Eliasg

Fundo de pensões - transferência para outra entidade

3 publicações neste tópico

Boa tarde,

Alguém me sabe esclarecer se os fundos de pensões podem ser transferidos para outra entidade gestora e em que condições isso pode ser feito?

Grato desde já pela ajuda.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Daquilo que consegui descobrir até agora, há várias entidades gestoras que cobram uma "comissão financeira" sobre a gestão do fundo de pensões em valores que variam entre 1,25% e 1,5% por ano. Desconfio que este último se trata do valor máximo previsto na lei.

Entretanto também descobri que existe uma "comissão de transferência" no valor de 3%.

Dado que os fundos de pensões não podem ser resgatados antes dos 65 anos (salvo casos excepcionais previstos na lei), esta comissão de gestão irá ter lugar durante uma série de anos consecutivos.

Por exemplo se o titular mantiver o fundo de pensões durante 30 anos seguidos, então 37,5% do valor ali aplicado reverterá para o banco. Como as rentabilidades destes fundos são muitas vezes modestas, mal chegando para cobrir a inflação, na prática isto significa que o dinheiro ali aplicado pode ter uma rentabilidade negativa. Ou seja, aquilo que era suposto servir para constituir uma pensão acaba na prática por constituir um rendimento para o banco, mas não necessariamente para o titular da participação no fundo.

Fica o alerta para os eventuais interessados.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado Eliasg pelo alerta.

É isso mesmo: essa uma realidade ignorada pela maioria das pessoas e tem uma importância muito grande na rendibilidade total ao fim de um número alargado de anos de investimento.

Vejamos o seguinte exemplo: se se investir hoje 100 num investimento que tenha uma rendibilidade (teórica/exemplo) de 5% ao fim de 30 anos, considerando juro composto - juro sobre juro - os 100 originais transformam-se em 432. Se alternativamente o mesmo investimento é sujeito a uma comissão "de gestão" anual de 1.50% então a rendibilidade do investimento já não é 5% mas sim 3.5%. Esta segunda alternativa de investimento fará com que o valor final do investimento seja apenas de 281. Ou seja, esta aparentemente pequena comissão anual "comeu" aprox. 35% do valor disponível para consumo no momento da reforma (281/432 -1).

É claramente um assunto que merecia muita mais atenção por parte dos investidores.

Aliás, o que aqui se diz sobre Fundos de Pensões também se aplica a Fundos de Investimento, em que a generalidade dos investidores está confortável (ou por desconhecimento do montante das comissões ou do seu impacto a longo prazo) em pagar comissões que chegam a 2%, ignorando que estão a entrar num jogo em que as sociedades gestoras nunca perdem e em que os investidores acabam por não ser devidamente remunerados pelo risco que incorrem.

cumprimentos, sinbad

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead