Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
taranta

Portas e janelas arrancadas

13 publicações neste tópico

Uma colega minha casou á oito anos e antes do casamento o sogro fez uma casa num terreno dele para onde os noivos foram viver.

Oito anos passados e devido a varios problemas estão a separar-se. Acontece que a minha colega não quer abandonar a casa. Então o sogro arrancou portas e janelas, para a obrigar a deixar a habitação. A minha colega continua a viver na casa e dorme com a filha do casal, na garagem, que fica num anexo, dentro do carro.

A pergunta que ponho é a seguinte: Será que o sogro, apesar da casa ser dele, poderia ter arrancado assim as portas e as janelas, sujeitando-se a que a casa seja roubada? O que é que a minha colega pode fazer ?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Incrível  >:( >:(

Não querendo imiscuir-me na desavença não posso deixar de dizer que raio de avô é esse???

Essa coisas são sempre complicadas e parece-me que já foram levadas ao extremo. Só te sei dizer que, moralmente, não o devia fazer. Quanto à lei, não sei nada. Mas se a casa é dele......... E já foi à segurança social, ou consultar um advogdo para ver se ele pode fazer isso? E que tal à polícia? Seria despropositado? Um dia destes também pode arrancar a porta da garagem. Tem que se queixar. Hoje em dia há organizações que apoiam a mulher em  situações difíceis. Se se dirigir a uma delas e se essa não a ajudar com certeza que lhe indicam quem o pode fazer!

Espero que ela tenha melhores dias.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se as partes não conseguem resolver o conflito sozinhas e se estiverem dispostas a reconhecer isso (essa é a parte complicada) o melhor é capaz de ser recorrer à mediação:

http://www.forum-mediacao.net/

http://www.mj.gov.pt/sections/o-ministerio/direccao-geral-da6936/mediacao-e-arbitragem

http://www.mediadoresdeconflitos.pt/

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Queixa numa esquadra da PSP, ou posto da GNR ou então directamente no MP.

E ligar para o n.º 144, (Linha Nacional de Emergência Social)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mediação como diz o Paulo, Julgados de Paz... acho que as partes envolvidas sozinhas não vão conseguir resolver esse assunto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A lei não tem moral nem sentimentos. Se a casa é do sogro, este pode muito bem fazer o que entender. Acho que até podia por-lhe as coisas todas na rua e mudar a fechadura que nada lhe aconteceria porque a casa é dele. Quanto à senhora acho que devia pedir ajuda na Segurança Social ou mesmo na Câmara Municipal da sua área de residência. Estas situações são muito difíceis de resolver através da lei. Muito difíceis...!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A lei não tem moral nem sentimentos. Se a casa é do sogro, este pode muito bem fazer o que entender. Acho que até podia por-lhe as coisas todas na rua e mudar a fechadura que nada lhe aconteceria porque a casa é dele.

Não é bem assim. Pensa, por exemplo, no caso de uma casa arrendada - o senhorio também não pode por o inquilino de lá para fora sem mais nem menos...

Como não conheço os contornos do caso (nem estou particularmente interessado em saber), dei a sugestão que me parece melhor - consultem um especialista, alguém que esteja de fora e seja imparcial.

E a justiça é suposto ser cega (aplicada da mesma forma para todos), mas dizer que não tem moral e sentimentos acho que é ir um pouco longe de mais... pois se muitas das leis estão justamente baseadas em princípios éticos ou de protecção dos mais fracos, por exemplo, não podes dizer que a lei não tem moral ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O que a senhora devia ter feito, mal se desentendeu com o seu cônjuge, era abrir conta num banco e depositar mensalmente uma verba (de valor à sua descrição) de forma a justificar uma renda apalavrada com o proprietário.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Nós que estamos de fora estamos a dar palpites somente.

Entendo o que o Sultão quis dizer e também o Pauloaguia. Estas coisas são dolorosas, lentas e até parece que a lei não protege os mais frágeis. No entanto, não sabemos nada em concreto (nem é preciso), somos estranhos e para se chegar a esta situação tudo leva a crer que muita coisa "feia" já se passou.

Estamos todos de acordo. A Srª deve consultar alguém que a oriente.

E só em tese é que o sogro  iria apalavrar um montante  >:(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

pauloaguia, queres um exemplo dos sentimentos e moral da leis? Então aqui vai: quantas e quantas vezes as pessoas são despejadas (incluindo crianças) e os seus pertences colocados na rua ou depositados em algum armazém provisório sem a lei derramar sequer uma lágrima de compaixão? Já alguém viu a lei chorar, sofrer, arrepender-se, emocionar-se etc.? Era desses sentimentos que falava. Quanto às casa alugadas, aí, o caso muda de figura: há contratos escritos, que me parece não ser o caso em questão.

Outro exemplo: Será que existe alguma Lei que me impeça de pôr fora da minha casa os meus filhos, de maior idade, se um dia eles me derem fortes (enormes) motivos para isso? Moralmente talvez a consciência mo possa impedir, mas a lei não.

Dura ex sed lex!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

não querendo levantar celeuma mas sultão se tu tivesses uma casa arrendada e não te pagassem a renda á anos, ou mesmo meses, certamente também irias querer despejar os teus inquilinos, e num processo de despejo os inquilinos são avisados atempadamente de que têm que entregar a casa só se não o fizerem é que são despejados e nesse caso não se podem dizer que sejam vitimas pois foi-lhes dada a possibilidade de resolver a questão de outra forma, o despejo é sempre a ultima opção.

no caso em questão o melhor será a senhora consultar um advogado, se não tiver condições pode pedir ajuda na segurança social.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

não querendo levantar celeuma mas sultão se tu tivesses uma casa arrendada e não te pagassem a renda á anos, ou mesmo meses, certamente também irias querer despejar os teus inquilinos, e num processo de despejo os inquilinos são avisados atempadamente de que têm que entregar a casa só se não o fizerem é que são despejados e nesse caso não se podem dizer que sejam vitimas pois foi-lhes dada a possibilidade de resolver a questão de outra forma, o despejo é sempre a ultima opção.

no caso em questão o melhor será a senhora consultar um advogado, se não tiver condições pode pedir ajuda na segurança social.

Não que não é assim tão simples.

Existe por aí, verdadeiros profissionais do aluguer que conseguem de forma relativamente dentro da lei habitar durante longos períodos de tempo, sem pagar renda.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

ainda compreendo aqueles que que não pagam a renda da casa onde vivem porque usufruen da mesma sem pagar nada, agora como casos que eu já vi de pessoas que eram inquilinas e deixaram de pagar a renda de estabelecimentos comercias, e abandonaram o local não tendo devolvido a chave aos proprietários do imóvel nem retirando os seus pertences do imóvel, situações que se arrastam durante anos ficando o proprietário sem receber as rendas e sem poder voltar a alugar o imóvel até que se resolva o processo em tribunal. Não consigo compreender porque fazem isso, pela necessidade não é de certeza só pode ser mesmo por maldade, não vejo outra explicação  :-\

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0