Joseca

Será a Arbitragem Desportiva um investimento seguro?

17 publicações neste tópico

Olá

Sigo o tema das apostas desportivas à cerca de 2 anos, contudo, não sou um grande apostador, já perdi dinheiro na bolsa, nas apostas desportivas e acho tudo isto arriscado.

Mas, tenho seguido com alguma atenção a arbitragem desportiva atravez das várias casas que existem para o efeito. Embora existam defeitos e valores que se mostram incorrectos, os resultados certos são muito interessantes.

Gostaria de colocar este tema à discussão, pois acredito que desemvolvendo de forma especifica e metódica este sistema os resultados mensais podem atingir os 20%/30% ao mês de rentabilidade sem risco.

Que vos parece?

Obg

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sem risco? Que ilusão.

Para além de o risco 0 ser apenas "ideal", a arbitragem desportiva acarreta certamente mais risco do que um depósito a prazo ou um fundo de liquidez.

Na teoria é muito bonito. Encontrar odds numa casa e outra que beneficiem qualquer que seja o resultado. Na prática isso é muito mais complicado. Eu costuma utilizar a técnica da contra-aposta para aproveitar os bónus das casas, o que é um parente próximo da arbitragem (o ideal seria conseguir os bónus das casas só com arbs). Mas eu sei na pele que encontrar abrs não é assim tão de caras como pode parecer. E exige muito tempo para andar em cima das odds.

Para além disso, está-se sujeito à liquidez do mercado, que pode ser muito limitada. Por outro lado, casas de apostas não têm a segurança de uma correctora financeira. Com isto quero dizer que erros podem acontecer numa casa ou na outra, que não permitam colocar todo o montante que se quer, ficando underlay num caso, por exemplo.

Imaginemos que há alguma falha no site e que a aposta não é correctamente submetida. O site pode muito bem devolver o valor da aposta, mas tendo feito já a outra aposta do outro lado caso o resultado seja conta a 2ª casa, fica-se a perder. Já para não falar de sermos nós próprios a fazer porcaria da grossa ao clicarmos mal na aposta ou na aposta errada (como eu choro os meus 500€ que perdi assim  :'( )

Para além disso, está-se sujeito a manias das casas como limitação de contas, congelamento, etc. Algumas não vêm com bons olhos arbitragem e podem bloquear contas se houver suspeitas.

Isto não quer dizer que não um tipo de investimento interessante. O que quero fazer notar é que há muitos "ses" e muitas pequenas coisas onde pode correr mal. Tendo em conta a velocidade a que as odds mudam, às vezes basta demorar um pouco mais para já não apanhar uma aposta que dê lucro.

Resumindo: Investimento interessante? Sim, sabendo ter as coisas bem planeadas. Seguro? Mais ou menos. Não entrar nisso à confiança a pensar que nada de mau pode acontecer.

Aquilo que eu disse encontra-se melhor explicado aqui: http://www.arbitragemapostas.com/arbitragem.htm

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pelo post;

Depois de alguma esperiência com apostas desportivas, e concordando com tudo o que mencionou,

Estou precisamente à dois meses no ponto 3 dos antidotos, do site que colocou.

Mesmo com os riscos associados, penso que é um investimento interessante para quem têm tempo e algum dinheiro disponivel.

Com trabalho, pesquisa, determinação e paciencia, pode-se reduzir, em muito, os riscos que são mais por falta de atenção ou de informação.

Para minimizar tais erros estou a desenvolver um método/programado.

Preciso em breve de começar a investir a sério e testar todo o trabalho que venho a desenvolver, para tal só tenho de conseguir o investimento.

Obg

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se já vai assim adiantado, já está mais à frente do que a maior parte dos utilizadores deste fórum. Pouco do que dissermos alterará a sua opinião.

Agora "interessante" não implica necessariamente "seguro". Se a relação risco/retorno é interessante, é uma discussão pertiente com bastante pano para debater, abordando o tempo consumido, dedicação, etc...

Agora classificar com o termo "seguro", usando como referência aplicações financeiras mais convencionais e de baixo risco, aí sinto-me mesmo inclinado a dizer simplesmente não.

Não digo que não consiga programar um sistema que funcione muito bem, mas o próprio acto de o ter de criar de forma a adaptar-se a realidade das apostas desportivas implica muito cuidado. Uma coisinha mal calculada pode ter resultados maus. Daí existir um risco não-desprezável implicito em todo o desenvolvimento do metodo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A palavra Arbitragem aqui tem a ver com Árbitro ?  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

LOL. Podias clicar no link que eu pus que aprendias logo.  :laugh:

É curioso como na introdução do site diz especificamente que isto não tem nada a ver com os árbitros.

Mas pronto, eu vou ser bonzinho e transcrever a definição da wikipedia:

Arbitragem, no mercado financeiro e em Economia, entende-se por uma operação de compra e venda de valores negociáveis, realizada com o objetivo de ganhos económicos sobre a diferença de preços existentes, para um mesmo ativo, entre dois mercados. Trata-se de uma operação sem riscos em que o arbitragista aproveita o espaço de tempo existente entre a compra e a venda (em que o preço ativo ainda não se ajustou) para auferir lucro. Por exemplo sendo uma mesma ação cotada em dois mercados, o arbitragista compra o ativo no mercado em que ele estiver cotado a preço mais baixo e vende-o no outro mercado obtendo lucro. Outro exemplo é a arbitragem de compra de 'direitos a uma ação' contra a compra desta mesma ação, aplicando-se o mesmo principio.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

LOL. Podias clicar no link que eu pus que aprendias logo.  :laugh:

É curioso como na introdução do site diz especificamente que isto não tem nada a ver com os árbitros.

Mas pronto, eu vou ser bonzinho e transcrever a definição da wikipedia:

Arbitragem, no mercado financeiro e em Economia, entende-se por uma operação de compra e venda de valores negociáveis, realizada com o objetivo de ganhos económicos sobre a diferença de preços existentes, para um mesmo ativo, entre dois mercados. Trata-se de uma operação sem riscos em que o arbitragista aproveita o espaço de tempo existente entre a compra e a venda (em que o preço ativo ainda não se ajustou) para auferir lucro. Por exemplo sendo uma mesma ação cotada em dois mercados, o arbitragista compra o ativo no mercado em que ele estiver cotado a preço mais baixo e vende-o no outro mercado obtendo lucro. Outro exemplo é a arbitragem de compra de 'direitos a uma ação' contra a compra desta mesma ação, aplicando-se o mesmo principio.

Ho que chatice lol, podia ser tipo, apostar quantos amarelos o árbrito vai mostrar no jogo :) :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A palavra Arbitragem aqui tem a ver com Árbitro ?  :)

Estou com a mesma dúvida... do que deduzi não, mas não está claro o porquê ou qual a designação a usar...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Julgo que a utilização da palvra árbitro para os desportos é posterior à sua utilização financeira. Como é a palavra chegou aos desportos não sei. Mas a utilização de arbitragem aqui é bem clara. As odds (probabilidades) que um certo acontecimento deportivo são um mercado. Nós podemos aproveitar a diferença de preços que existe entre casas desportivas para o mesmo acontecimento (ex: marcarem-se mais de 3 golos num jogo) para lucrar.

Ao contrário dos mercados financeiros, onde é uma obrigação ou uma matéria prima o activo que estamos a comprar, aqui é uma probabilidade de um acontecimento (com o respectivo ganho associado).

D@vid, até podes usar isso dos amarelos. A probabilidade de o árbitro mostrar amarelos no jogo é acontecimento possível sobre o qual podemos arbitrar, desde que duas casas disponibilizem esse mercado.  ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu sei que dá um trabalho do catano ler tanto texto mas, se ainda não conhece (o que duvido) passe os olhos nisto http://www.academiadasapostas.com/forum

Eu tambem gosto de fazer umas apostas (trading), mas faço-o sempre pelo prazer de jogar e do mercado em que entro pois gosto de futebol. Há quem tire sempre alguns € diários e acredite que não é assim tão dificil e tão arriscado se o mercado for bem estudado! Estude isso! ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado socio,

Não sabia deste forum.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

De finanças não percebo mas de apostas ainda sei alguma coisa  :)

A arbitragem em apostas desportivas consiste em apostar em todos os resultados possíveis por exemplo no 1, x e no 2 mas de uma forma a que devolva lucro. Isto acontece pois existe uma grande divergência nos preços (odds) entre as casas de apostas. São anomalias nos preços e portanto situações excepcionais.

Como temos de colocar apostas em várias casas num curto espaço de tempo isto tem implicações e riscos.

- se por algum motivo uma casa cancelar uma aposta as perdas podem ser brutais.

- como as casas de apostas variam as odds ajustando-as à procura vs oferta, se não formos suficientemente rápidos podemos não ir a tempo de apanhar os preços que permitem fazer a arbitragem e daí, se isto acontecer, temos de limitar as perdas apanhando uma odd mais baixa.

- Outro problema tem que ver com os limites. Os montantes que podem apostar num determinado palpite variam de casa para casa portanto pode acontecer não conseguirem apostar a quantidade que precisam para garantirem lucro independentemente do resultado final ou seja conseguirem a arbitragem. Neste caso teriam de colocar o dinheiro em falta numa outra casa (implicando provavelmente menor lucro pois iriam apanhar um preço pior).

- As casas de apostas assim que ser apercebem que estão perante um apostador ganhador (e quem faz arbitragem enquadra-se nesse cenário) limitam-lhes as apostas. É uma forma simpática de os convidarem a não apostar mais nessa casa.

- Como têm de colocar apostas em várias casas precisam de uma grande banca espalhada por várias casas (muitas delas de reputação duvidosa).

- Como há muita gente a fazer arbitragens têm de ser muito rápidos e assim é quase obrigatório subscreverem um serviço de alerta de arbitragens (pago). Há serviços grátis mas como toda a gente tem acesso a eles quando vamos a conferir as odds as casas de apostas já ajustaram os preços.

Por tudo isto, arbitragens não obrigado.

É apenas uma opinião pessoal mas quem estiver interessado em lucrar com apostas recomendo registarem-se não numa casa de apostas tradicional como a bwin mas sim numa bolsa de apostas como a Betfair (a melhor) e aprender a fazer trading. Há cada vez mais pessoas a migrarem dos mercados financeiros para as apostas em concreto trading na Betfair. Li algures que a betfair tem mais ordens de compra/venda que todas as bolsas de valores da Europa juntas. Verdade ou não a questão é que a betfair é um fenómeno que muita gente não imagina e no caso de trading tem muito pouco que ver com apostas desportivas. Se vos disser que já fiz trading em modalidades que não faço a mínima ideia das regras dá para ficarem com uma ideia do que estou a falar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Concordo com tudo o que disse. Mesmo com as contra-apostas, já fiquei limitado num par de casas. Até sem ter ganho muito. Por alguma razão é que a técnica da contraposta usa sempre como casa principal Betfair/Smarkets. Estas bolsas de apostas, como se compram/vendem odds de outros utilizadores, nunca lesamos a casa e por isso não há dessas tretas de limitações de conta.

A desvantangem é que cobram comissões em relação aos ganhos, logo é preciso uma odd um pouco mais elevada para ter lucro.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

De finanças não percebo mas de apostas ainda sei alguma coisa  :)

A arbitragem em apostas desportivas consiste em apostar em todos os resultados possíveis por exemplo no 1, x e no 2 mas de uma forma a que devolva lucro. Isto acontece pois existe uma grande divergência nos preços (odds) entre as casas de apostas. São anomalias nos preços e portanto situações excepcionais.

Como temos de colocar apostas em várias casas num curto espaço de tempo isto tem implicações e riscos.

- se por algum motivo uma casa cancelar uma aposta as perdas podem ser brutais.

- como as casas de apostas variam as odds ajustando-as à procura vs oferta, se não formos suficientemente rápidos podemos não ir a tempo de apanhar os preços que permitem fazer a arbitragem e daí, se isto acontecer, temos de limitar as perdas apanhando uma odd mais baixa.

- Outro problema tem que ver com os limites. Os montantes que podem apostar num determinado palpite variam de casa para casa portanto pode acontecer não conseguirem apostar a quantidade que precisam para garantirem lucro independentemente do resultado final ou seja conseguirem a arbitragem. Neste caso teriam de colocar o dinheiro em falta numa outra casa (implicando provavelmente menor lucro pois iriam apanhar um preço pior).

- As casas de apostas assim que ser apercebem que estão perante um apostador ganhador (e quem faz arbitragem enquadra-se nesse cenário) limitam-lhes as apostas. É uma forma simpática de os convidarem a não apostar mais nessa casa.

- Como têm de colocar apostas em várias casas precisam de uma grande banca espalhada por várias casas (muitas delas de reputação duvidosa).

- Como há muita gente a fazer arbitragens têm de ser muito rápidos e assim é quase obrigatório subscreverem um serviço de alerta de arbitragens (pago). Há serviços grátis mas como toda a gente tem acesso a eles quando vamos a conferir as odds as casas de apostas já ajustaram os preços.

Por tudo isto, arbitragens não obrigado.

É apenas uma opinião pessoal mas quem estiver interessado em lucrar com apostas recomendo registarem-se não numa casa de apostas tradicional como a bwin mas sim numa bolsa de apostas como a Betfair (a melhor) e aprender a fazer trading. Há cada vez mais pessoas a migrarem dos mercados financeiros para as apostas em concreto trading na Betfair. Li algures que a betfair tem mais ordens de compra/venda que todas as bolsas de valores da Europa juntas. Verdade ou não a questão é que a betfair é um fenómeno que muita gente não imagina e no caso de trading tem muito pouco que ver com apostas desportivas. Se vos disser que já fiz trading em modalidades que não faço a mínima ideia das regras dá para ficarem com uma ideia do que estou a falar.

O pior é quando a tal lei que muitos temem entrar em vigor. Noutros países já não se pode apostar na Betfair! Até lá vamos apostando!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A desvantangem é que cobram comissões em relação aos ganhos, logo é preciso uma odd um pouco mais elevada para ter lucro.

As comissões são uma dor de cabeça e a Betfair não faz a coisa por menos.

A comissão base para todas as pessoas são 5% (pode ser menor se a pessoa ganhar pontos Betfair).

Depois existe a taxa premium que apenas se aplica a alguns que é cerca de 20% do lucro menos a % de comissão gerada.

Depois existe uma taxa premium extra ainda superior à anterior para quem lucrou mais de 250K.

O pior é quando a tal lei que muitos temem entrar em vigor. Noutros países já não se pode apostar na Betfair! Até lá vamos apostando!

A lei era suposto entrar em vigor em Dezembro de 2012. Mas, provavelmente ainda vai demorar. Repara que havia uma proposta de ser a SCML a regular o mercado das apostas online. Sendo a SCML parte interessada em matéria referente ao jogo isto levanta um sério problema de incompatibilidade pois a SCML seria operadora e reguladora em simultâneo.

Há paises que proibiram como por exemplo em Espanha mas, pela minha observação, reparo que a liga espanhola tem ainda mais liquidez do que anteriormente. Creio que a proibição significou ainda mais publicidade em relação à Betfair. Há formas de contornar a impossibilidade de apostar na Betfair e estou certo que os espanhois que apostavam na Betfair sabem-no de cor e salteado.

A proibição em alguns países, para mim, não passa de um mal entendido. Todos os argumentos que ouvi até hoje que justificaram a proibição não fazem sentido.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Apostas = risco... e muitas vezes bem mais elevado que se pensa!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Aconselho vivamente a quem gosta deste tipo de investimento, a falar com o Paulo Rebelo, ou pelo menos ao site dele...

Ele ajuda e mostra o método que usa..e ao que parece vive disto..

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead