jpv

Euribor 12M vs 6M vs 3M

4 publicações neste tópico

Viva,

Para ter uma ideia do impacto de escolher uma taxa indexada a 12M ou 3M (o método é extensível para 6M também), peguei no histórico da Euribor desde 2000 até 2008 e coloquei-o no mapa de juros do Pedro, fazendo as alterações necessárias por forma a reflectir essas mesmas variações na prestação ao longo do empréstimo (o ficheiro respectivo segue em anexo).

Tendo apenas 9 anos de histórico (2000-2008), fiz algumas simulações apenas para um empréstimo a 9 anos e de um valor baixo (60.000€) para a prestação não ser exageradamente alta. Fi-lo para 2 casos diferentes que vão no seguimento de propostas que tive: Caja Duero (Euribor 12M e spread 0.25%) e Santander (Euribor 3M e spread 0.75%).

Sendo baseadas no histórico da Euribor e para um montante e prazo tão pequeno, estas simulações valem o que valem. Mas não deixa de ser interessante verificar duas coisas:

1) para um spread um bocado superior (0.5% a mais no caso do santander) a variação nos juros totais a pagar não é muito significativa;

2) se se usar um mesmo spread nos dois casos, pode-se ver que o facto de usar a Euribor a 12M ou a 3M também não produz alterações muito significativas nos juros totais a pagar.

Ignorando outros parâmetros relevantes para a comparação (seguros, subscrição de serviços obrigatórios, etc), a manter-se uma situação semelhante de variação na Euribor nos próximos anos, poder-se-ia tirar a ilação de que a proposta da Caja Duero, apesar de ser indexada à Euribor 12M (normalmente mais alta), é potencialmente a mais favorável devido ao spread mais baixo que apresenta.

Opiniões?

Abraço,

João

47_.zip

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Realmente com tão pouco tempo é difícil tirar conclusões. No cenário apresentado, houve uma subida brusca das taxas durante o primeiro ano, seguida de um período de descida e estabilidade. As taxas só voltaram a subir já perto do fim do prazo, quando o capital em dívida é bastante menor e a variação das taxas já não tem um impacto tão significativo como isso...

Seja como for os 0,5% de diferença no spread são um factor importante, sobretudo porque raramente as taxas 3M e 12M estiveram tão afastadas como isso... aliás, durante a maior parte do tempo andaram mesmo muito próximas. Repara que quando as taxas andaram pelos 5%, esses 0,5% correspondem a quase 10% do valor da taxa de juro... quando as taxas andaram mais por baixo, esse peso era ainda maior!

Para além disso, isto também é um bocado como na lotaria - também tens que ter sorte com a altura em que as taxas são revistas... imagina que o crédito da CajaDuero tinha sido contratado uns meros 6 meses depois e que ficavas com aquela taxa mais alta durante todo o 1º ano - o cenário talvez fosse um bocado diferente...

Continuo a dizer que, pessoalmente, para condições idênticas se tivesse que optar entre a 3M e a 12M provavelmente iria pela primeira... Mas quando as condições não são as mesmas (como neste caso o spread) há que ter essas diferenças em conta... E, nos cenários que apresentas, essa diferença tem um peso muito considerável...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva João,

Eu por acaso não concordo com a conclusão de que é indiferente. Uma vez que a estrutura temporal das taxas de juro fazem com que seja mais caro emprestar por um prazo superior do que um prazo inferior, em média compensará sempre indexar o crédito habitação ao indexante com o menor prazo possível.

Aliás fiz também a análise para 2008 e a diferença que dá entre a Euribor a 12 meses e a Euribor a 3 meses é de 18 basis points, ou seja, num empréstimo de 100 mil euros pode significar uma poupança de 180 euros por ano. Agora de facto a prestação vai alterar-se com muito maior frequência, mas em média será menor.

Se quiser consultar o valor actual da Euribor ou qual o melhor crédito habitação vá a http://www.moneygps.pt/creditohabitacao.php

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva João,

Eu por acaso não concordo com a conclusão de que é indiferente. Uma vez que a estrutura temporal das taxas de juro fazem com que seja mais caro emprestar por um prazo superior do que um prazo inferior, em média compensará sempre indexar o crédito habitação ao indexante com o menor prazo possível.

Aliás fiz também a análise para 2008 e a diferença que dá entre a Euribor a 12 meses e a Euribor a 3 meses é de 18 basis points, ou seja, num empréstimo de 100 mil euros pode significar uma poupança de 180 euros por ano. Agora de facto a prestação vai alterar-se com muito maior frequência, mas em média será menor.

Se quiser consultar o valor actual da Euribor ou qual o melhor crédito habitação vá a http://www.moneygps.pt/creditohabitacao.php

também dá para consultar os melhores depósitos a prazo:

http://www.moneygps.pt/depositosaprazo.php

;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead