Nelzon

Trabalho independente...?

43 publicações neste tópico

De uma forma muito simples:

Existe a possibilidade de ganhar cerca de 1500€/mês através de um possivel cliente estrangeiro.

Tenho de começar a passar os tais recibos verdes? E depois? Tenho de cobrar iva? O cliente é da America do Norte...

Quanto é que eu teria de descontar? Pelo que tenho andado a ler tenho de descontar quase 30% por mês e pagar uns 20% de IVA... Isso faria com que 50% desses 1500€ fossem à vida, e sinceramente assim não me compensa... Minimamente...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Que serviços vais prestar? Tipicamente a prestação de serviços a entidades fora do Espaço Europeu residentes está isenta de IVA, mas depende do que for concretamente. De qualquer forma, serás tributado em IRS, como é habitual.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Será serviço de administração informática.

SEO para ser mais especifico...

O objectivo é essa empresa me dar trabalho a full time...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Peço desculpa pela insiustência, mas alguém me saberá dizer algo sobre isto?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em relação ao Iva penso que não estará sujeito pelo artigo 6º do CIVA.

11 - Não obstante o disposto na alínea B) do n.º 6, não são tributáveis as prestações de serviços adiante enumeradas, quando o adquirente for uma pessoa estabelecida ou domiciliada fora da Comunidade: (Redacção dada pelo artigo 2.º do Decreto-Lei n.º 186/2009, de 12/08, em vigor a partir de 01/01/2010)

a) Cessão ou concessão de direitos de autor, brevets, licenças, marcas de fabrico e de comércio e outros direitos análogos;

B) Prestações de serviços de publicidade;

c) Prestações de serviços de consultores, engenheiros, advogados, economistas e contabilistas, e de gabinetes de estudo em todos os domínios, compreendendo os de organização, investigação e desenvolvimento;

d) Tratamento de dados e fornecimento de informações;

e) Operações bancárias, financeiras e de seguro ou resseguro, com excepção da locação de cofres-fortes;

f) Colocação de pessoal à disposição;

g) Locação de bens móveis corpóreos, com excepção de meios de transporte;

h) Cessão ou concessão do acesso a uma rede de gás natural ou a qualquer rede a ela ligada, à rede de electricidade, ou às redes de aquecimento e arrefecimento, bem como prestações de serviços de transporte ou envio através dessas redes e prestações de serviços directamente conexas; (Redacção do Decreto-Lei n.º 134/2010 -27/12)

i) Prestações de serviços de telecomunicações;

j) Prestações de serviços de radiodifusão e de televisão;

l) Prestações de serviços por via electrónica, nomeadamente as descritas no anexo D;

m) Obrigação de não exercer, mesmo a título parcial, uma actividade profissional ou um direito mencionado no presente número.

Quanto aos descontos para a segurança social...

Qual é a situação? primeira vez como trabalhador independente ou é um reinicio?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em relação ao Iva penso que não estará sujeito pelo artigo 6º do CIVA.

Quanto aos descontos para a segurança social...

Qual é a situação? primeira vez como trabalhador independente ou é um reinicio?

Sendo assim o que tenho de fazer para que as finanças saibam disso? É que o objectivo será facturar mais de 10.000€ por ano...

Quanto aos descontos para a Segurança Social é a primeira vez como trabalhador independente, de momento ainda trabalho por conta de outrém...

Obrigado pela ajuda!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Faz a abertura da actividade normalmente, declara uma previsão superior a 10 mil euros... automaticamente é enquadrado no regime normal do IVA.

Ao facturar põe a menção " não sujeito a Iva - artigo 6º, nº 11, alínea l)"

Mas tem de ver se o serviço se enquadra no tal anexo D. Consulte o código do Iva.

Em relação aos descontos para a seg social, como é a primeira vez terá direito a isenção até Outubro/2013 (mas caso continue a trabalhar por conta de outrem terá isenção enquanto fizer descontos por essa via), sendo depois enquadrado conforme o volume de negócios, caso fique no regime simplificado, ou pelo lucro, caso opte pelo regime de contabilidade organizada. Se quiser posso depois ajudar a fazer essas contas.

Aconselho-o a consultar alguém experiente na area de finanças / contabilidade por causa desses rendimentos obtidos com uma empresa estrangeira, pois eu não sei até que ponto há sujeição a uma possivel retenção na fonte efectuada por essa entidade estrangeira... e caso haja sujeição a retenção na fonte nesse outro país, saber da possibilidade de accionar uma possivel convenção para evitar a dupla tributação.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Faz a abertura da actividade normalmente, declara uma previsão superior a 10 mil euros... automaticamente é enquadrado no regime normal do IVA.

Ao facturar põe a menção " não sujeito a Iva - artigo 6º, nº 11, alínea l)"

Mas tem de ver se o serviço se enquadra no tal anexo D. Consulte o código do Iva.

Em relação aos descontos para a seg social, como é a primeira vez terá direito a isenção até Outubro/2013 (mas caso continue a trabalhar por conta de outrem terá isenção enquanto fizer descontos por essa via), sendo depois enquadrado conforme o volume de negócios, caso fique no regime simplificado, ou pelo lucro, caso opte pelo regime de contabilidade organizada. Se quiser posso depois ajudar a fazer essas contas.

Aconselho-o a consultar alguém experiente na area de finanças / contabilidade por causa desses rendimentos obtidos com uma empresa estrangeira, pois eu não sei até que ponto há sujeição a uma possivel retenção na fonte efectuada por essa entidade estrangeira... e caso haja sujeição a retenção na fonte nesse outro país, saber da possibilidade de accionar uma possivel convenção para evitar a dupla tributação.

Obrigado pela resposta!

O anexo d) é este: "d) Tratamento de dados e fornecimento de informações"?

"Ao facturar põe a menção " não sujeito a Iva - artigo 6º, nº 11, alínea l)" - Facturar é passar os tais recibo verdes, não?

"Em relação aos descontos para a seg social, como é a primeira vez terá direito a isenção até Outubro/2013 (mas caso continue a trabalhar por conta de outrem terá isenção enquanto fizer descontos por essa via), sendo depois enquadrado conforme o volume de negócios, caso fique no regime simplificado, ou pelo lucro, caso opte pelo regime de contabilidade organizada. Se quiser posso depois ajudar a fazer essas contas."

Se eu fizer este trabalho deixarei o meu emprego actual, mesmo assim existe isenção?

Qual a diferença entre "regime simplificado" e "regime de contabilidade organizada"?

Basicamente queria fazer um cálculo, se o cliente me paga por exemplo 1500€ mensais, quanto terei de pagar para a Segurança Social?

Obrigado ao Ra e Pedro Pais pela ajuda preciosa!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O anexo d) é este: "d) Tratamento de dados e fornecimento de informações"?

http://info.portaldasfinancas.gov.pt/NR/rdonlyres/E5D4B380-F7C0-485D-95DC-46285280295A/0/IVA_REPUBLICADO_2012.pdf

A lista está na página 163.

"Ao facturar põe a menção " não sujeito a Iva - artigo 6º, nº 11, alínea l)" - Facturar é passar os tais recibo verdes, não?

Sim, se adoptar o sistema de recibos verdes escolhe "Regras da localiçazão Artigo 6º" ou algo assim parecido.

"Em relação aos descontos para a seg social, como é a primeira vez terá direito a isenção até Outubro/2013 (mas caso continue a trabalhar por conta de outrem terá isenção enquanto fizer descontos por essa via), sendo depois enquadrado conforme o volume de negócios, caso fique no regime simplificado, ou pelo lucro, caso opte pelo regime de contabilidade organizada. Se quiser posso depois ajudar a fazer essas contas."

Se eu fizer este trabalho deixarei o meu emprego actual, mesmo assim existe isenção?

Sim, pode usufruir da isenção. Na 1ª vez como trabalhador independente pode usufruir de  pelo menos 12 meses de isenção, e se actividade for iniciada antes de Outubro pode ficar até Outubro/2013.

Qual a diferença entre "regime simplificado" e "regime de contabilidade organizada"?

São os dois regimes de tributação em IRS. No regime simplificado é considerado 70 % dos serviços prestados como rendimento tributavel. No regime contabilidade organizada é o lucro fiscal.

Depende do volume de despesas que terá... para saber qual compensará.

Basicamente queria fazer um cálculo, se o cliente me paga por exemplo 1500€ mensais, quanto terei de pagar para a Segurança Social?

No regime simplificado: 1500 x 12 = 18000 x 70% = 12600 / 12 = 1050

Dá o 4º escalão = 1048,05 x 29,6 % = 310,22

http://www2.seg-social.pt/preview_documentos.asp?r=31599&m=PDF

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Insere-se na alinea 1), por isso calculo que qualquer que seja o volume de negócios, mesmo sendo mais de 10.000€ ano não devo pagar IVA?

No regime simplificado: 1500 x 12 = 18000 x 70% = 12600 / 12 = 1050

Dá o 4º escalão = 1048,05 x 29,6 % = 310,22

http://www2.seg-social.pt/preview_documentos.asp?r=31599&m=PDF

OK, e esse é o valor por mês certo?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Insere-se na alinea 1), por isso calculo que qualquer que seja o volume de negócios, mesmo sendo mais de 10.000€ ano não devo pagar IVA?

OK, e esse é o valor por mês certo?

Sim, não liquida IVA. Ao passar o recibo verde escolhe "Regras da localiçazão Artigo 6º".

Sim, esse é o valor mensal de contribuição. Mas primeiro pode gozar da tal isenção.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Voltando a este assunto, tive a ler: http://www2.seg-social.pt/preview_documentos.asp?r=33697&m=PDF

Sendo que vou receber dinheiro apenas de uma entidade estrangeira, será que essa entidade será considerada "Entidade contratante" e essa entidade tenha que pagar contribuições em Portugal??? Eu eu tenho que pagar por essa entidade???

Não percebi muito bem o que a Segurança Social entendo por "Entidade contratante"

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Após esta mensagem tentei procurar mais na net e não encontrei nada sobre empresas estrangeiras... Mesmo nada...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A segurança social entende por entidade contratante as entidades/empresas que beneficiem de mais de 80% dos serviços prestados num ano pelo trabalhador independente.

Ou seja, se um trabalhador independente prestar mais de 80% da sua actividade para uma só entidade, então essa entidade será considerada entidade contratante.

Quanto à questão da empresa estrangeira, desconheço que cobrem isso à entidade estrangeira, só tenho conhecimento de começarem a cobrar a entidades nacionais. Diria quase com 100% de certeza que não cobrarão às entidades estrangeiras.

Nem tão pouco, pelo motivo de ser estrangeira, lhe cobrarão a si.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A segurança social entende por entidade contratante as entidades/empresas que beneficiem de mais de 80% dos serviços prestados num ano pelo trabalhador independente.

Ou seja, se um trabalhador independente prestar mais de 80% da sua actividade para uma só entidade, então essa entidade será considerada entidade contratante.

Quanto à questão da empresa estrangeira, desconheço que cobrem isso à entidade estrangeira, só tenho conhecimento de começarem a cobrar a entidades nacionais. Diria quase com 100% de certeza que não cobrarão às entidades estrangeiras.

Nem tão pouco, pelo motivo de ser estrangeira, lhe cobrarão a si.

Obrigado! Como sempre útil! Grande membro!

Agora tenho uma outra questão pertinente, sendo que a entidade não deverá pagar impostos em Portugal, o que me acontece em caso de desemprego? Recebo algum subsidio?

Cumprimentos,

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A lei do desemprego para os independentes (economicamente dependentes de uma entidade contratante - falsos recibos verdes), prevê um prazo de garantia de dois anos de descontos e dois anos de contribuição da entidade contratante. Logo, se a sua entidade contratante não contribuir, não terá direito a subsidio desemprego.

http://dre.pt/pdf1sdip/2012/03/05400/0124201244.pdf

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A lei do desemprego para os independentes (economicamente dependentes de uma entidade contratante - falsos recibos verdes), prevê um prazo de garantia de dois anos de descontos e dois anos de contribuição da entidade contratante. Logo, se a sua entidade contratante não contribuir, não terá direito a subsidio desemprego.

http://dre.pt/pdf1sdip/2012/03/05400/0124201244.pdf

Sendo estrangeira a entidade pode contribuir voluntariamente? Ou poderei eu contribuir por ela?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não me parece.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não me parece.

Tirando o facto do desemprego, reforma, saúde etc... Está garantido?
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se contribuir e cumprir os prazos de garantia... tem direito às prestações sociais: doença / parentalidade / reforma...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Última questão... Espero eu... :D

Por mês tenho que pagar alguma coisa por IRS? Ou os acertos, só ao fim do ano?? Para trabalhadores independentes...

Obrigado a todos!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Há dois tipos de adiantamento de irs:

- Retenção na fonte: O cliente quando obrigado faz-lhe a devida retenção na hora do pagamento.

- Pagamento por conta: Conforme liquidação de irs de anos anteriores, é-lhe pedido para entregar um x por conta do irs, em Julho, Setembro e Dezembro. São aqueles casos em que actividade independente tem um grande peso na colecta de irs. Mas neste caso a própria AT comunica-lhe quando e que montantes tem de pagar.

No final do ano, depois de efectuado a declaração de irs é apurado o irs a liquidar (já abatidos os possiveis pagamentos por conta e retenções na fonte).

O seu caso é para um cliente estrangeiro, certo? tenha atenção à possibilidade de ele ter de fazer retenção na fonte, pelo que deve informar-se como eles irão proceder, e caso efectuem retenção na fonte accione a convenção (entregando certificado de residência em Portugal)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não fazem retenção na fonte :) Já confirmei :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O grande problema, e susto é que com estes rendimentos terei de pagar uns 4000€ referentes a IRS em 2014... Isto é normal??

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bem. Eu sou trabalhador independente. Valor de vendas e serviços inferior a 10000 € e portanto isento (na venda) de IVA. Efectuo um numero de vendas/serviços muito baixo e actualmente criei um website para vender umas coisas

Sempre estive no Regime Simplificado de IRS mas agora essa opçao ao clicar na janela Mudança de Actividade do website das finanças nao me permite clicar nessa caixa.

Qunado verifico a Actividade Exercida aparece lá o enquadramento de IVa correcto (artig 53), na opçao de contabilidade nao organizada tambem correcto mas depois no Regime de IRS aparece de Simplificado mas de 2010-01-01 a 2012-31-12 isto na janela das nossas informacoes...

Dito isto gostaria de saber o que quer isto efectivamente dizer ja que ao tentar mudar na actividade a janela para IRS simplificado nao permite clicar. Eu acho que isto tem a haver com o ano de 2013 ter muitas novas leis mas confirme quem estiver tambem a recibos verdes ou trabalhador independente o que aparece na vossa pagina por favor

Preciso mesmo de dicas. Muita informacao ao mesmo tempo...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead