Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Guilhermecw

Como "escapar" a dedução

5 publicações neste tópico

Olá caros amigos!

O meu nome é Guilherme e sou um trabalhador freelancer a recibos verdes. Iniciei esta minha actividade em Outubro, alguns meses após ter terminado a minha licenciatura. Ao longo destes últimos três meses, já passei alguns recibos de valor avultado (trabalhos de multimédia), e gostaria de saber se existe alguma forma de tentar "dar a volta" aos descontos que supostamente terei que fazer para o IRS (20% de 70% do que facturar, correcto?).

Não tenho grandes despesas relativamente a este ano fiscal, vai daí estar a equacionar adquirir algum tipo de material informático e ou algum curso de especialização da minha área.

Será que podem ajudar este jovem leigo a não despender de uma quantia exorbitante para o IRS, aproveitando, nesse lugar, o dinheiro para próprio benefício? Que outro tipo de despesas poderei apresentar? Será que é possível não ter de descontar nada para o IRS? É óbvio que todos preferimos receber do que pagar, não é? ;)

Agradecia imenso a vossa ajuda nesta questão.

Cumprimentos,

Guilherme

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Quando o total do rendimento é superior a 9975€ num ano, é obrigatório fazer retenção de 20% sobre a prestação de serviço assim também como aplicar IVA no recibo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Muito obrigado pela sua observação David!

De facto, eu já tinha presentes esses dois factores. No entanto, como apenas trabalhei a recibos verdes durante cerca de 3 meses (Out-Dez), não chegarei a esses valores. Não tenho aplicado o IVA ao recibo.

Mesmo não chegando a esses valores, terei de fazer descontos para o IRS na mesma, correcto? A minha ideia seria tentar escapar ao pagamento utilizando esse dinheiro para obter material informático, ou formação, etc.

Estarei errado nesta minha intenção?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Alguém?  ???

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Caro Guilherme,

  Vou tratar-te por tu, dado que provavelmente nos encontramos na mesma faixa etária :)

  Se não atinges os tais 10000 € este ano, não te precisas de preocupar com a retenção na fonte, nem com o IVA, apenas vais precisar de guardar os recibos passados, somar tudo e declarar o valor no campo das prestações de serviços (Anexo B) do IRS. Até aqui tudo bem.

  Quanto ao valor a pagar,o mais fácil do que estar a especular é fazer a simulação! Já tens a password do site e-financas? se sim, podes descarregar de lá o programa do simulador off-line ou então procura no site da C.G.D. um simulador que eles disponibilizam (escritório fiscal), aí introduzes os valores que prevês receber e as eventuais deduções que pensas poder fazer, como o material informático ou a educação.

  A dedução que incide sobre essas despesas é a mesma que terias no caso de seres trabalhador por contra de outrém, reformado, etc. tem, portanto, relação directa apenas com o montante apurado para cálculo do imposto!

Uma nota, se ainda estiveste a estudar durante o ano lectivo passado, provavelmente terás despesas de livros e material ou propinas, portanto, não precisas de ir tirar nenhum curso mais para arranjar despesas que declarar, além de que estamos mesmo no final do ano e já não tens muito tempo para te inscreveres nalgum.

Quanto ao material informático, pode ser considerado, uma vez que ainda estiveste a estudar, mas desde que venha indicado que é para utilização pessoal , ou seja, não se relaciona directamente com a tua actividade.

É importante que tenhas em conta, neste particular, que para poderes deduzir despesas relacionadas com a actividade, terias de criar uma empresa em nome individual (ENI),possuir contabilidade organizada e isso implicaria contratares um técnico de contas que te assinasse a escrita, mesmo que tivesses conhecimentos para tal!

Outro aspecto: tendo em conta que é o teu primeiro ano de actividade, estás isento de descontos para a Seg.Social, contudo, se mantiveres actividade a partir de Janeiro, terás de te inscrever (se ainda não o fizeste) e passar a descontar também para lá, de acordo com o escalão que for considerado para o teu rendimento mensal.

  Fui claro? se tiveres ficado, ainda assim, com alguma dúvida suplementar, dispõe por aqui ou manda-me uma mensagem pessoal,

Emanuel

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0