Visitante FS

Crédito renegociado + separação

5 publicações neste tópico

Boa noite,

Venho pedir que me orientem na seguinte situação:

Eu e o meu ex companheiro comprámos uma casa, nunca fizemos IRS juntos mas obviamente partilhávamos as despesas. Por dificuldades financeiras, tendo em conta que não estava a ser possível pagar as prestações, optamos por fazer a dação do imóvel ao banco.

Acontece que o banco avaliou o imóvel muito abaixo do que o tinha feito dois anos anos e propôs nos que aceitariam o imóvel mas teríamos de pagar o remanescente (valor em dívida - valor avaliação), o que daria 20.000€.

Aceitámos, o crédito renegociado começou a ser pago em Março, tem duração de 10 anos e período de carência de 1 ano, sendo que a partir de Março de 2013 a prestação passa de sensivelmente 80€ para 250€.

Entretanto ocorreu a nossa separação, ficou combinado que cada um, mensalmente pagaria metade do valor da prestação, no entanto, da parte dele o valor nunca entra na conta, tenho vindo a ser eu a pagar a prestação por inteiro.

A minha questão é: há alguma coisa que eu possa fazer para o "forçar a pagar"? Isto porque solicitar ao banco a separação do crédito está fora de questão, uma vez que ele tem o nome no Banco de Portugal devido a outras dívidas que tem, e por isso eu sou a única garantia que o banco tem, uma vez que pago para não sujar o meu nome também.

Estou a ficar bastante preocupada, até mesmo desesperada, porque uma coisa é pagar 100€ por mês, outra coisa é arcar com a totalidade do crédito que é responsabilidade dos dois.

Recorrendo a um advogado pode existir solução?

Obrigada desde já

FS

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Alguém me pode ajudar nesta situação por favor?

É realmente urgente!

Obrigada :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se realmente o crédito está apenas em seu nome, acho que não há muito (ou nada) a fazer.

Mas espere por outras opiniões...

A divisão da despesa foi algo acordado entre os dois apenas verbalmente, pelo que a única garantia é apenas o cumprimento da palavra e o agir de boa fé do seu ex companheiro.

Mas como ele não parece não cumprir com a palavra nem agir de boa fé...

O nome dele não ficou sequer "agarrado" como fiador?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigada pela resposta.

O Crédito está em nome dos dois e não apenas no meu. A questão é que tenho sido eu a suportar a mensalidade todos os meses.

Nesta situação o que posso fazer?

Obrigada

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigada pela resposta.

O Crédito está em nome dos dois e não apenas no meu. A questão é que tenho sido eu a suportar a mensalidade todos os meses.

Nesta situação o que posso fazer?

Obrigada

Cara amiga...Passei há ano e meio atrás uma situação algo parecida, após uma separação.

Hoje tenho o meu advogado a resolver o caso e em breve conto estar livre de tal confusão.

Aconselho a fazer o mesmo, ou seja, consultarum advogado.

Cumprimentos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor