mecp

Imposto s/ dep Bancários no Chipre

61 publicações neste tópico

Boa tarde,

Na sequencia do pedido de resgate ao Chipre, a União Europeia, exigiu que fossem cobrados aos Dep. bancarios

( poupanças) uma taxa de 6,75% a depositos /poupanças até 100.000 euros e  9;9% a depositos/poupanças

acima de 100.000 euros.

Estas importâncias  serão referentes a valores em cada banco ou será o somatório dos valores dos depositos

que as pessoas terão na totalidade dos bancos que sejam clientes ? Imagine-se que num banco teria 50.000,

noutro 20.000 e noutro 30.000 ou mais, que poderia dar os tais 100.000 ou mais que alguem tivesse aplicado

em mais que um banco.

Já agora no caso de Portugal poderá acontecer esta situação, visto estarmos intervencionados /resgatados, e no

caso de virmos a pedir mais dinheiro além do que inicial nos concederam, pode a União Europeia impor-nos esta medida como foi imposta ao Chipre.

Gostaria de saber as V/ opiniões, pois esta situação pode acontecer em Portugal

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ainda não foi votado, e já há outra proposta mais baixa, aguardemos..

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pelo que percebi, a intervenção no Chipre deve-se ao sistema bancário (como no caso da Irlanda e Islândia) e não à divida pública (nomo no nosso caso e da Grécia assim como será em Espanha e Italia).

Por esse motivo, os credores do costume (FMI, BCE e EU) decidiram aplicar um imposto nos depositantes (se a divida é dos bancos então vamos por os seus clientes a pagar uma parte do resgate) para baixarem o valor do pacote de resgate de 17 mil milhões de euros para os actuais 10 mil milhões de euros.

Pura sacanagem, na minha opinião... Contudo o nosso caso é diferente e o nosso sistema bancário está de momento bem sólido (felizmente para nós, mesmo que tenha sido às nossas custas) pelo que uma solução desta não deverá ser aplicada no nosso caso (reparem que, no geral, estamos a pagar bem mais de 6.7% das nossas poupanças - que não são muitas - com os IMIs, IRS, cortes salariais, etc).

Somos governados por um bando de loucos sem escrúpulos que vergam-se a estas instituições igualmente lunáticas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde a todos,

Retirei desta situação que foi mais um jogo perigoso de geo-política da EU face aos interesses russos, dado que a maioria dos depositantes são russos e existe muita lavagem de dinheiro no Chipre para depois voltar a entrar limpinho na Rússia. O problema, é que afecta o comum cidadão também e deixa nervosos todos os países intervencionados, além disso brincar com os russos que não são de brandos costumes pode ter sido uma mensagem que a EU quis enviar mas que pode trazer efeitos colaterais perigosos. O ministro alemão já se demarcou e o do Chipre diz estar em negociações para amenizar a questão. Não estou a ver com muito bons olhos esta situação e creio que só o fizeram mesmo por ser o Chipre porque se fosse a Espanha outro galo cantaria. Considero esta medida um escândalo porque é um ataque precisamente a quem realizou poupanças que no caso dos países intervencionados como Portugal, não se é rico por se ter 100.000 ou 200.000 no banco e a Merkel e Lagarde segundo consta, inicialmente queriam até aplicar uma taxa de 40%! Num país como Portugal, 200.000 podem para muitas pessoas ter sido fruto de poupanças de família que custaram muito e até pode haver pessoas desempregadas a dependerem dessas poupanças para viver, por isso espero bem que este acto bastante perigoso tenha tido apenas o objectivo de enviar uma mensagem aos russos numa geo-politica de os afastar dos seus interesses na Europa sabendo-se que estão de olho na Grécia e nas jazidas de gás natural entre Israel até ao Chipre tal como os Turcos e Árabes. Gostaria era que em Portugal, se apostasse mais numa política e mentalidade de poupança em vez de se incentivar o crédito fácil que nos trouxe até aqui e ainda na semana passada o Banco de Portugal teve de anular vários cartões de débito diferido que óbviamente nunca deveriam ter aparecido numa crise como a actual e nem sei como é possivel alguém pensar dessa forma com tanto crédito mal parado como temos. Isto para mim mais estas notícias dos acontecimentos no Chipre só revelam a total inversão de valores e na Europa os líderes estão todos loucos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

nao acredito que possa acontecer cá... mas espera... se isso acontecesse talvez o rastilho da revoluçao ligasse de vez!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu tambem não acredito que isso aconteça em Portugal.

Revolução?! Mas não vivemos numa democracia? Numa democracia, os governos caem pela acção do parlamento ou PR.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

bla bla bla bla bla

presidente da republica? que é do PSD, sendo PSD o governo?

conta-me historias do capuchinho que eu fique feliz...agora tretas dessas nao!

toda a gente sabe que o PR nao vai demitir este governo! Ele vai continuar a ganhar o seu magro salario enquanto PR... fazer mais 5 anos e ir para reforma com a barriga cheia!

Quem vier atras que feche a porta!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu tambem não acredito que isso aconteça em Portugal.

Revolução?! Mas não vivemos numa democracia? Numa democracia, os governos caem pela acção do parlamento ou PR.

Eles Tb não acreditavam

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

bla bla bla bla bla

presidente da republica? que é do PSD, sendo PSD o governo?

conta-me historias do capuchinho que eu fique feliz...agora tretas dessas nao!

toda a gente sabe que o PR nao vai demitir este governo! Ele vai continuar a ganhar o seu magro salario enquanto PR... fazer mais 5 anos e ir para reforma com a barriga cheia!

Quem vier atras que feche a porta!

Por acaso não é verdade que os governos caem pelo PR ou parlamento?

E só porque o PR não vai fazer cair o governo faz-se uma revolução?

Que eu saiba os governos são eleitos pelo povo. Não querem mais este? Votem noutro na proxima, agora falar em revolução é ridiculo. Falem mas é em politicas alternativas que é que precisamos e deixam-se de perder tempo com (isto sim) conversa da treta.

Quanto ao magro salário do PR, por acaso, ele até nem recebe salário por ser PR. Recebe 2 reformas (e não fica a perder). Como não ficará a perder quando for para a reforma pois os nosso ex-PR recebem mais do que o salário do PR. É o país que temos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os impostos s/ valores depositados referem-se aos 100.000 euros ou mais que estão num só banco,ou aos valores depositados em varios  bancos, que perfaçam os 100.000 euros ou mais?Pois um depositante pode ter estes valores divididos por varios bancos. ( por exº 20.000 euros por varios bancos, até perfazer 100.000 ou mais)

Qual a vossa opinião?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O pessoal não estará a sofrer por antecipação?  :) não acredito que a proposta vá ser mesmo esta, já se fala em alterações, já se disse que tal medida só será implementada no Chipre, que toda agente sabe que é um paraiso fiscal para Russos etc, não nos chega já os nossos problemas  e as nossas medidas que ainda temos que nos agonizar com as medidas dos outros, vamos ter calma e ver no que isto vai dar, uma coisa já fez, colocou em xeque toda aquela confiança que se sentia pela Europa, nomedamente após as palavras de Draghi no ano passado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O pessoal não estará a sofrer por antecipação?

Tambem me parece.

Os ministros das Finanças da Zona Euro aceitaram, esta segunda-feira, a proposta cipriota de excluir os proprietários de contas bancárias com menos de 100 mil euros do imposto, que se lhes pretendia aplicar.

A Zona Euro "continua a pensar que os pequenos aforristas deveriam ser tratados de maneira diferente dos grandes depositantes e reafirma a importância de garantir plenamente os depósitos inferiores a 100 mil euros", afirmou o presidente do Eurogrupo, citado pela agência noticiosa Efe. A afirmação de Jeroen Dijsselbloem consta do comunicado emitido no final da teleconferência dos ministros das Finanças da área da moeda única.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
  mecp - Os impostos s/ valores depositados referem-se aos 100.000 euros ou mais que estão num só banco,ou aos valores depositados em varios  bancos, que perfaçam os 100.000 euros ou mais?Pois um depositante pode ter estes valores divididos por varios bancos. ( por exº 20.000 euros por varios bancos, até perfazer 100.000 ou mais)

Qual a vossa opinião?

É matemática pura. Existiam cerca de 6,5% mais ou menos abaixo dos 100.000 e 9,9% acima dos 100.000 e se tivesses 20.000 eur divididos por 4 bancos terias de ver aplicada a taxa de 6,5% quatro vezes ao total dos teus depósitos mas creio que já estão a pensar em baixar os escalões e até já vi 3% até 100.000 eur mas as negociações espero que salvem os depósitos até 100.000 eur para a regra de ouro não ser quebrada o que seria muito mau. O tiro foi certeiro para afastar os russos de Chipre mas a escolha é que foi errada ao se atingir todos os depositantes. Espero que alterem o erro e vi esta medida mais como uma luta de geo-política dado que a Rússia quer ali fazer um tampão na expansão europeia e anda de olho no gás natural.

Quanto a quem quer revoluções? Para quê? Para ficarem com dívidas na mão para distribuir? Mudar por mudar e colocar lá outros incompetentes ainda iguais ou maiores? O que tem de ser reformulado é todo o sistema partidário a começar pelo sistema eleitoral de se poder votar em pessoas de qualidade independentemente do partido! Mas isso os partidos não querem e por isso não querem abrir-se à sociedade! Revoluções para mudar para ideias erradas sob a capa de mensagens para o povo simples mas que advogam a saída da Europa, o isolamento num mundo global quando outros países como Sérvia, Montenegro, etc querem aderir por saberem que a necessidade de sobrevivência está num bloco coeso e nós agora iamos em contra ciclo á música da Europa e do mundo tal como nos festivais da canção? Mudar de ideologia para algo radical quando o que está errado é todo o sistema partidário e de organização do Estado? Que eu saiba nos países do norte da Europa com modelos de sucesso e que organizaram a sua vida vai para 20 anos, não existe crise nenhuma e têm modelos de sucesso. Afinal queremos seguir esse caminho democrático da evolução e organização ou preferimos os populismos e demagogias acéfalas para povinho ignorante de uma Venezuela? Cuba? ou Coreia do Norte? Agora queremos andar sempre com o FMI cá (3 vezes já diz tudo!) e a fazer revoluções a toda a hora quando ainda vivemos nos últimos 30 anos até hoje sob o abandalhar da última e isso já não nos chega para reflectir? Será que dois dos maiores partidos em Portugal não conseguem governar em conjunto como acontece em países organizados e evoluídos como a Holanda? Se não, é porque ambos querem chegar é ao pote do poder e distribuição do dinheiro e isso basta mudar o sistema eleitoral. Outro ponto é as pessoas acharem todas que a culpa é só dos políticos, quando é de todos! Quando se vai copiar para os exames é logo uma vigarice e isso começa nos bancos de escola! Os valores na nossa sociedade perderam-se vai para décadas! Criámos uma sociedade do TER em vez do SER e vejo esse abandalhar vai para muitos anos mas muitos só acordaram agora! Onde estavam todos por exemplo aquando da construção dos está dios do euro 2004? A atirar foguetes e curtir a vida? A beberem uns copos numa discoteca K e andarem em carros alemães em segunda mão e meterem-se a comprar casas de 300.000 quando se calhar nem para metade disso conseguiam sustentar? A fazerem filhos esquecendo que um filho é um investimento de pelo menos 100.000 eur ao longo da vida, esquecendo que um acidente incapacitante pode ocorrer ou perder-se um emprego etc? Enchendo o país de imigração sem qualificações dando estatutos de residência e naturalização em vez de vistos temporários de emprego como nos países organizados e evoluidos e até já como na semana passada em Moçambique? Andámos a dar subsídios de inserção para quem não procura activamente emprego e casas em facilitismos socialistas quando agora até temos portugueses que se dizem carênciados pela lei das rendas? Só agora? Onde estiveram todas essas décadas? Andou tudo a dormir e agora de repente é que querem revoluções de tontinhos? 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenho de admitir que ainda nao tive tempo de prestar atençao à noticia e tambem que ainda nao sou grd expert no assunto.

Mas quando olhei para esta noticia pela primeira vez, pensei que tinha como objectivo combater os off-shores, o que me pareceu positivo, no entanto estou a ver tanta gente a falar mal da decisao, porquê?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia JHR

Em relação a este assunto que se está a passar no Chipre (para já).Falava-se que o governo cipriota iria isentar os depositos ate os 20.000 euros ( daí eu questionar se os 100.000 ou mais, fossem distri-

buídos por varios bancos ate 20.000 euros, se estavam isentos da taxa).Hoje até li no jornal que irão isentar

destas taxas os depositos até o montante de 100.000 euros.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A medida não é para combater off-shores, até porque é aplicada cegamente a todos os depósitos.

É público que a intenção surgiu na "necessidade" de baixar o valor do resgate ao sistema bancário de Chipre de 17 biliões para 10 biliões de euros.

Basicamente os credores não estão dispostos a dar mais de 10 biliões e portanto Chipre precisa de arranjar os outros 7 biliões a algum lado e decidiu (dizem que sob chantagem), com ajuda da comissão da EU e BCE, fazer um imposto sobre os depósitos nos bancos.

Embora os ministros das finanças da zona euro, que se reuniram de emergência via videoconferencia ontem, tenham emitido um comunicado a sugerir que não se aplique o imposto nos depósitos abaixo dos 100 mil (para não violar o Fundo de Garantia de Depósitos, vigor nos estados membros), está em discussão aplicar taxas a partir dos 20 mil:

A nova proposta aponta para isenção de imposto extraordinário nos depósitos até 20 mil euros e para a manutenção de uma taxa de 6,75% nos depósitos entre 20 e 100 mil euros. Mantém-se também a taxa de 9,9% em todos os depósitos bancários acima dos 100 mil euros.

fonte: TSF

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É matemática pura. Existiam cerca de 6,5% mais ou menos abaixo dos 100.000 e 9,9% acima dos 100.000 e se tivesses 20.000 eur divididos por 4 bancos terias de ver aplicada a taxa de 6,5% quatro vezes ao total dos teus depósitos mas creio que já estão a pensar em baixar os escalões e até já vi 3% até 100.000 eur mas as negociações espero que salvem os depósitos até 100.000 eur para a regra de ouro não ser quebrada o que seria muito mau. O tiro foi certeiro para afastar os russos de Chipre mas a escolha é que foi errada ao se atingir todos os depositantes. Espero que alterem o erro e vi esta medida mais como uma luta de geo-política dado que a Rússia quer ali fazer um tampão na expansão europeia e anda de olho no gás natural.

Quanto a quem quer revoluções? Para quê? Para ficarem com dívidas na mão para distribuir? Mudar por mudar e colocar lá outros incompetentes ainda iguais ou maiores? O que tem de ser reformulado é todo o sistema partidário a começar pelo sistema eleitoral de se poder votar em pessoas de qualidade independentemente do partido! Mas isso os partidos não querem e por isso não querem abrir-se à sociedade! Revoluções para mudar para ideias erradas sob a capa de mensagens para o povo simples mas que advogam a saída da Europa, o isolamento num mundo global quando outros países como Sérvia, Montenegro, etc querem aderir por saberem que a necessidade de sobrevivência está num bloco coeso e nós agora iamos em contra ciclo á música da Europa e do mundo tal como nos festivais da canção? Mudar de ideologia para algo radical quando o que está errado é todo o sistema partidário e de organização do Estado? Que eu saiba nos países do norte da Europa com modelos de sucesso e que organizaram a sua vida vai para 20 anos, não existe crise nenhuma e têm modelos de sucesso. Afinal queremos seguir esse caminho democrático da evolução e organização ou preferimos os populismos e demagogias acéfalas para povinho ignorante de uma Venezuela? Cuba? ou Coreia do Norte? Agora queremos andar sempre com o FMI cá (3 vezes já diz tudo!) e a fazer revoluções a toda a hora quando ainda vivemos nos últimos 30 anos até hoje sob o abandalhar da última e isso já não nos chega para reflectir? Será que dois dos maiores partidos em Portugal não conseguem governar em conjunto como acontece em países organizados e evoluídos como a Holanda? Se não, é porque ambos querem chegar é ao pote do poder e distribuição do dinheiro e isso basta mudar o sistema eleitoral. Outro ponto é as pessoas acharem todas que a culpa é só dos políticos, quando é de todos! Quando se vai copiar para os exames é logo uma vigarice e isso começa nos bancos de escola! Os valores na nossa sociedade perderam-se vai para décadas! Criámos uma sociedade do TER em vez do SER e vejo esse abandalhar vai para muitos anos mas muitos só acordaram agora! Onde estavam todos por exemplo aquando da construção dos está dios do euro 2004? A atirar foguetes e curtir a vida? A beberem uns copos numa discoteca K e andarem em carros alemães em segunda mão e meterem-se a comprar casas de 300.000 quando se calhar nem para metade disso conseguiam sustentar? A fazerem filhos esquecendo que um filho é um investimento de pelo menos 100.000 eur ao longo da vida, esquecendo que um acidente incapacitante pode ocorrer ou perder-se um emprego etc? Enchendo o país de imigração sem qualificações dando estatutos de residência e naturalização em vez de vistos temporários de emprego como nos países organizados e evoluidos e até já como na semana passada em Moçambique? Andámos a dar subsídios de inserção para quem não procura activamente emprego e casas em facilitismos socialistas quando agora até temos portugueses que se dizem carênciados pela lei das rendas? Só agora? Onde estiveram todas essas décadas? Andou tudo a dormir e agora de repente é que querem revoluções de tontinhos? 

Grande post JHR concordo em absoluto!!!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em relação a isto, um dia o governo lembra-se e aplica um imposto sob os depósitos de 50 porcento sob o valor que um depositante tem. Está tudo bem, porque a diferença de a aplicar um imposto de 6% ou 50%, é só uma questão de números. Conclusão ninguém pode confiar nem nos bancos nem nos governos. Nós já nem somos donos do suor do nosso trabalho.

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
  mecp- Bom dia JHR

Em relação a este assunto que se está a passar no Chipre (para já).Falava-se que o governo cipriota iria isentar os depositos ate os 20.000 euros ( daí eu questionar se os 100.000 ou mais, fossem distri-

buídos por varios bancos ate 20.000 euros, se estavam isentos da taxa).Hoje até li no jornal que irão isentar

destas taxas os depositos até o montante de 100.000 euros.

Bom dia mecp

Sim, nesse caso se a isenção fosse até 20.000 eur estarias salvo, mas o correcto é não quebrarem a regra de ouro e isentarem tudo até aos 100.000 eur por banco. Depois se quiserem tocar nas contas com muitos milhões de lavagens de dinheiros da máfia russa que por lá existem é com eles. Acho que no fundo foi um aproveitar da situação para cascar nos interesses russos (Em Ibiza a máfia russa também têm grandes palácios! :-) ) e com os ingleses também a comerem por tabela já que querem só pertencer á Europa para os benefícios próprios e nunca para ajudar na inclusão dos povos e o Cameron tem bloqueado sempre todas as cimeiras só em prol dos interesses da City e a EU está farta disso.

lgl - A nova proposta aponta para isenção de imposto extraordinário nos depósitos até 20 mil euros e para a manutenção de uma taxa de 6,75% nos depósitos entre 20 e 100 mil euros. Mantém-se também a taxa de 9,9% em todos os depósitos bancários acima dos 100 mil euros.

Má proposta. Enquanto não for a isenção até 100.000 eur por banco a regra de ouro é violada e isso é intolerável. Então para que se anda a falar em união bancária, para logo na primeira oportunidade ao sabor do Estado que manda se quebrar? Isso cheira a união soviética. Compreendo a luta de geo-política contra russos e até um estalo de luva branca na arrogância dos ingleses, mas têm de emendar a mão e isentar de qualquer taxa até aos 100.000 eur, caso contrário perde-se a confiança de pessoas e mercados e põem tudo em causa, o que não é nada bom. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já agora uma questão...

Estou um bocado perplexo com isto,

nao estamos a falar de imposto sobre os juros, mas de impostos sobre os depósitos?

Por exemplo, se eu depositar 100 000€ no bacno do chipre e esse imposto de que se fala for de 10%, todos os anos o estado fica-me com 10 000€.

É disto que se fala? :o

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

não, não é disso que se fala, é do seguinte:

se tu tiveres 100.000 euros num banco do Chipre ESTE ANO eles retiram, a titulo de imposto ÚNICO os 10% , mas só este ano, para pagar parte do dinheiro que o Chipre necessita para assistência financeira.

trata-se de um roubo, por assim dizer - esperemos que não seja o 1º passo para aplicarem a medida em todos os países sob programa de assistência , com estes governantes microcéfalos que temos na Europa é disso que podemos esperar, infelizmente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

não, não é disso que se fala, é do seguinte:

se tu tiveres 100.000 euros num banco do Chipre ESTE ANO eles retiram, a titulo de imposto ÚNICO os 10% , mas só este ano, para pagar parte do dinheiro que o Chipre necessita para assistência financeira.

trata-se de um roubo, por assim dizer - esperemos que não seja o 1º passo para aplicarem a medida em todos os países sob programa de assistência , com estes governantes microcéfalos que temos na Europa é disso que podemos esperar, infelizmente.

Ok, retiram só este ano.

Mas estamos ainda assim a falar de 10% sobre o total do deposito, portanto sobre os 100 000€

que perfaz 100 000£*10%= 10 000€.

Parece-me tão absurdo que até estou incrédulo.

Não pode ser assim, então isto não faz sentido, vai ser uma corrida a levantamentos, a economia vai colapsar.

Só se fizerem a coisa de maneira a que não seja possível fazer levantamentos.

É ainda muito injusto, para famílias com pequenas poupanças.

Se for só aplicado  a depósitos grandes, já não vejo grande problema no que à injustiça diz respeito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

é um roubo, evidentemente. É lamentável.

e também não posso discordar dos comentários sobre o dinheiro russo e inglês nesses bancos : todos sabemos que as grandes lavagens de dinheiro não são no Chipre, pequeno país de 800 mil habitantes ( = Lisboa ) e com um PIB 10 vezes menor que Portugal: as grandes lavagens de dinheiro são depositadas na Suiça, na City, nas grandes praças financeiras e no mundo de hoje não faz sentido estar a dar bofetadas de luva branca nem em ingleses nem em russos, acho eu, e se eles depositam lá o seu dinheiro há que resoeitá-los. Se há dúvidas quanto à sua origem há que aclará-las antes de aceitar os depósitos, é tão simples quanto isto.

Tomara Portugal que os magnates russos viessem aqui depositar milhares de milhões - se não sabemos criar condições para isso, como p.ex. os ingleses e os americanos fazem de forma a que os abramoviches para lá levem dinheiro e comprem equipes de futebol e de basquetebol ainda bem para eles e mal para nós que somos uns incompetentes - como aliás está cabalmente demonstrado com os governos que temos agora e temos tido antes : uma cambada de incompetentes !

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vou para o Chipre abrir uma loja de cofres e alarmes :D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já agora, se a memória não me atraiçoa, não havia por aqui alguém no forum que tinha aberto conta no Privat do Chipre?

Espero que não tenha lá colocado muitos euros...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor