davide1

carro e seguro em nomes diferentes?

43 publicações neste tópico

Boa tarde, é possivel ter legalmente um carro com o seguro em nome diferente do propriatario? obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não. O seguro é da inteira responsabilidade do proprietário.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia, então se o carro e o seguro esta em meu nome, isto não impede que qualquer pessoa desde que tenha carta, o possam conduzer, certo?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Certo...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Acho que nao é bem assim. Não falta aí seguros em que o proprietário da viatura é uma pessoa e o seguro (segurado) está em nome do outro, normalmente um grau de parentesco, mas conheço muitos casos em que isso nao acontece.

Depois existe outra figaura que é o condutor habitual... Que nao sei se tem alguma importancia ou nao, mas qualquer pessoa pode exprestar o carro a um amigo, nada o impede, contudo nao sei o que é em concreto o dito condutor habitual....

Se houver algum entendido.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A questão não é se pode fazer, a questão é saber se a seguradora não se pode recusar a pagar em caso de acidente!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Realmente isto da muitas duvidas, é que eu nunca precisei de acionar um seguro meu, mas quem anda á chuva está sujeito a molhar-se, a minha preocupação é de em caso de acidente em que nao seja eu o condutor, não venha ater problemas, acho que deveria haver legislação a explicar muito bem este tema, isto para as seguradoras, em caso de acidente não fugirem ás suas responsablidades.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

... nao sei o que é em concreto o dito condutor habitual....

Se houver algum entendido.

É uma boa questão, posso perguntar à seguradora, mas também gostaria de ouvir a opinião de entendidos. O meu carro, em meu nome, com seguro em meu nome é conduzido pelos meus filhos (até mais por eles, do que por mim). A seguradora pode recusar-se que o seguro seja acionado em caso de necessidade?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

As seguradoras cada vez mais nos avisam para este tipo de situações recomendo que leiam as condições gerais dos vossos seguros! Posso lhe dizer que ainda esta semana perdemos 2 seguros por nos recusarmos a fazer seguros nessas situações! Acho que o mediador deve ser o primeiro alertar para estas coisas mesmo com o risco de perder o negocio! Até porque pela experiência que tenho mais tarde vai ser sempre o culpado por muito que avise! ;-)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Quer dizer então, que um carro so pode ser conduzido pelo seu proprietario, acho isso um absurdo e sem logica, a ser realmente assim as seguradoras deviam informar os clientes da situação sempre que é constituido um novo seguro, e deviam ter tambem um seguro em que seja possivél qualquer um conduzir.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas, Então existem seguros que podem ser activados se o condutor for outro ? E existem seguros que isso não é permitido? Tenha a ideia que o seguro era feito ao carro e não ao condutor. Sempre tomei como dado adquirido que o seguro cobria independentemente do condutor. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Conforme já vos disse leiam as condições gerais.

O problema ao que me parece não está em ser uma situação casual é sim no facto de o condutor ser sempre a outra pessoa e não o proprietário até porque o preço como sabem é feito em função do risco do condutor(idade, histórico de acidentes,...). Há seguradores em que na apólice está o nome das pessoas que podem conduzir o veiculo o que em muitas situações faz baixar até 25% do valor do prémio!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenho de confessar que depois de ler os comentarios, ainda estou mais confuso, pode ou não um carro meu ser conduzido casualmente, ou seja quando necessario por um familiar ou amigo?

No meu caso por exp. tenho dois carros, um de trabalho e outro mais para o fim de semana, mas tanto a minha esposa como a minha filha, tambem utilizam os carros.

Pelo que me deu a entender e currijam-me se entendi mal, se por acaso acontece um acidente em que o condutor seja a minha esposa ou filha o seguro pode recusar pagar os danos? Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já leu as condições gerais? 8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim ja estive a ler, mas confesso que fiquei a perceber o mesmo.

Mas entretanto estive a pesquisar este tema, e opinioes contraditorias não faltam.

Agora vou reformular a pergunta de uma outra maneira.

Os carros são meus os seguros em meu nome, condutor habitual sou eu, tanto a minha filha como a minha esposa tem carta, por vezes elas precisam de ir a algum lado, podem ou não conduzir os meus carros e em caso de acidente em que sejam elas as intervenientes,(ou outros) o seguro pode se recusar a assumir as suas responsablidades?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Importa se de transcrever o que diz nas condições gerais sobre isto?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim ja estive a ler, mas confesso que fiquei a perceber o mesmo.

Mas entretanto estive a pesquisar este tema, e opinioes contraditorias não faltam.

Agora vou reformular a pergunta de uma outra maneira.

Os carros são meus os seguros em meu nome, condutor habitual sou eu, tanto a minha filha como a minha esposa tem carta, por vezes elas precisam de ir a algum lado, podem ou não conduzir os meus carros e em caso de acidente em que sejam elas as intervenientes,(ou outros) o seguro pode se recusar a assumir as suas responsablidades?

É referido no seu seguro algum dos outros titulares habituais das viaturas?

Por vezes, quando o condutor ainda tem a carta à pouco tempo, é vantajoso fazer o seguro em nome de outra pessoa, referindo quem é o condutor habitual para essa viatura!...

Mas transcreva as condições gerais para se ficar com uma ideia mais correta sobre o assunto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Foi-me dito por um agente de seguros que é legal que o seguro da viatura não esteja no nome do proprietário, pode ser outra pessoa, só que as seguradoras dificultam isso. Pode-se fazer queixa no Instituto de Seguros de Portugal e a seguradora é obrigada a aceitar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Que tempestade num copo de água, independentemente da propriedade do carro o seguro pode ser feito em nome de outrem, não faria sentido de outra forma. Vejamos, se eu que tenho dois carros e num deles anda regularmente a minha mulher eu posso perfeitamente, e devo, fazer um dos seguros em nome dela(para além de que é mais barato). Lá porque a deixo ser a condutora habitual de um dos meus carros não tenho que abrir partido da propriedade daquilo que é meu. Outro exemplo, tenho 2 carros, um deles empresto ao meu filho, se ele for o condutor habitual manda a lei que o seguro seja feito em nome dele, mas como isso é algo relativo e sendo a propriedade minha posso perfeitamente fazer os dois seguros em meu nome e ele andar no carro as vezes que forem precisas e a seguradora não tem forma de provar o contrário em 99,9% das situações, a não ser que mande alguém vigiar o carro ou qualquer coisa do género...

Portanto, a saber, o seguro pode ser feito em nome de qualquer um independentemente do titular da propriedade, os seguros são mais baratos se o titular for do sexo feminino e os carros cuja morada do tomador do seguro for longe das grandes cidades pagará um premio menor, bem como quantos mais anos de carta e sem acidentes melhor.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Certo, também concordo que é tempestade em copo de água. Mas é várias vezes referida a figura "condutor habitual" que quer exactamente isso dizer? A seguradora pode recusar-se a cumprir alguma das garantias no caso de um acidente acontecer com um condutor não habitual? 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A figura do condutor habitual é como o nome indica a pessoa que habitualmente utiliza o carro. Relativamente ao levantamento de problemas por parte da seguradora num eventual sinistro cujo condutor seja outro que não o titular do seguro a seguradora pode alegar o que quiser, desde que apresente provas e como deve calcular quem é ou não o condutor habitual será algo muito difícil de provar. O seguro do meu carro teve muito tempo em nome dos meus pais, seguro de danos próprios, e por duas vezes fiz estragos (6000€ + 1500€) e nunca levantaram qualquer questão...

Há que saber escolher uma boa companhia mas mais importante ainda é escolher um bom mediador, não um vendedor, pois o mediador tem obrigações perante o cliente muito embora muitas vezes prefira 'proteger' a companhia.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A companhia é responsável pela resolução do sinistro na viatura independentemente de quem o conduz. Assim sendo, se emprestar o meu carro a um amigo e houver desastre tudo se passa como se fosse eu o condutor com seguro na AXA.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

a questao é pertinente.

Pessoalmente posso relatar que, dei dois toques ligeiros como culpado, (inferiores  300 euros )e um mais grave como vitima e em nenhum moment tive problemas com a seguradoa.

O carro era propriedade do meu pai, o titular do sguro era o meu pai,  e eu era quem o conduzia. nenhuma objecçao foi levantada.

Quando se trata de coisas maisraves, atropelamentos, ialide provocada ou morte no sei se a coisa funciona dsa mesma manera , pois nessas alturas os montanes sao elevados  as seguradoras nao pagam de animo leve.

Cumprimentos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A questão não é se pode fazer, a questão é saber se a seguradora não se pode recusar a pagar em caso de acidente!

em primeiro lugar sou agente de seguros em segundo lugar e possivel    a viatura estar em nome do propriatario e  o seguro em nome de outrem ,  mas em caso  de acidente a segura  so paga  se no momento do acidente a viatura  estiver  a ser conduzida pelo  responsavel que fez  o seguro
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

em caso  de acidente a segura  so paga  se no momento do acidente a viatura  estiver  a ser conduzida pelo  responsavel que fez  o seguro

Isto é muito interessante saber! Mas será mesmo assim? Eu tenho dois carros em meu nome e com seguro em meu nome. Esses dois carros são usados por mim, pela minha mulher e pela minha filha. Se for como diz, em caso de acidente com uma delas a conduzir, o seguro não pode ser accionado? Tem algum exemplo de contracto que sustente o que diz?
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead