Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
chickenhawk

Arrendar uma casa

15 publicações neste tópico

Boa tarde,

Neste momento, tenho um quarto na minha casa que gostava de arrendar. No entanto não faço a mínima ideia quais são os documentos necessários para fazer, principalmente os fiscais.

Sei que tenho de fazer um contracto com inquilino para o qual estava a pensar seguir as seguintes linhas: http://juventude.gov.pt/Portal/Habitacao/Senhorio/

Quais são os documentos que irei precisar? E quais são aqueles que tenho de fornecer ao inquilino?

Obrigado pela ajuda:):)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Fazes o contrato (em duplicado - uma cópia para cada um, assinada pelos 2). Se não me engano, tens que pagar imposto de selo pelo contrato, mas podes confirmar isso nas finanças.

Compras um livro de recibos (à venda em muitas papelarias) e todos os meses forneces ao inquilino o respectivo recibo em troca da correspondente renda.

No próximo ano, na declaração de IRS, declaras os rendimentos prediais e pronto.

Acho que é só. Para alugar um quarto não me parece que seja preciso muito mais... mas se alguém souber mais alguma coisa que me corrija...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado, espero que seja assim pois assim nao parece tao complicado :):)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estive a ler informaçoes sobre o contracto e encontrei esta linha:

"Licença de utilização, seu número, data e entidade emitente; "

Tenho que requerer alguma lincença de arrendamento?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estive a ler informaçoes sobre o contracto e encontrei esta linha:

"Licença de utilização, seu número, data e entidade emitente; "

Tenho que requerer alguma lincença de arrendamento?

Provavelmente a licença de habitabilidade da casa?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Fazes o contrato (em duplicado - uma cópia para cada um, assinada pelos 2). Se não me engano, tens que pagar imposto de selo pelo contrato, mas podes confirmar isso nas finanças.

Compras um livro de recibos (à venda em muitas papelarias) e todos os meses forneces ao inquilino o respectivo recibo em troca da correspondente renda.

No próximo ano, na declaração de IRS, declaras os rendimentos prediais e pronto.

Acho que é só. Para alugar um quarto não me parece que seja preciso muito mais... mas se alguém souber mais alguma coisa que me corrija...

E se a casa foi adquirida com recurso a crédito pode-se alugar? Pareceu-me já ter lido qualquer coisa sobre isto, ou então estou enganada.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E se a casa foi adquirida com recurso a crédito pode-se alugar? Pareceu-me já ter lido qualquer coisa sobre isto, ou então estou enganada.

Uma vez que a casa é tua podes fazer o que quiseres... até vendê-la, imagine-se! ;)

Agora, se estás a usufruir de algum benefício (como isenção de IMI ou a descontar as prestações no IRS, por exemplo) e a arrendas, deixando ela de ser a tua habitação própria e permanente, perdes direito a isso tudo...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pode arrendar mas apenas se não tiver sido acordado com o banco outra coisa, convém confirmar na escritura.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Uma vez que a casa é tua podes fazer o que quiseres... até vendê-la, imagine-se! ;)

Agora, se estás a usufruir de algum benefício (como isenção de IMI ou a descontar as prestações no IRS, por exemplo) e a arrendas, deixando ela de ser a tua habitação própria e permanente, perdes direito a isso tudo...

Ah, então é isso. Se porventura o crédtito fosse bonificado, perderia esse direito. Certo?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bons dias outra vez :)

Tenho mais uma dúvida, o inquilino só pode descontar a renda no irs, se a sua morada fixa é a mesma morada da casa arrendada certo?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Artigo 89º (Código IRS)

1 - São dedutíveis à colecta 30% dos encargos a seguir mencionados relacionados com imóveis situados em território português: (Redacção dada pela Lei 60-A/2005, de 30 de Dezembro)

...

c) Importâncias, líquidas de subsídios ou comparticipações oficiais, suportadas a título de renda pelo arrendatário de prédio urbano ou da sua fracção autónoma para fins de habitação permanente, ...

Portanto, basicamente, a resposta é sim.

Mas penso que se se tratar de um estudante deslocado, pode meter como despesas de educação (mas não tenho a certeza)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

Neste momento, tenho um quarto na minha casa que gostava de arrendar. No entanto não faço a mínima ideia quais são os documentos necessários para fazer, principalmente os fiscais.

Sei que tenho de fazer um contracto com inquilino para o qual estava a pensar seguir as seguintes linhas: http://juventude.gov.pt/Portal/Habitacao/Senhorio/

Quais são os documentos que irei precisar? E quais são aqueles que tenho de fornecer ao inquilino?

Obrigado pela ajuda:):)

Meu amigo, não te deixes impressionar pelas derivas legalistas... então se há dezenas de proprietários (boa parte dos quais provavelmente bem mais afortunados do que tu), a arrendarem terrenos, garagens, armazéns, apartamentos (sobretudo a estudantes), tudo sem papéis, e tu que pretendes apenas alugar um quartito p ajudar a equilibrar as contas, vais mergulhar-te nessa burocracia toda?

Isto não é incentivar ao incumprimento geral, mas...tendo um pouco de confiança na pessoa a quem vais arrendar, não será viável evitar todo esse transtorno e despesas associadas?

Se achares por bem faz apenas um contrato particular, redigido e assinado entre ti e ele e garante que se compromete a não declarar nada em termos de IRS...assim não terás quaisquer problemas com as finanças  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Isto não é incentivar ao incumprimento geral, mas...tendo um pouco de confiança na pessoa a quem vais arrendar, não será viável evitar todo esse transtorno e despesas associadas?

Mas, para informação de quem pretende saber, qual é o transtorno e as despesas associadas?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas, para informação de quem pretende saber, qual é o transtorno e as despesas associadas?

Oh amigo Paulo, parece q estás sempre em despique, por argumentos sobre estratégias financeiras...e ja deves estar a imaginar-me cmo alguém fora da lei...por acaso até considero que sou bastante preciosista em mtos detalhes da vida, mas também já aprendi, por experiência própria, q em certas e muitas ocasiões não devemos ser "mais papistas que o Papa"!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Oh amigo Paulo, parece q estás sempre em despique, por argumentos sobre estratégias financeiras...e ja deves estar a imaginar-me cmo alguém fora da lei...por acaso até considero que sou bastante preciosista em mtos detalhes da vida, mas também já aprendi, por experiência própria, q em certas e muitas ocasiões não devemos ser "mais papistas que o Papa"!

Não é uma questão de despique...

Mas já que a pergunta original foi para saber quais eram os procedimentos a tomar, não ficava mal que mais alguém desse uma resposta ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0