Visitante FredC

Certificados de Aforro vs Depósito a prazo - Qual o mais seguro?

36 publicações neste tópico

Boa tarde a todos

Venho aqui com um dilema. Tenho algum dinheiro em certificados de aforro, já de quando eu era miúdo, a render cerca de 3% TANB. Esta taxa nos dias de hoje não é nada de especial, e sei que conseguia melhor numa aplicação a prazo mas aqui a minha questão é outra.

Possuo contas no Santander (onde tenho a maioria das minhas poupanças a 4% TANB na Super poupança protecção) e na CGD. A minha questão é se valerá a pena transferir o dinheiro dos certificados para a CGD (onde conseguia uma taxa mais ou menos igual) já que não quero ter "todos os ovos no mesmo cesto". Onde é mais seguro ter o dinheiro, certificados ou conta a prazo (com a segurança do fundo de Garantias)? E a médio prazo, será que as taxas vão continuar altas ou daqui a um ano vou-me arrepender de não ter mantido os 3% que tenho agora nos certificados?

Obrigado pela ajuda!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

As taxas devem descer um bocado no médio prazo. Mas 3% também não é nada de especial.

Quanto a questão de segurança, dada a actual situação da dívida pública (e ainda não percebi totalmente o que aconteceu aos particulares na Grécia), não creio que os certificados tenham alguma vantagem, antes pelo contrário.

Considero mais seguro um depósito a prazo no Barclays (que está a dar 5% por 1 ano), do que em qualquer outro banco ou instituição portuguesa.

Quanto a boas taxas de DPs, CGD e Santander não são modelos de grandes rentabilidades. Invest, PrivatBank, BiG, ActivoBank oferecem bastante melhores taxas. Até mesmo no Banif e Montepio e Popular consegue melhor.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pelo feedback.

A questão é que não é muito dinheiro (2000€), e os juros que rende de uma taxa a 3% ou 5% não é nada de assombroso... Daí achar que não vale a pena abrir uma conta propositadamente noutro banco.

A questão aqui poderia ser passar o meu dinheiro do Santander, que já é um pouco mais nada também nada de assombroso, para outro banco mas dada a flexibilidade que tenho lá (recebo juros todos os meses e posso depositar e retirar dinheiro de lá sem penalizações nenhumas) não me compensaria...

Já agora, porquê achar que o Barclays é o mais seguro que qualquer outro banco? Afinal a CGD é a que mais proclama ser das mais seguras de todas (ou pelo menos é a ideia generalizada, afinal se o banco do estado cai o que acontecerá ao resto?).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Porque o Barclays é Inglês, logo o fundo de garantia dos depósitos é o Inglês e não o português.

Assim com 2000 não recomendo o Barclays, por causa das despesas de manutenção. Se o depósito fosse maior ou igual a 5000 aí já isentava destas comissões.

Quando à diferença não ser assombrosa, estamos numa época em que todos os tostões contam. 2% de 2000€ são 40€. Se para cada depósitozinho que temos pensarmos: ah, é pouco logo não vale a pena dar-me ao trabalho de mudar, tudo somado começa a dar um tanto dinheiro ao longo dos anos.

Além disso, não esquecer a inflação. Se a inflação prevista para 2012 for mesmo de 3.5%, então todos os DP que rendam abaixo disso implicam perda real do valor do dinheiro.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O fundo de garantias do Barclays é o Inglês? Então e a do Santander, é o Espanhol?

Pensei que o que interessava era onde a conta era realizada e não a nacionalidade do próprio banco... Ou seja, que qualquer depósito feito em Portugal era protegido pelo fundo de garantias Português!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

No caso do Santander é o português, pois o banco tem uma "sub-sede" em Portugal.

Barclays, Detuche, PrivatBank são apenas sucursais, logo os fundos de garantia são dos países de origem.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

porque não Certeficado do tesouro? consegues TANB de 7.1% durante 10 anos, mas só te rende se os mantiveres pelo menos durante 5 em que já ficas com uma TANB de 6.8%

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

porque não Certeficado do tesouro? consegues TANB de 7.1% durante 10 anos, mas só te rende se os mantiveres pelo menos durante 5 em que já ficas com uma TANB de 6.8%

Obrigado pela dica mas já tinha visto. O problema é que com um futuro tão incerto sei lá se não vou precisar desse dinheiro a curto prazo.... Estou empregado mas futuramente nunca se sabe...

@ruicarlov: Obrigado pelo esclarecimento! Não via o Barclays nem o Privatbank com bons olhos por ignorância sobre o modo como funcionavam... Assim tornam-se mais apelativos sem dúvida, no estado em que as coisas por cá andam...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

porque não Certeficado do tesouro? consegues TANB de 7.1% durante 10 anos, mas só te rende se os mantiveres pelo menos durante 5 em que já ficas com uma TANB de 6.8%

Além disso os certificados de tesouro são dívida pública com um risco considerável. Entre certificados do tesouro e obrigações a diferença não é muita. Uma pessoa ainda se vê grega se as coisas derem para o torto (duplo sentido totalmente intencional)

Não são um instrumento adequado quando se quer segurança em primeiro lugar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Porque o Barclays é Inglês, logo o fundo de garantia dos depósitos é o Inglês e não o português.

Assim com 2000 não recomendo o Barclays, por causa das despesas de manutenção. Se o depósito fosse maior ou igual a 5000 aí já isentava destas comissões.

Quando à diferença não ser assombrosa, estamos numa época em que todos os tostões contam. 2% de 2000€ são 40€. Se para cada depósitozinho que temos pensarmos: ah, é pouco logo não vale a pena dar-me ao trabalho de mudar, tudo somado começa a dar um tanto dinheiro ao longo dos anos.

Além disso, não esquecer a inflação. Se a inflação prevista para 2012 for mesmo de 3.5%, então todos os DP que rendam abaixo disso implicam perda real do valor do dinheiro.

É o mesmo que dizer que todos os depósitos a prazo neste momento com uma TANB 4,67% permitem igualar a inflação. Portanto, acima desses valores já estão a "ganhar"

Obrigado pela informação "Barclays, Detuche, PrivatBank são apenas sucursais, logo os fundos de garantia são dos países de origem."

Mais uma razão para ter pelo menos uma conta aberta num destes bancos 8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se precisares podes levantar ao fim de 6 meses.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Desconfio que a solução mais simples ainda é pôr esse dinheiro a 4% na minha conta do Santander... Só não gosto de pôr todos os "ovos no mesmo cesto"...

O santander gaba-se de ser um banco sólido, será mesmo verdade?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Será certamente a solução que dá menos trabalho, mas está longe de ser a melhor.

Recordo que a inflação prevista é de 3.5%, logo em termos reais, TANB abaixo de 4,67% significa perda de dinheiro para a inflação.

Vá olhando para o Barclays, Invest, PrivatBank, ActivoBank, que são dos poucos que dão taxas acima desse valor.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Será certamente a solução que dá menos trabalho, mas está longe de ser a melhor.

Recordo que a inflação prevista é de 3.5%, logo em termos reais, TANB abaixo de 4,67% significa perda de dinheiro para a inflação.

Vá olhando para o Barclays, Invest, PrivatBank, ActivoBank, que são dos poucos que dão taxas acima desse valor.

Exactamente!

Se as taxas euribor continuarem a descer, tudo indica que sim. Será que esses bancos vão acompanhar as descidas nas taxas de juro? Diria que sim.

Nesse caso os depósitos deixam de ser atractivos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas podem servir pelo menos para não perder dinheiro. Duvido que não haja pelo menos um banco que dê qualquer coisa acima de 4.6%. Mesmo em 2010, quando esteve tudo em baixo, o Privat tinha taxas de 4,tal.

Esse banco vai ser o meu último reduto de defesa.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então e o Finantia não terá os melhores juros em DP?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então e o Finantia não terá os melhores juros em DP?

O capital mínimo é de 50.000€. Portanto, o ter melhores juros em DP pode ser verdade. Mas para um capital que nem todos tem à disposição neste momento.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O capital mínimo é de 50.000€. Portanto, o ter melhores juros em DP pode ser verdade. Mas para um capital que nem todos tem à disposição neste momento.

E para essas quantia negoceiam-se melhores taxas no PrivatBank. Recentemente alguém conseguiu 5.7% 1 ano para 23K: http://www.forumfinancas.com/index.php?topic=6666.18

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

fui eu que consegui essas taxas através da olga voronina (ver post depositos a prazo vs obrigações)

Cps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

fui eu que consegui essas taxas através da olga voronina (ver post depositos a prazo vs obrigações)

Cps

Então aproveita aquela oferta, porque não me parece que vás encontrar melhor em DP´s. Se for em obrigações a conversa é outra ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Após uma breve leitura por todos estes comentários de à um ano atrás, verifiquei que a rentabilidade dos depositos a prazo em relação aos certificados de aforro tiveram alterações significativas....

Dada a situação do nosso país, serão mais "seguros" os depositos a prazo ou os certificados de aforro?

Neste momento possuo um montante considerável e não sei qual será a melhor solução...

Agradecia saber a vossa opinião e sujestões

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Após uma breve leitura por todos estes comentários de à um ano atrás, verifiquei que a rentabilidade dos depositos a prazo em relação aos certificados de aforro tiveram alterações significativas....

Dada a situação do nosso país, serão mais "seguros" os depositos a prazo ou os certificados de aforro?

Neste momento possuo um montante considerável e não sei qual será a melhor solução...

Agradecia saber a vossa opinião e sujestões

Quanto á segurança é fácil, os certificados de aforro são como um empréstimo que fazes á republica, os depositos são como um emprestimo que fazes ao banco :) agora tu vê qual achas mais "seguro" :) se tens um valor considerável poderias ver outras alternativas sem ser essas duas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Depois do acontecido no Chipre penso que o colchão é mais seguro. Pois os ladrões já não precisam de arrombar os cofres dos bancos para roubar o dinheiro aos depositantes.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu estou a pensar em investir em alguma propriedades rurais, com vista a valorizar com o tempo e pelo menos ai não devem ir lá buscar 30% ou 40%.

Isto é um escândalo e quem ganha com isto são os Alemães as suas obrigações voltaram a taxas negativas algumas acima de -1%

Quem mundo este em que quem trabalha e tem cabeça para guardar e poupar para momentos mais dificeis é roubado desta forma. >:(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead