albertocaeiro

Conta Escondida

5 publicações neste tópico

Boa Tarde

O meu pai faleceu em 2004. Sou filho único do mesmo e da minha mãe sobreviva. À data da morte de meu pai, as únicas contas bancárias que a minha mãe me deu a conhecer, tinham um montante ínfimo para toda uma vida de sacrifícios e poupança: nada de férias, um único carro comprado novo e outro usado, enfim, para quem tinha há vinte anos atràs uma reforma de 1000 €, sou levado a acreditar que há uma conta que me não foi dada a conhecer e que contém a maior parte do dinheiro amealhado. A minha maior preocupação, é que a minha mãe já tem 85 anos e se falecer entretanto, é o estado que ficará com uma grande parte desse dinheiro só em impostos. Já pesquisei qual a forma de fazer uma escritura de habilitação de herdeiros, mas tanto quanto sei só a pode fazer o cabeça-de-casal da herança que é a minha mãe e persiste o mesmo problema. Junto ao Banco de Portugal encontro os mesmos entraves, pois exigem a escritura de habilitação de herdeiros para fazerem uma pesquisa junto dos bancos dos "activos financeiros" à data da morte de meu pai.

Não sendo esta forma de resolver o problema, não tenho conhecimento de mais nenhuma e como esta não é possível de concretizar por motivos óbvios, agradecia que alguém aqui do fórum com conhecimentos na matéria, me pudesse dar uns tópicos de como solucionar a questão.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tu podes fazer a escritura de habilitação de herdeiros, não necessitas de ser cabeça de casal.

deves dirigir-te a um Notário ou a uma Conservatória, levar todos os elementos sobre os herdeiros ( dados pessoais básicos que constam no BI , NIF, morada ) e fazem-te a escritura, é muito fácil.

depois poderás tentar esclarecer as tuas dúvidas, mas se a tua mãe é assim tão idosa é estranho que te esconda as coisas pois até deveria ter interesse em te ter como 2º nome na sua conta bancária para o caso de alguma necessidade dela (doença, etc).

além disso também não deveria ter razões para te esconder o dinheiro pois tu serias o único herdeiro em caso de falecimento

a menos que tu sejas um mau filho e ela queira esconder tudo por desconfiar de ti: será que ela desconfia que tu depois lhe vais ao dinheiro... ?  Só tu podes avaliar isso.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tu podes fazer a escritura de habilitação de herdeiros, não necessitas de ser cabeça de casal.

deves dirigir-te a um Notário ou a uma Conservatória, levar todos os elementos sobre os herdeiros ( dados pessoais básicos que constam no BI , NIF, morada ) e fazem-te a escritura, é muito fácil.

depois poderás tentar esclarecer as tuas dúvidas, mas se a tua mãe é assim tão idosa é estranho que te esconda as coisas pois até deveria ter interesse em te ter como 2º nome na sua conta bancária para o caso de alguma necessidade dela (doença, etc).

além disso também não deveria ter razões para te esconder o dinheiro pois tu serias o único herdeiro em caso de falecimento

a menos que tu sejas um mau filho e ela queira esconder tudo por desconfiar de ti: será que ela desconfia que tu depois lhe vais ao dinheiro... ?  Só tu podes avaliar isso.

Carlos agradeço a tua resposta à minha questão, mas se referi  que tinha que ser o cabeça-de-casal a requerer a habilitação de herdeiros, essa informação retirei-a daqui http://www.portaldocidadao.pt/PORTAL/entidades/MJ/IRN/pt/SER_heranca+++habilitacao++partilha+e+registo.htm#Quem pode requerer?

Além disso, depois tenho o problema de no Banco de Portugal ter que ser também o cabeça-de-casal a requerer a pesquisa bancária. Vê este link http://clientebancario.bportugal.pt/pt-PT/ContasdeTitularesFalecidos/Paginas/default.aspx

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

a única coisa que te posso dizer é que já fiz uma habilitação de herdeiros ( por falecimento do meu pai ) e não era eu o cabeça-de-casal mas sim a minha mãe.

foi feito num notário (já foi há alguns anos, agora pode-se fazer também nas conservatórias) e a única coisa que tive que fazer foi o seguinte:

  • levar 2 testemunhas ( isso agora acho que já nem é necessário ) em como conheciam o defundo e a familia e portanto podiam dizer que os herdeiros eram aqueles que eu declarava
  • levar os elmentos dos restantes herdeiros ( nomeadamente o NIF, identificação, morada, casados com....)

só se a Lei mudou ou só se feito numa conservatória é diferente: mas recentemente (por morte da minha mãe ) fiz outra (esta já era eu o cabeça-de-casal) , fiz numa Conservatória e ninguém me perguntou nada, apenas tive que indicar o nome dos meus irmãos e os elementos acima : acho que se fosse outro irmão a ir lá a teriam feito na mesma

Aconselho-te a passar por um Notário (o mais perto de ti) e a dizer que queres fazer isso e pergunta o que necessitas levar, eles dizem-te se podes ser tu ou não mas no meu caso (quando faleceu o meu pai ) a minha mãe não podia pois já estava doente e não saía de casa - teria que ser um dos filhos a fazer ou então ir lá alguém a casa e fazer lá.

Informa-te num Notário porque essas coisas que vêm no Portal por vezes na prática não são bem assim. Quanto ao Banco de Portugal desconheço mas acho que se lá fores com a Habilitação eles te informam - informar não quer dizer que autorizam o levantamento de nada, é apenas informar...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

a única coisa que te posso dizer é que já fiz uma habilitação de herdeiros ( por falecimento do meu pai ) e não era eu o cabeça-de-casal mas sim a minha mãe.

foi feito num notário (já foi há alguns anos, agora pode-se fazer também nas conservatórias) e a única coisa que tive que fazer foi o seguinte:

  • levar 2 testemunhas ( isso agora acho que já nem é necessário ) em como conheciam o defundo e a familia e portanto podiam dizer que os herdeiros eram aqueles que eu declarava
  • levar os elmentos dos restantes herdeiros ( nomeadamente o NIF, identificação, morada, casados com....)

só se a Lei mudou ou só se feito numa conservatória é diferente: mas recentemente (por morte da minha mãe ) fiz outra (esta já era eu o cabeça-de-casal) , fiz numa Conservatória e ninguém me perguntou nada, apenas tive que indicar o nome dos meus irmãos e os elementos acima : acho que se fosse outro irmão a ir lá a teriam feito na mesma

Aconselho-te a passar por um Notário (o mais perto de ti) e a dizer que queres fazer isso e pergunta o que necessitas levar, eles dizem-te se podes ser tu ou não mas no meu caso (quando faleceu o meu pai ) a minha mãe não podia pois já estava doente e não saía de casa - teria que ser um dos filhos a fazer ou então ir lá alguém a casa e fazer lá.

Informa-te num Notário porque essas coisas que vêm no Portal por vezes na prática não são bem assim. Quanto ao Banco de Portugal desconheço mas acho que se lá fores com a Habilitação eles te informam - informar não quer dizer que autorizam o levantamento de nada, é apenas informar...

Ok Obrigado pela informação

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead