Geral32

Rendimentos estrangeiro

8 publicações neste tópico

Boa noite

Estou a avaliar uma proposta para trabalhar no estrangeiro, que irá de Agosto até Dezembro, podendo continuar em 2013 - trabalho dependente.

O que tenho que fazer em termos de finanças e de morada fiscal?

Como funciona a declaração de irs e tributação de irs?

Não encontrei uma resposta uniforme em 2 repartições de finanças a que fui.

Do que pude concluir, se estiver fora mais de 180 dias tenho que alterar a minha situação fiscal para não residente e não tenho de declarar os rendimentos obtidos no estrangeiro.

Se estiver fora menos de 180 tenho que declarar o rendimento e pagar irs.

Ou seja, quem for para o Qatar (não há impostos) mais de 180 dias e tiver alterado nas finanças para não residente, não declara nada e não paga imposto. È ASSIM?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ou seja, quem for para o Qatar (não há impostos) mais de 180 dias e tiver alterado nas finanças para não residente, não declara nada e não paga imposto. È ASSIM?

é desde que não tenhas cá rendimentos. se receberes renda de um apartamento que tenhas alugado, por exemplo, já tens que declarar esses rendimentos...
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

Ainda relativamente a este assunto, gostaria de ver confirmado então o seguinte:

- como provar às finanças que estivemos mais de 183 dias fora de portugal e somos portanto não residentes? Basta o passaporte ou precisamos de provar que a nossa morada fiscal passou para o outro país?

obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O CIRS não especifica de que forma deve ser feita a prova. Mas refere que:

Artigo 16.º

Residência

1 - São residentes em território português as pessoas que, no ano a que respeitam os

rendimentos:

a) Hajam nele permanecido mais de 183 dias, seguidos ou interpolados;

B) Tendo permanecido por menos tempo, aí disponham, em 31 de Dezembro desse

ano, de habitação em condições que façam supor a intenção de a manter e ocupar

como residência habitual;

Ou seja, convém mudar a morada fiscal, diria eu...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E quanto a recebermos o ordenado em Portugal, é possível mesmo não sendo residentes fiscais em Portugal?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E quanto a recebermos o ordenado em Portugal, é possível mesmo não sendo residentes fiscais em Portugal?

Possível é. Agora se é vantajoso ou nãojá e outra história...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só é vantajoso se estiveres num país ainda mais socialista..

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ola, alguém me tira esta duvida, Se eu trabalhar mais de 180 dias no extrangeiro mas em vários países do mundo, Tenho de descontar sobre o ordenado em Portugal?Eu tou com contrato português e desconto todos os meses pelo ordenado base e bónus.

Obrigado pela antençao...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor