Visitante Rexa13

IRS após divórcio

40 publicações neste tópico

Olá a todos.

Estou a divorciar-me e tenho dúvidas de como será o IRS de 2012 e 2013.

podem ajudar-me?

O divórcio fica concluído agora em Janeiro.

Desde já agradeço

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se só é assinado em Janeiro de 2013, o IRS relativo a 2012 será igual como casados. O relativo a 2013, a ser entregue em 2014, é que já terá o divórcio durante esse ano em conta.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia,

Estou na mesma situação do acima indicado, ou seja, só me divorciei (no tribunal) em Fevereiro de 2013.

Quer isso dizer que vou ter que apresentar o IRS de 2012 como casado com a minha ex-exposa? Já tenho o meu estado civil e morada (inclusive outra repartição de finanças) alterados, isso não é impedimento?

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, porque durante 2012 (ano ao qual correspondem os rendimentos) ainda estiveram casados.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, porque durante 2012 (ano ao qual correspondem os rendimentos) ainda estiveram casados.

Apesar do incómodo que isso me causa... o que me está a causar confusão é o facto de agora cada um de nós estar "inscrito" numa repartição de finanças diferente.

Pelo que indica, temos que efectuar a declaração em conjunto, ou seja, vou (como até ao anop passado) apresentar pela internet a declaração de rendimentos onde serei o sujeito A e a minha ex-esposa o sujeito B, certo? Uma vez que são diferentesm, qual a repartição de finanças que devo de indicar?

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Será aquela em que estavam inscritos durante 2012 em que ainda eram casados.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Será aquela em que estavam inscritos durante 2012 em que ainda eram casados.

Muito obrigado pela explicação prestada.

Um abraço.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

O meu ex-marido trabalha no estrangeiro desde 2011. Em Outubro de 2013 foi declarado o divórcio. A dúvida é: tendo eu ficado com a guarda exclusiva dos dois filhos menores e tendo o meu ex-marido residÊncia fiscal e laboral no estrangeiro como será a minha declaração de IRS referente ao ano 2013 já que me disseram que ele não terá que a fazer? Esta informação está correcta??

Existe pensão de alimentos para os dois filhos. Eu comprei-lhe a metade da nossa casa. O meu ex-marido vai fazer declaração de Irs? E se sim terá que declarar este valor? Gostaria que me explicasse os pormenores do preenchimento de Irs. As despesas médicas, medicamentos, educação são minhas.  Obrigado desde já pela atenção cedida.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
O meu ex-marido trabalha no estrangeiro desde 2011. Em Outubro de 2013 foi declarado o divórcio. A dúvida é: tendo eu ficado com a guarda exclusiva dos dois filhos menores e tendo o meu ex-marido residÊncia fiscal e laboral no estrangeiro como será a minha declaração de IRS referente ao ano 2013 já que me disseram que ele não terá que a fazer? Esta informação está correcta??
Tendo em conta a informação até aqui prestada sim - se o divórcio já saiu metem declarações em separado. Se ele não tem rendimentos em Portugal nem mora cá, não tem porque meter a declaração dele sequer...
Existe pensão de alimentos para os dois filhos. Eu comprei-lhe a metade da nossa casa. O meu ex-marido vai fazer declaração de Irs? E se sim terá que declarar este valor?
Aqui o caso já muda de figura - se ele vendeu uma casa cá, tem de meter declaração de IRS com essa venda.
Gostaria que me explicasse os pormenores do preenchimento de Irs. As despesas médicas, medicamentos, educação são minhas.

Metes a declaração sozinha com os teus dois filhos como dependentes. Assumindo que essas despesas estão em nome deles ou no teu, podes metê-las também na tua declaração.
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

divorciei-me o ano passado em abril. Foi um divórcio por mútuo acordo, os filhos menores ficaram a meu cargo, e ficou estipulado que o meu ex-marido pagaria um pensão de alimentos para os dois e as despesas de saúde e educação seriam divididas.

A minha dúvida é: como preencho a declaração de IRS este ano? os filhos ficam só declarados na minha declaração? Tenho que declarar a pensão de alimentos paga pelo pai? Como é que faço? E se ele não pagou? Posso não declarar qualquer valor?

Desculpem tantas perguntas mas tudo é novo para mim. Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

divorciei-me o ano passado em abril. Foi um divórcio por mútuo acordo, os filhos menores ficaram a meu cargo, e ficou estipulado que o meu ex-marido pagaria um pensão de alimentos para os dois e as despesas de saúde e educação seriam divididas.

A minha dúvida é: como preencho a declaração de IRS este ano? os filhos ficam só declarados na minha declaração? Tenho que declarar a pensão de alimentos paga pelo pai? Como é que faço? E se ele não pagou? Posso não declarar qualquer valor?

Desculpem tantas perguntas mas tudo é novo para mim. Obrigado

As pensões recebidas são consideradas rendimento dos menores. Pelo que devem ser declaradas no Anexo A, como rendimento de pensões de alimentos (código 406), sendo os titulares os menores.

Os menores, como não há guarda partilhada, apenas devem constar na sua declaração como dependentes.

Todas as depesas (saúde + educação) dos menores devem ir na totalidade na declaração da mãe.

O pai declara os pagamentos (pensões alimentos + 50% despesas) como despesas no Anexo H.

No caso do pai não ter pago, nada há declarar como rendimentos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia,

divorciei-me o ano passado em Junho. Continuamos a viver na mesma casa, visto ainda não ter conseguido vender e com o nosso filho menor. Não pago pensão de alimentos, visto todas as despesas relativas ao nosso filho e á casa serem pagas a meias pelos dois. As minhas dúvidas são as seguintes: o irs deve de ser feito como divorciados ou como casados, visto o ano passado termos estado nas duas situações?; e no caso de termos de efectuar a declaração como divorciados, cada um faz a sua, posso apresentar metade das despesas do nosso filho, visto não ter pago pensão de alimentos e pagar metade de todas as despesas?. Desde já agradeço a atenção e a disponibilidade prestada. Obrigado e bom dia.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

divorciei-me o ano passado em Junho. Continuamos a viver na mesma casa, visto ainda não ter conseguido vender e com o nosso filho menor. Não pago pensão de alimentos, visto todas as despesas relativas ao nosso filho e á casa serem pagas a meias pelos dois. As minhas dúvidas são as seguintes: o irs deve de ser feito como divorciados ou como casados, visto o ano passado termos estado nas duas situações?; e no caso de termos de efectuar a declaração como divorciados, cada um faz a sua, posso apresentar metade das despesas do nosso filho, visto não ter pago pensão de alimentos e pagar metade de todas as despesas?. Desde já agradeço a atenção e a disponibilidade prestada. Obrigado e bom dia.

O que conta é a situação no dia 31 de Dezembro, portanto metem o IRS em separado.

Quanto às despesas com o vosso filho, ele só pode constar como dependente numa declaração e só nessa é que podem incluir as despesas. O que podem é fazer as contas entre vocês dois para ver em qual das declarações compensa mais meter as despesas e depois esse compensar o outro da diferença, por exemplo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Divorciei-me em Maio do ano passado. O divórcio foi de comum acordo e a casa onde morávamos, que era de ambos, ficou na posse da minha ex-mulher, ou seja, eu vendi-lhe a minha parte no acto do divórcio.

A declaração de IRS relativa a 2013 ainda é conjunta ou cada um faz a sua?

Devo declarar a venda da minha parte da casa na declaração de IRS?

Bom dia e obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Divorciei-me em Maio do ano passado. O divórcio foi de comum acordo e a casa onde morávamos, que era de ambos, ficou na posse da minha ex-mulher, ou seja, eu vendi-lhe a minha parte no acto do divórcio.

A declaração de IRS relativa a 2013 ainda é conjunta ou cada um faz a sua?

Devo declarar a venda da minha parte da casa na declaração de IRS?

Cada um faz a sua declaração.

Deves declarar a venda da tua parte da casa, sim.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Divorciei-me em 2012 e o meu ex-marido ficou responsável em tribunal pela casa, pelo pagamento das prestações da casa e por todos os custos e benefícios que pudessem advir daí. Em 2013, soube que ele vendeu a casa, liquidou o empréstimo da casa mas eu nunca estive presente quer na escritura de venda ou no negocio existente pois o mesmo ficou com uma procuração. Estava a submeter o IRS e não consigo pois diz que tenho de submeter noutra fase pois houve venda de imóvel. Mas eu não usufruí de nada pois ficou assim estabelecido pelo que não posso declarar o beneficio. correto? poderei avançar? a minha morada fiscal alterou em 2012 e tenho contrato de arrendamento desde essa data.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Divorciei-me em 2012 e o meu ex-marido ficou responsável em tribunal pela casa, pelo pagamento das prestações da casa e por todos os custos e benefícios que pudessem advir daí. Em 2013, soube que ele vendeu a casa, liquidou o empréstimo da casa mas eu nunca estive presente quer na escritura de venda ou no negocio existente pois o mesmo ficou com uma procuração. Estava a submeter o IRS e não consigo pois diz que tenho de submeter noutra fase pois houve venda de imóvel. Mas eu não usufruí de nada pois ficou assim estabelecido pelo que não posso declarar o beneficio. correto? poderei avançar? a minha morada fiscal alterou em 2012 e tenho contrato de arrendamento desde essa data.

Das duas uma: ou lhe passaste a casa a ele em 2012 ou então também foste uma das partes que a vendeu no ano passado.

No primeiro caso devias ter declarado a transmissão da casa no ano passado. No segundo caso (mais provável) tens de declarar a transmissão da casa porque ela ainda estava em teu nome.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vou divorciar-me agora no início de 2015, com guarda parental da parte da mãe, eu terei que dar uma pensão de alimentos e ficou acordado que despesas de Saúde, educação e vestuário seriam suportadas a 50% por cada um dos conjuges.

Dúvidas:

1) a declaração IRS 2014 é conjunta, certo? Só a de 2015 é que será separada, certo?

2) Uma vez que despesas de saúde, educação e vestuários serão suportados pelos dois conjuges a 50-50, como e quem coloca isso no IRS?

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vou divorciar-me agora no início de 2015, com guarda parental da parte da mãe, eu terei que dar uma pensão de alimentos e ficou acordado que despesas de Saúde, educação e vestuário seriam suportadas a 50% por cada um dos conjuges.

Dúvidas:

1) a declaração IRS 2014 é conjunta, certo? Só a de 2015 é que será separada, certo?

2) Uma vez que despesas de saúde, educação e vestuários serão suportados pelos dois conjuges a 50-50, como e quem coloca isso no IRS?

Em teoria até podiam meter a de 2014 como separados de facto. É uma questão de ver o que vos compensa mais.

Quanto às despesas, só podem ser colocadas na declaração de quem a vossa filha figurar (e só pode constar numa das declarações). Salvo erro, o CIRS diz que deve ser incluída na declaração de quem tem a guarda (art 13º, creio, mas a informação fiscal do portal das finanças está em baixo e não consigo ir confirmar agora...)

O que podem fazer é depois tentar acertar as contas, no sentido de ela te dar também uma parte do reembolso

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O meu divórcio foi declarado a 23 de Dezembro, quero colocar o IRS de 2014 em conjunto será que ainda posso??

Obrigado!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O meu divórcio foi declarado a 23 de Dezembro, quero colocar o IRS de 2014 em conjunto será que ainda posso??

Duvido - o que conta é a situação no dia 31 de Dezembro...
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

Divorciei-me em Agosto de 2014, tenho uma filha e a guarda ficou partilhada, no entanto eu fiquei com a responsabilidade de pagar as suas despesas (educação e saúde) tenho de colocar a minha filha como minha dependente e colocar as despesas dela no meu IRS, certo?

Pago mensalmente uma pensão de alimentos à minha ex-esposa, deste valor posso colocar 20% no IRS, certo?

A casa de morada de familia ainda está no nome de ambos, no entanto eu como estou a pagar todas as despesas é que vivo lá. No IRS posso colocra todas as despesas com a casa no meu IRS, certo?

Obrigado,

José Cruz

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Divorciei-me em Agosto de 2014, tenho uma filha e a guarda ficou partilhada, no entanto eu fiquei com a responsabilidade de pagar as suas despesas (educação e saúde) tenho de colocar a minha filha como minha dependente e colocar as despesas dela no meu IRS, certo?
À partida, se és tu que suportas as despesas todas, eu diria que sim.

Atenção que só um de vocês a pode declarar como dependente, não se esqueçam.

Pago mensalmente uma pensão de alimentos à minha ex-esposa, deste valor posso colocar 20% no IRS, certo?
Podes deduzir 20%. Creio que deves declarar a totalidade, o fisco faz as contas (mas consultas as instruções de preenchimento, quando estiveres a preencher a declaração).

A casa de morada de familia ainda está no nome de ambos, no entanto eu como estou a pagar todas as despesas é que vivo lá. No IRS posso colocra todas as despesas com a casa no meu IRS, certo?
As únicas despesas dedutíveis com a casa (para habitação própria e permanente) são os juros do crédito habitação e mesmo esses, só para contratos celebrados até 2011.
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ola boa noite. Tenho algumas duvidas em relação ao irs. O meu irmão Ficou oficialmente divorciado a 3 de Dezembro. O filho ficou à guarda da mãe, todos os meses ele paga pensão e as despesas de saúde e escolar é 50-50. Tinham um empréstimo em nome de ambos. O meu irmão ficou com a casa e pagou a ela metade do que tinham pago até a data do divórcio. Nos documentos do divórcio ficou escrito a quantia que lhe tem de dar. Eles acordaram e o meu irmão paga-lhe em 3 prestações (mas nos papéis ficou como se tivesse já  pago).

As minhas dúvidas são:

Como o meu irmão tem despesas escolares (pagamento mensalidade infantário), não terá de por também dependentes?

Em relação à casa,  ele tem de declarar o que tem de lhe dar? Ou como só em Janeiro pagou a 1ª vez, só no irs do próximo ano declara?

Peço desculpa pelo incômodo.... espero terem entendido o que quero dizer :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor