joaopais

Montante necessário para deixar de trabalhar e viver dos juros

328 publicações neste tópico

o gráfico está correcto.

Estas a somar linearmente algo que derivas do primeiro factor, quando deves actualizar TODOS os factores para o presente.

Ou seja, não podes somar os factores visto que estás num ambiente logarítmico.

O gráfico está correcto não tem nada que enganar até porque nem tem margem para errar visto que está tudo formatado com fórmulas logo é só colocar os valores e calcula o resto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá a todos. No meu caso, com 500k faria o seguinte:

  -  comprava 5 apartamentos (tipo T2 ou T3) por 70k cada (70k x 5 = 350k)

  -  arrendava os 5 apartmts a 300euros cada dava um rendimento de 1500euros/mês (300 x 5 = 1500euros)

  -  restava-me 150k (500k - 350k = 150k) que me dava para investir num Deposito a prazo a uma TANB 4,5%

          (150k a uma TANB de 4,5% = 5000euros por ano ou 400euros/mês)

 

  -  juntando aos 1500 + 400 = 1900 euros por mês

As contas dão resultados semelhantes aos já apresentados, sei que estou a esquecer do IMI, contudo nao acham que seria mais seguro, pois as rendas poderiam subir, o valor do dos imoveis tende a aumentar, depois da crise passar, etc..

É só mais uma opinião, pois sou um iniciante em finanças pessoais.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá a todos. No meu caso, com 500k faria o seguinte:

  -  comprava 5 apartamentos (tipo T2 ou T3) por 70k cada (70k x 5 = 350k)

  -  arrendava os 5 apartmts a 300euros cada dava um rendimento de 1500euros/mês (300 x 5 = 1500euros)

  -  restava-me 150k (500k - 350k = 150k) que me dava para investir num Deposito a prazo a uma TANB 4,5%

          (150k a uma TANB de 4,5% = 5000euros por ano ou 400euros/mês)

 

  -  juntando aos 1500 + 400 = 1900 euros por mês

As contas dão resultados semelhantes aos já apresentados, sei que estou a esquecer do IMI, contudo nao acham que seria mais seguro, pois as rendas poderiam subir, o valor do dos imoveis tende a aumentar, depois da crise passar, etc..

É só mais uma opinião, pois sou um iniciante em finanças pessoais.

isto tudo para ganhar 4,5% brutos ao ano( 1900*12/500000), penso que em DP conseguia melhor que isso, e já nem falo em outro tipo de produtos. Penso que para chegar a 1500€ limpos por mês uns 250000€ deve dar mas com um risco médio e muito trabalho de analise,

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva a todos;

Finalmente decidi escrever neste post, porque actualmente um dos meus objectivos passa por conseguir ser independente financeiramente relativamente às minhas despesas fixas, e maximizar ao máximo meu património financeiro.

Não raras as vezes não sei onde investir o dinheiro, dando por mim a pensar que dado o montante que na minha optica já é interessante e o meu potencial de acumulação/poupança será que justificava recorrer algum aconselhamento financeiro (para alem de um BPI Centro de Investimento, BES360 ou equiparados), desconheço quais os montantes mínimos para este tipo de segmento “private” e se as comissões cobradas se justificam?

Deveria ser mais agressivo ainda nos investimentos financeiros? Diminuir % de DP´s e aumentar % de Obrigações e Acções?

Deveria diversificar para a área do imobiliário? Julgo que o imobiliário só se justifica com retorno líquidos de 8%/ano dado o risco actual

Assim, enquadramento:

Agregado Familiar:

2 adultos (34 anos)

1 criança (7M)

Património:

Financeiro – 265K€ (Dp´s, Seguros de Capitalização, PPR´s-55%, Obrigações – 35%, Acções e Fundos - 10%)

Apartamento T3 - +/- 140K€

Carros - +/-

Rendimentos Anuais:

Financeiros – 11K€ líquidos/ano

Profissionais – 75K líquidos/ano

Despesas Fixas Anuais:

Total – 15k/ano

Ausência de qualquer tipo de crédito (Casa, Carro, Consumo, etc).

Peço que me possam dar a V. opinião/sugestão dados os V. conhecimentos neste domínio e experiência acumulada.

O meu obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Com esse património e rendimentos anuais não deixe de pedir apoio a entendidos na matéria na área financeira, podendo tirar algumas ideias/opiniões do forum de outros utilizadores.

Com a sua idade e sem despesas de hipoteca casa, créditos, .. facilmente elaborará um plano ou vários planos de investimento.

Por outro lado não deixe de desfrutar da vida e da familia, por exemplo viajar, não pensando só em poupar/investir.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

justice, no seu caso o que salta mais à vista é a mais que provável desproporcionalidade entre o seu rendimento muito acima da média e os seus gastos. Este facto leva-me a pensar que os melhores anos de vida lhe estão a passar completamente ao lado. Aproveite a sua posição privilegiada para viajar, ter mais filhos, gozar a vida, ter mais conforto, doar a quem precisa, enfim, o que achar melhor. Um casal de jovens com esse património e rendimento fixo é realmente excecional.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva a todos;

Finalmente decidi escrever neste post, porque actualmente um dos meus objectivos passa por conseguir ser independente financeiramente relativamente às minhas despesas fixas, e maximizar ao máximo meu património financeiro.

Não raras as vezes não sei onde investir o dinheiro, dando por mim a pensar que dado o montante que na minha optica já é interessante e o meu potencial de acumulação/poupança será que justificava recorrer algum aconselhamento financeiro (para alem de um BPI Centro de Investimento, BES360 ou equiparados), desconheço quais os montantes mínimos para este tipo de segmento “private” e se as comissões cobradas se justificam?

Deveria ser mais agressivo ainda nos investimentos financeiros? Diminuir % de DP´s e aumentar % de Obrigações e Acções?

Deveria diversificar para a área do imobiliário? Julgo que o imobiliário só se justifica com retorno líquidos de 8%/ano dado o risco actual

Assim, enquadramento:

Agregado Familiar:

2 adultos (34 anos)

1 criança (7M)

Património:

Financeiro – 265K€ (Dp´s, Seguros de Capitalização, PPR´s-55%, Obrigações – 35%, Acções e Fundos - 10%)

Apartamento T3 - +/- 140K€

Carros - +/-

Rendimentos Anuais:

Financeiros – 11K€ líquidos/ano

Profissionais – 75K líquidos/ano

Despesas Fixas Anuais:

Total – 15k/ano

Ausência de qualquer tipo de crédito (Casa, Carro, Consumo, etc).

Peço que me possam dar a V. opinião/sugestão dados os V. conhecimentos neste domínio e experiência acumulada.

O meu obrigado.

Na minha modéstia opinião, os BES360º, BPI Privat etc etc, não oferecem mais (em quantidade ou qualidade) do que um simples serviço por exemplo num banco tipo Best ou BiG, aliás, um cliente BES360º tem acesso aos mesmos fundos do que um cliente normal, fundos da ESAF e pouco mais, no Best eu com 0€ na conta tenho acesso a 2000 fundos, a produtos estruturados com taxas acima dos 5% de grandes empresas (curiosamente são estruturados feitos pelo BESI que nem o BES tem acesso, só o Best), e etc etc, portanto isso de ser cliente BES360º, ou privat num banco qualquer a mim não me diz nada, e á maioria das pessoas também não deveria de dizer, mas como vivemos num País onde ter Dr antes do nome é tão importante há quem ache que ser um cliente privat num banco o máximo :) :)

Mas sempre fiquei curioso em saber o que um gestor BES 360º aconselha aos seus clientes? Depósitos? :) :)

Já agora, achei interessante a alocação financeira, ao menos não ficaram só pelos depósitos a prazo, demonstra uma abertura a novas formas de investir, é a diferenca entre guardar dinheiro (depósitos) e investir o dinheiro ( Fundos, Obrigações, Acções...) quem investe ganha dinheiro no longo prazo, quem guarda o dinheiro dá a ganhar aos bancos :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva;

Desde já agradeço a V. respostas mas pedia que me sugerissem opções para investimentos.

D@vid a minha carteira é da minha iniciativa, autodidacta que sou nesta area

O que peço é que possam dar indicações com base na minha idade património actual, capacidade de aumento/poupança se deveria optar por situações com mais risco. (carteira de fundos, et´s, ELN, mais acções).

A questão do "private" referi (não é porque ache que seja melhor pelo contrário, mas poderei estar errado) porque não tenho o tempo e os conhecimentos financeiros que julgo que serem necessaries para maximizar ganhos.

No fundo gostaria que podessem partilhar as V. experiencias pessoais sobretudo quem possa ter já algum património.

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pedia que podessem dar mais contribuições.

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pedia que podessem dar mais contribuições.

Obrigado.

Já demos tantas :) :) Podias fazer um Unit Linked em base de fundos de investimento para longo prazo, etc..mas isto a melhor opção é no Best.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pedia que podessem dar mais contribuições.

Obrigado.

Já tens o património diversificado(podendo reajustar % dos tipos de investimento), no entanto a liquidez mensal que te sobra da diferença entre as receitas e despesas é bastante elevada.

Tenta encontrar um produto(fundos investimento, ..) que possas reforçar regularmente, de modo a rentabilizares mensalmente o capital "que te sobra".

ES Liquidez enquanto não decides?

Já foram aqui mencionadas algumas opções, por utilizadores bem mais experientes que eu.

Bons investimentos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já tens o património diversificado(podendo reajustar % dos tipos de investimento), no entanto a liquidez mensal que te sobra da diferença entre as receitas e despesas é bastante elevada.

Tenta encontrar um produto(fundos investimento, ..) que possas reforçar regularmente, de modo a rentabilizares mensalmente o capital "que te sobra".

ES Liquidez enquanto não decides?

Já foram aqui mencionadas algumas opções, por utilizadores bem mais experientes que eu.

Bons investimentos.

também concordo, o importante, e uma vez que parece que o património é elevado e a poupança também, é montar uma estartégia bem definida para curto/medio e longo prazo, e não sair muito dessa estratégia, não ir muito ao sabor do vento, ou se guarda dinheiro (depósitos, certificados de aforro, seguros de capitalização etc) ou se investe, ou ambas, mas é importante definir essa estratégia, o que falei a nivel de Unit Linked pode ser importante para um longo prazo, até porque a taxa de IRS baixa com o tempo, porque é o que me parece que possa faltar por ai, até porque já há fundos, obrigações etc...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ja tenho 25k no ES Liquidez com vista a juntar mais 25k para entrar em obrigações talvez da Wind ou Abengoa a decidir para o final do ano.

Neste momento tenho canalizado tudo que possa por de lado para o ES liquidez.

E ETF´s o que aconselham, desconheço por complete este tipo de aplicação.

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ja tenho 25k no ES Liquidez com vista a juntar mais 25k para entrar em obrigações talvez da Wind ou Abengoa a decidir para o final do ano.

Neste momento tenho canalizado tudo que possa por de lado para o ES liquidez.

E ETF´s o que aconselham, desconheço por complete este tipo de aplicação.

Obrigado.

Acho que fizeste bem.

Estou na mesma situação...reforçar o ES Liquidez quando possivel.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ja tenho 25k no ES Liquidez com vista a juntar mais 25k para entrar em obrigações talvez da Wind ou Abengoa a decidir para o final do ano.

Neste momento tenho canalizado tudo que possa por de lado para o ES liquidez.

E ETF´s o que aconselham, desconheço por complete este tipo de aplicação.

Obrigado.

Abengoa está na berra de facto..mas tenho receio de obrigações na berra :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva a todos;

Finalmente decidi escrever neste post, porque actualmente um dos meus objectivos passa por conseguir ser independente financeiramente relativamente às minhas despesas fixas, e maximizar ao máximo meu património financeiro.

Não raras as vezes não sei onde investir o dinheiro, dando por mim a pensar que dado o montante que na minha optica já é interessante e o meu potencial de acumulação/poupança será que justificava recorrer algum aconselhamento financeiro (para alem de um BPI Centro de Investimento, BES360 ou equiparados), desconheço quais os montantes mínimos para este tipo de segmento “private” e se as comissões cobradas se justificam?

Deveria ser mais agressivo ainda nos investimentos financeiros? Diminuir % de DP´s e aumentar % de Obrigações e Acções?

Deveria diversificar para a área do imobiliário? Julgo que o imobiliário só se justifica com retorno líquidos de 8%/ano dado o risco actual

Assim, enquadramento:

Agregado Familiar:

2 adultos (34 anos)

1 criança (7M)

Património:

Financeiro – 265K€ (Dp´s, Seguros de Capitalização, PPR´s-55%, Obrigações – 35%, Acções e Fundos - 10%)

Apartamento T3 - +/- 140K€

Carros - +/-

Rendimentos Anuais:

Financeiros – 11K€ líquidos/ano

Profissionais – 75K líquidos/ano

Despesas Fixas Anuais:

Total – 15k/ano

Ausência de qualquer tipo de crédito (Casa, Carro, Consumo, etc).

Peço que me possam dar a V. opinião/sugestão dados os V. conhecimentos neste domínio e experiência acumulada.

O meu obrigado.

Viva,

porque poupa tanto? Já não é normal haver casais assim...

Mas faz muito bem.

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva,

porque poupa tanto? Já não é normal haver casais assim...

Mas faz muito bem.

Cumprimentos

Poupa porque pode poupar... ;)

Agora, com essa poupança mensal e com a idade que apresenta o casal, pode aproveitar para desfrutar (muito) da vida (viajar, ...).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

investidorPT

poupa porque quer poupar, toda gente pode pode mas nem toda a gente quer.

Querem antes o contrário, ter o maior endividamento possível para viver o mais luxuosamente possível.

Viajar é certamente agradável, mas para quem tem o hábito de poupar, mesmo podendo torna-se difícil de pagar certas quantias para destinos longínquos.

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

investidorPT

poupa porque quer poupar, toda gente pode pode mas nem toda a gente quer.

Querem antes o contrário, ter o maior endividamento possível para viver o mais luxuosamente possível.

Viajar é certamente agradável, mas para quem tem o hábito de poupar, mesmo podendo torna-se difícil de pagar certas quantias para destinos longínquos.

Cumprimentos

Caro frugal

o que eu queria dizer não é "...mas nem toda a gente quer. ", mas nem toda a gente pode e obviamente há os que podem e não querem e vivem em constante "contar dos tostões" antes do final do mês e poderia não haver necessidade.

Eu já vou na casa dos 40 e com família com filhos e quando pude(e graças a Deus ainda posso, mas muito menos) não deixei de poupar e investir o capital para que a minha familia tivesse um futuro melhor, mas nunca deixei para trás os momentos de lazer com a familia ao longo dos anos.

Nota que também tenho (muito) o hábito de poupar, mas o dinheiro(quando existe e não põe em causa a estabilidade financeira) é utilizado por mim para viajar, estar com os amigos, .... pois no cofre, não teria estas oportunidades de viver a vida.

Existe outro tópico noutro forum com +/- o mesmo assunto, que salvo erro também participas, que tem lá algumas mensagens com a mesma opinião que a minha.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

investidorPT

como balanceias as poupança com o gasto?

Descreve o teu objectivo para as duas em percentagens face ao rendimento.

Abraço

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

investidorPT

como balanceias as poupança com o gasto?

Descreve o teu objectivo para as duas em percentagens face ao rendimento.

Abraço

Situação actual sem a inclusão de despesas extras mensais(por ex: reparação avaria viatura, ...):

Rendimento mensal: 100%

Despesas mensais: 60%/65%

Poupança: 35%/40%

Mensalmente ou bimestralmente as poupanças são aplicadas em investimentos (DP, fundos, ...) ou por exemplo, caso seja época de férias fazer uma viagem familiar, ...

Não tenho nenhum plano estabelecido a curto/médio prazo e tento criar um pé de meia para o futuro, mas não prevejo conseguir viver dos juros dos investimentos efectuados.

abraço

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

investidorPT

se praticaste essa poupança de 40% no passado, deverias estar perto de poder viver de rendimentos.

25 anos de trabalho

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

investidorPT

se praticaste essa poupança de 40% no passado, deverias estar perto de poder viver de rendimentos.

25 anos de trabalho

Se não tivesse filhos, talvez já trabalhasse em part-time.  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mais uma maneira de ver as coisas com um exemplo prático.

Para ter um rendimento fixo de 500€/mês (6.000/ano) precisava de um património num DP banal de:

600.000 a 1% de juros líquido,

300.000 a 2%, ou

200.000 a 3%.

Para ter um rendimento fixo de 1.000€/mês (12.000/ano) precisava de um património num DP banal de:

1.200.000 a 1% de juros líquido

600.000 a 2%, ou

400.000 a 3%

Se conseguir viver com 1.000€ por mês até aos 65 anos, já seria muito bom, pois chegando a essa idade ainda teria 600.000 no banco. Penso que esta conta seria um bom equilíbrio.  :P

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Um dos meus objectivos é que os meus rendimentos cubram as minhas despesas fixas, ou seja, nao incluo gastos de outro genero como viagens, jantaradas, fins de semana fora, etc.

Nao posso estar mais de acordo de que temos de viver a vida a nivel de exmplo posso dizer-vos que tenho empregada todos os dias, com excepçao do ano passado e deste por causa do meu filho faco 1 ou 2 viagens por ano para fora, nao me privo de nada de que realmente me da prazer mas sempre numa logica quase sempre racional, ainda o ano passado com a minha mulher fui ao Vila Joya e gastamos 500€ num jantar porque entendemos que iriamos ter imenso prazer e queriamos conhecer.

Deverao partilhar desta ideia poupar  para mim dá-me gozo e satisfaçao e entao ter retorno do nosso dinheiro por o dinheiro a trabalhar para nos "Pai rico Pi pbre" e viciante!!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Foi criada uma pré-visualização automática a partir da ligação que colocou.   Mostrar apenas como ligação

×   Your previous content has been restored.   Clear editor