index.php?topic=46.0

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vocês foram muito rápidos! Eu escrevi o artigo ontem, mas só hoje de manhã é que foi publicado.

O artigo era exactamente a alertar para os casos que referiram e, muito em particular, a relevar a novidade que o pauloaguia já tinha dado.

O problema deste tipo de contas ordenado nem é o autorizarem o descoberto. É tudo ser feito de forma pouco transparente para o consumidor, que tanto acaba por utilizar de forma voluntária como "por acaso".

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor