ipaz

Quanto conseguem amealhar por mes?

14 publicações neste tópico

Isto vai uma crise daquelas!!quanto mais corto nas despesas menos consigo amealhar,nao da pra esticar mais.e voces quanto e como conseguem amealhar?  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu aconselho 10% a 15% do ordenado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

vais ter uma disparidade de respostas, tudo depende das condições de vida de cada um.

por enquanto consigo amealhar 85% do ordenado, isto porque vivo na casa dos pais, logo não pago casa, contas nem alimentação, como tenho a sorte de trabalhar perto de casa, vou a pé para o trabalho logo também não pago transportes e posso ir almoçar a casa, também não tenho vícios, ou melhor tenho um, os livros mas estabeleci um limite mensal  ;)

ora quando sair da casa dos pais, o que vai acontecer no primeiro semestre deste ano, vou deixar de conseguir amealhar tanto, mais um motivo para agora poupar tudo o que puder  ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

À volta de 60/70% do ordenado liquido. Também vivo em casa dos Pais o que ajuda e muito a contribuir para ter uma boa poupança, de qualquer forma como trabalho a 50Km de casa (100km diários c/ portagem) grande parte dos meus gastos vão para combustível. Também tenho que almoçar fora, mas a refeição é na empresa e até sai em conta. Penso que é um bom valor, no entanto gostava de conseguir poupar mais tanto percentualmente, como em valor absoluto (este principalmente e através de aumento de vencimento ;D)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ai que saudades que eu tenho de viver em casa dos papás  :D :D

Realmente a essa questão obterás muitas respostas. Eu, que já não vivo em casa dos pais, amealho pouquíssimo. No entanto, quando comecei a trabalhar e vivia na casa dos meus pais, contribuía o suficiente para que eles, que investiram na minha formação (obrigadão), tivessem uma vida mais desafogada de encargos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

  Eu que me considero poupado e até um pouco forreta, tive de me deslocar para longe de Lisboa para conseguir um emprego decente, embora temporário, na minha área de formação, portanto passei a ter de suportar o aluguer de um pequeno espaço para ficar mais as despesas inerentes aos transportes,tudo junto lá se vai cerca de 300 €,ou seja,40% do ordenado que poderia evitar gastar caso tivesse ficado por Lisboa e, por consequência, em casa dos pais.

  Mesmo assim, calculo que ainda consiga amealhar uns 25/30% ao fim do mês e atendendo a que estou também, em part-time, a colaborar com uma universidade, aproveitando os fds,dinheiro-extra que nesse caso apenas receberei daqui por 2/3 meses (sabemos como é o Estado para pagar aos fornecedores :-[) dá para me sentir minimamente reconfortado, em tempos de crise ;)

  Mas um pouco ao jeito do que já percebi que aqui a m.elis também defende, creio que, independemente de se viver ou não com os pais, uma família coesa, que saiba entreajudar-se num espírito de poupança conjunto também contribui bastante para melhorar a qualidade de vida de cada um dos seus membros...e é também isso que procuro fazer com a minha, ou uma parte dela, pelo menos :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

eu não amealho nada no final do mês  :)

Retiram-se logo 25% do vencimento liquido para uma poupança ou seja nem chego a ver a cor do dinheiro.

mesmo assim não acho que seja mau de todo tendo em conta que os especialistas aconselham a poupar pelo menos 5 a 10% do vencimento.

Contudo se mesmo depois dos 25% retirados (pago a mim mesma) ainda sobrar alguma coisita significativa faço um reforço adicional na poupança.

Já tenho renda para pagar, agua, luz gas telemovel alimentação fora de casa ( nãop tenho a sorte de trabalhar perto de casa) ginasio e pequena ajuda a meus pais.

Felizmente não tenho vicio do café, tabaco.

Não sou de comprar por impulso, nem tenho paciencia para andar as compras ( ehehe uma mulher dizer isto é raro!)

Adoro livros e perfumes... mas como pelo menos os segundos são muito caros peço sempre como prenda de anos e natal. ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

eu não amealho nada no final do mês  :)

Retiram-se logo 25% do vencimento liquido para uma poupança ou seja nem chego a ver a cor do dinheiro.

mesmo assim não acho que seja mau de todo tendo em conta que os especialistas aconselham a poupar pelo menos 5 a 10% do vencimento.

Contudo se mesmo depois dos 25% retirados (pago a mim mesma) ainda sobrar alguma coisita significativa faço um reforço adicional na poupança.

Já tenho renda para pagar, agua, luz gas telemovel alimentação fora de casa ( nãop tenho a sorte de trabalhar perto de casa) ginasio e pequena ajuda a meus pais.

Felizmente não tenho vicio do café, tabaco.

Não sou de comprar por impulso, nem tenho paciencia para andar as compras ( ehehe uma mulher dizer isto é raro!)

Adoro livros e perfumes... mas como pelo menos os segundos são muito caros peço sempre como prenda de anos e natal. ;D

Então 25% e ainda a possibilidade de um reforço não é poupança? Olha que muita gente "poupa" 0%!

Pagas renda, água, luz......É o preço da independência!

Também não tenho paciência para andar de loja em loja, e também sou mulher  ;). E conheço mais!

Perfumes (dos que se gostam) são óptimas prendas, para não falar de não gastares dinheiro em tabaco!

Afinal, poupas muito mais do que 25%!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Também não tenho paciência para andar de loja em loja, e também sou mulher  ;). E conheço mais!

Perfumes (dos que se gostam) são óptimas prendas, para não falar de não gastares dinheiro em tabaco!

Afinal, poupas muito mais do que 25%!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu sou homem e a minha consciência financeira obriga-me a ter imensa paciência p andar de loja em loja, a consultar na internet, a telefonar para os sítios e a fazer imensas contas no supermercado (preços vs. quantidades das embalagens,por ex. e descontos associados nas promoções) sempre à procura dos melhores negócios...posso dizer-vos que já cheguei a exasperar algumas companhias...femininas!!

Portanto, acho q o estereótipo de perder muito tempo nas compras só em parte e até certo ponto, deva ser considerado sinónimo de consumismo...

Se a tua consciência te obriga, força! Confesso que não tenho muita paciência embora também tenha de o fazer. Afinal todos o fazemos um pouco. ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

m.elis  :)

Quando vivia em casa dos meus pais tb contribuía para o orçamento familiar lá de casa.

O dinheiro que poupo agora mensalmente, depende. O ordenado não é fixo, há um bónus variável todos os anos, o reembolso do IRS tb é variável.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Isto vai uma crise daquelas!!quanto mais corto nas despesas menos consigo amealhar,nao da pra esticar mais.e voces quanto e como conseguem amealhar?  ;)

Precisas de partilhar connosco o teu balanço entre receitas e despesas...sabes que os membros do fórum são autênticos consultores financeiros entre si...certamente temos aí umas dicas cmo te fazer poupar...(ainda)...mais! ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

sim a interpretação é puramente consumista...

como o comum dos mortais tb tenho que fazer compras de casa, vestir calçar etc... mas apenas quando é estritamente necessario...

Estava a dar o exemplo de muitas mulheres ( e homens tb)que apesar de terem 20 pares de sapatos e 20 malas ainda acham que precisam de mais!... ou que compram roupa por impulso e depois nem chegam a usar!

No final do mês nem sempre sobra mas quando sobra sim ponho de lado aparece sempre uma despesasita extra, mas com boa vontade alguma imaginação e muito controlo consigo nem que seja mais 30 euros.... ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

acho que aqui a grande vantagem na minha maneira de poupar é pagar logo a mim primeiro... depois sou mesmo forçada a viver com o restante.

Logico que para fazer este calculo dos 25% coloco de um lado o que ganho e do outro as despesas fixas depois estimo um valor para o lazer e roupa ( caso precise). mais que os 25% já torna-se complicado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead