Visitante Wellison

Aderia ao FIES ou usar recursos da Poupança?

3 publicações neste tópico

Gostaria, se possível, da ajuda, ou melhor, do conselho dos amigos na seguinte questão:

Recentemente passei no vestibular da PUC Minas para o curso Sistemas de Informação. Como a mensalidade vai ser um pouco “pesada” para mim (aproximadamente R$ 900,00 por mês), estive pensando em aderir ao FIES para, pelo menos, auxiliar na metade do pagamento deste valor. Entretanto, há a questão de se pagar depois, especialmente em relação aos juros (pelo que entendi, 3,4% ao ano). Por outro lado, tenho algumas economias (depositadas em poupança) e poderia usá-las também.

Estive fazendo uma conta simples, apenas como leigo, sem qualquer conhecimento econômico. Com o FIES pagaria de juros 3,4% ao ano. Já deixando o dinheiro aplicado em poupança, o mesmo renderia cerca de 6% no ano (considerando-se a média de 0,5% ao mês, que normalmente tem sido o percentual de rendimento da aplicação). Perdoem-me se o raciocínio estiver errado.

O que vocês consideram melhor do ponto de vista econômico/financeiro: aderir ao FIES ou usar estes recursos que tenho guardados na caderneta de poupança?

Desde já, meus agradecimentos a todos!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este fórum (e blog) foi criado sobretudo para portugueses (de Portugal ;) )

É capaz de não ser o melhor local para esclarecer dúvidas sobre aplicações/créditos no Brasil. A maior parte dos utilizadores daqui (incluindo eu) não sabe o que é o FIES ou quais as melhores poupanças disponíveis por aí.

Assim por alto, com os dados que disse, parece-me mais vantajoso deixar as poupanças quietas, já que rendem mais do que esse crédito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado!

Só para esclarecer o que é o FIES aqui no Brasil:

O Fundo de Financiamento Estudantil(Fies) é um programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições não gratuitas. Podem recorrer ao financiamento os estudantes matriculados em cursos superiores que tenham avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação.

Em 2010 o FIES passou a funcionar em um novo formato. O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) passou a ser o Agente Operador do Programa e os juros caíram para 3,4% ao ano. Além disso, passou a ser permitido ao estudante solicitar o financiamento em qualquer período do ano.

Mesmo os assuntos sendo referentes à Portugal, se ainda assim alguém entendido no assunto (talvez o um brasileiro que acompanhe o Fórum) puder dar opinião sobre o que é melhor, ou seja, pegar o financiamento e deixar o dinheiro que tenho aplicado na poupança ou usar o que tenho aplicado e deixar o financiamento de lado , ficarei grato.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead