Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Poupas

Preciso de 2.500€ e...

6 publicações neste tópico

Olá a todos!

Preciso de 2.500,00€. Tenho duas aplicações desse montante e não sei qual delas devo levantar:  ???

- tenho 2.500,00€ em certificados de aforro desde 2001, que estão a render a uma taxa de 6.075%;

- e tenho 2.500,00€ num produto que constitui um fundo de investimento, da Fidelidade/ CTT "euro 16", em que há garantia do capital inicial, nesta fase já não há penalizações pelo levantamento, é de 8 anos, e vai em 3 anos e meio, faltando 4 anos e meio para o seu vencimento; neste momento, cada unidade vale 99,48€ (no início, valia 100€).

O que é que acham? Qual será que vai ter uma evolução mais favorável (e, portanto, não devo mexer?)

Se precisarem de mais elementos para opinarem, digam!  ;)

Obrigada,

Poupas

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tenho 2.500,00€ em certificados de aforro desde 2001, que estão a render a uma taxa de 6.075%;

tens certeza que os teus certificados de aforro têm uma taxa de 6%? julgava que a taxa andava actualmente nos 3%.

quanto à outra aplicação (euro16 dos CTT) não conheço os pormenores da aplicação (rendibilidades) pelo que não consigo fazer qualquer comparação. Não obstante digo-te que resgatar as unidades de 99,48 euros é mau mas não é trágico. Assumes a perda de capital de 1,52% e segues em frente. Mas é como te digo, não conheço o produto dos CTT nem as rendibilidades esperadas. Se calhar ainda vai dar uma pipa de massa no futuro...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tens certeza que os teus certificados de aforro têm uma taxa de 6%? julgava que a taxa andava actualmente nos 3%.

Se são de 2001 não são da série actual e, portanto, têm uma taxa base mais elevada. Para além disso em 7 anos já deve ter alguma bonificação seguramente...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

os certificados de aforro no mes de Novembro da serie B estava com a taxa 3.017 + 2 (premios de permanencia), está neste mês com uma taxa total de 5.017.

Podes estar sempre a par neste Link

http://www.igcp.pt/fotos/editor2/Menu%20Lateral/Certificados%20de%20Aforro/Historico/2008/TaxaCA_AB.pdf

Relativamente ao outro, não conheço o produto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigada desde já pelos vossos contributos.

- Quanto à rentabilidade dos certificados de aforro, estou a falar de uma quantia aplicada em Maio de 2001; fiz uma simulação no site dos CTT (http://www2.ctt.pt/feapl/jsp/certaforro/protected/certcarteiralistaForm.jsf?lang=def), e aparece RL (=rendibilidade líquida) de 4,075%, e PP (=prémio de permanência bruto) de 2%; daí ter falado em 6,075%;

- quanto ao fundo de investimento, estive a ler a descrição do produto e diz o seguinte:

duração do contrato: 8 anos e um dia, com início a 22 de Agosto de 2003 e termo em 23 de agosto de 2013, podendo terminar antecipadamente na data de aniversário em que o somatório dos montantes resultantes das taxas de rendimento anuais do Fundo Autónomo de Investimento, líquidos de encargos de gestão, atinja 16%;

o contrato garante ao beneficiário em caso de vida da pessoa segura no termo do contrato ou na data de aniversário em que ocorra a cessação antecipada por ter sido atingido o rendimento máximo de 16%, o pagamento do capital seguro à data do vencimento;

em caso de vida da pessoa segura em cada uma das datas de aniversário do contrato, o pagamento de uma fracção do capital seguro, a qual corresponderá ao valor resultante da aplicação da taxa de rendimento do Fundo Autónomo de Investimento, líquidos de encargos de gestão, verificada nessa anuidade, ao prémio pago não resgatado

Isto é o que diz no documento das condições gerais.

No prospecto publicitário, diz que

o total do rendimento a distribuir ao longo do prazo será no máximo de 16% do capital investido, havendo lugar ao reembolso antecipado do capital no termo da anuidade em que o total das taxas de rendimento distribuídas atinja os 16%

o produto tem por base obrigações estruturadas com rendimento garantido, cotadas na  bolsa da OCDE e emitidas por instituições financeiras internacionais...

o activo, no 1º ano, garante um rendimento fixo de 4% e nos anos seguintes um rendimento variáve, determinado em função das taxas de rendimento anteriormente distribuídas e da taxa de juro euribor a 12 meses, de acordo com o seguinte:

taxa de rendimento do ano no 1º ano: 4%;

taxa de rendimento do ano nos anos seguintes: multiplicador X taxa de rendimento no ano anterior - Euribor 12 meses

o multiplicador para o 2º ano é 1,4

o multiplicador para o 3º ano é 1,5

o multiplicador para o 4º ano é 1,6

o multiplicador para o 5º ano é 1,7

o multiplicador para o 6º ano é 1,8

o multiplicador para o 7º ano é 1,9

o multiplicador para o 8º ano é 2,0

Agora que li e transcrevi isto, ainda fiquei com mais dúvidas...  ??? ??? ???

Que me dizem?  :-[

Obrigada!

Poupas

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Há aí um erro quanto aos Certificados de aforro que convém alertar... a rendibilidade liquida já inclui os 2% de prémio de permanencia!! se tens 4.075% liquido, that's it!!...

Eu tenho um C.A. de Abril 2001 e estive a fazer a simulação no site dos Ctt e dá-me uma rend. liquida de 4.041% em Outubro 2008 e será de 4.062% em janeiro 2009. Calculando a TANB dá-me 5.002% (serve para comparar com as TANB de outros depósitos e ver qual a melhor...)

Abaixo está a informação disponivel do site de IGCP

Vencimento dos Juros

Trimestral

Capitalização dos Juros Vencidos

O juros vencidos em cada trimestre são capitalizados pelo seu valor líquido de IRS

Taxa de Juro

A taxa de juro aplicada no cálculo dos juros de cada trimestre é a que resulta da soma da taxa de juro base com o prémio de permanência

Taxa de Juro Base

A taxa de juro base está indexada às taxas de juro de mercado através de mecanismo definido em Portaria do Ministro das Finanças. Actualmente a taxa base é obtida através de 0,60*TBA.

Prémios de Permanência

Fixados por Portaria do Ministro das Finanças. Actualmente, o prémio é de 0,25% no 2º semestre de capitalização e aumenta 0,25% em cada um dos semestres seguintes até atingir 2%.

Cálculo dos Juros

Taxa trimestral proporcional à taxa anual

Vencimento dos Certificados

Sem data de vencimento. Mantêm-se vivos até ser efectuado o resgate

Resgates

  A efectuar pelo titular ou movimentador nas Estações dos CTT

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0