rcgomes

Investir em Ouro e Imóveis

15 publicações neste tópico

Boa tarde. Agradecia alguns vossos conselhos para investir numa conta a prazo com um deposito no valor 300 euros.

  bem nao sei se será melhor comprar uma libre de ouro ou alguma coisa qualquer, o ouro está a subir bem
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Investir em matérias-primas é muito arriscado. Investimentos em ouro fazem-se num óptica de diversificar um investimento, por exemplo, distribuído em imobiliário, acções e obrigações.

Não substitui um depósito a prazo.

Disto isto, 300€ é um valor muito baixo para fazer um depósito. Muitos bancos tem limites mínimos de subscrição de 500€ ou mais.

Os que têm limites menores dão taxas muito medíocres.

Sugiro que tente juntar mais 200€ e faça um depósito a prazo no PrivatBank, que dá taxas acima de 5.2%.

Até lá, pode por exemplo o dinheiro no ActivoBank, num depósito escolha o prazo. Não tem mínimo de constituição e as taxas vão de 1,5% a 15 dias até 3,250% a 1 ano. Penso que melhor que isto é difícil.

Como o activo não cobra manutenção de conta nem transferências interbancárias, é a maneira de aproveitar o dinheiro ao máximo enquanto não se tem 500€.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

eu ate pensei investir eu  ouro subiu mesmo bem ultimamente, pois se o dinheiro cair o ouro valera sempre alguma coisa mundialmente nem que seja por umas batatas. Hoje em dia é bom investir em valores fisicos casas  e terrenos bem localizados etc, penso eu de que. Nem que seja para quando isto tudo for abaixo uma pessoa contsrua lá uma casita de madeira e plante alguma coisa lololol. obrigações e acções só se tivesse na área da economia entendesse mesmo bem e mesmo assim era complicado pois eu acho que PT está lixado assim como os outros todos, é dominó daqui para frente, eu por enquanto quando mais certinho melhor, já sei com que contar +-. Investimentos monetários só máximo 12 meses e taxa fixa garantida ou o mais próximo disso possível sem tocar na euribor

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O ouro pode ser um bem físico e real, mas o valor que dão por ele varia consoante o mercado.

Investir em ouro pode ser uma óptima forma de estoirar dinheiro se for comprado com o preço em alta e vendido quando está em baixa.

Por exemplo, se o ouro desvalorizar 50%, perde-se 50% do dinheiro.

Recomendo a leitura deste artigo da Deco

http://www.deco.proteste.pt/investe/ouro/

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

sim ,as o ouro só cai quando a crise acabar o que acho que só acaba com guerra a partir daqui, espero bem que não. Eu talvez ainda este ano aposte numa barrita pequena, e enterre no quintal lolol pois cofres do banco são caros. Claro que o ouro também tem de ter partes "negativas" senão toda a gente virava para esse lado e as restantes opções estariam condenadas, portando é normal. Mas investir tudo o que se tem eu ouro é lixado realmente, mas penso comprar alguma coisita nem que seja guardar para os netos é boa ideia

O que é verdade é que ouro aumentou muito, ainda no ano passado fui saber o preço de 1 barra andava na casa dos 30mil agora já estao a 41 mil e aqui governo não mexe

http://www.golddirect.pt/gdp/produtos/barras-de-ouro.html

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ainda no âmbito da conversa sobre o ouro gostaria de perguntar onde podemos encontrar gráficos da cotação do ouro?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ainda no âmbito da conversa sobre o ouro gostaria de perguntar onde podemos encontrar gráficos da cotação do ouro?

http://www.24hgold.com/english/home.aspx 

ao que parece o ouro ate tem descido ligeiramente, mas é como a gasolina desce pouco e amanha já sobe mais do que desceu, eu tenho andado em volta das analises, e com oscilações 1 kg subiu em 1 ano 10mil eur com oscilações no meio, tambem tem informação no site banco de portugal

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu pessoalmente penso que este é o momento de investir em imobiliário para arrendamento... taxas de 9, 10 e 11%... sem dificuldade nenhuma... o "verdadeiro" PPR... para quem mais do que rentabilizar quer garantir um complemento do seu rendimento mensal...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Isso é em caso de sorte.

Tenho apartamentos arrendados, só problemas...

Não pagam, para os despejar demora mais de 1 ano e ainda estou para receber 10 000 e "sujeito" que lá estava a morar pediu insolvência e não tem dinheiro, o fiador ganha 475 e bens nem vê-los!

Agora com o aumento dos IMIs, nem pensar.

Eu pessoalmente penso que este é o momento de investir em imobiliário para arrendamento... taxas de 9, 10 e 11%... sem dificuldade nenhuma... o "verdadeiro" PPR... para quem mais do que rentabilizar quer garantir um complemento do seu rendimento mensal...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Isso é em caso de sorte.

Tenho apartamentos arrendados, só problemas...

Não pagam, para os despejar demora mais de 1 ano e ainda estou para receber 10 000 e "sujeito" que lá estava a morar pediu insolvência e não tem dinheiro, o fiador ganha 475 e bens nem vê-los!

Agora com o aumento dos IMIs, nem pensar.

Investir em apartamentos para alugar? Sim, é bom,  para as farmacias venderem antidepressivos, para os advogados, para os tribunais etc. é bom para todos menos para o investidor. Meus amigos fala a voz da experiência nesse sector, quando investirem as vossas economias pensem em tudo menos no mercado de arrendamento.

Um abraço

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só tenho de concordar com o quim.

Das pessoas que conheço que têm casa para arrendar, têm mais problemas que outra coisa. Isto quando há sequer interessados.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

eu tambem concordo com o que foi dito, só se comprar casas para arrendar só a casais estrangeiros adultos no algarve e mesmo assim...  sabem que isto esta bom para quem é milionário, e para quem tem a conta a 000( e lhes convem para não tirarem nada)  e que não sabe poupar. Depois as pessoas que vão para as nossas casinhas não as estimam como nós,( o que ganhamos é para pagar obras) e alem disso estão sempre á procura de casas mais baratas, portanto dificilmente  fica habitada anos seguidos sem intervalos vazios.  Investir é melhor obras de arte,veiculos classicos caros, em terrenos, lembrem-se de quem tinha terrenos que eram só pântanos na expo... venderam por 4x mais... é necessario tambem ter sorte claro. Mas aqui em Portugal realmente com taxas do IMI está complicado, só se colocar os imoveis em nome de um familiar que ganhe muito pouco etc e depois fique isento de pagamento de IMI ou pague taxas reduzidas, mas para isso é necessário ter família unida. Estamos em um dilema lixado, eles querem acabar com a classe média á força toda. Se alguém quiser dar dicas em bons investimentos físicos força nisso  8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só tenho de concordar com o quim.

Das pessoas que conheço que têm casa para arrendar, têm mais problemas que outra coisa. Isto quando há sequer interessados.

Há, contudo, algumas excepções! Apartamentos no Algarve ou zonas turísticas para arrendar à semana, à quinzena ou ao mês.

Mas, claro, depois têm o problema de ficarem vazios a maior parte do ano...

Temos ainda uma boa possibilidade em zonas próximas de universidades/escolas arrendar a professores ou estudantes, que normalmente são + certos a pagar e causam menos problemas...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Que me desculpem mas quão quadrados e descolados da realidade alguns de vós são! Eu tenho 24 anos, vivo desde os 17 em casas de renda e atualmente estou à mais de um ano num T3 com data de construção de 1938, em Lisboa, a pagar 650€, depois de ter estado a pagar 350€ por um quarto! Nunca falhei com nenhum senhorio e se pensam que é fácil ou sequer viável pagar este tipo de rendas nesta sociedade vocês então não têm mesmo noção do estado das coisas.

Uma moeda tem sempre duas faces e o que posso mostrar da minha face, como arrendatário, é que o meu atual senhorio teve 4 meses para fazer uma pequena reparação numa janela, desde o inicio de Agosto do ano passado que tenho um autoclismo a verter, já reparado não sei quantas vezes mas sempre fica na mesma e até uma porcaria tão simples quanto um óculo na porta não quer meter, já para não falar no exaustor que ficou prometido... Quando vocês quiserem falar mal das pessoas que andam diariamente a trabalhar para os senhorios (sim porque basta fazer as contas) pensem duas vezes e pensem se os valores das rendas são minimamente aceitáveis!

É claro que depois há pessoas que quando se vêm numa situação complicada a quem se paga por último é ao senhorio, quiçá pela raiva de serem o buraco para onde vai a maioria do seu dinheiro e muitas vezes por vingança pela arrogância do senhorio! Não que eu concorde com essa fundamentação, talvez porque felizmente nunca tive numa situação dessas mas posso dizer que entendo certas situações!

Vejam os exemplos na Europa, na Suiça as rendas são equiparáveis mas face aos rendimentos upa upa, o que lhes vale é que lá há o estado a impor limites. Na Alemanha, ainda no outro dia deu uma reportagem na Sicn onde um Português estava a pagar 350€ por um T1 em Colónia, e a receber salvo erro 2800€.

Faz falta o Estado impor limites para as rendas para se acabar a galinha dos ovos de ouro de muitos, e principalmente para acabar com a ideia de as casas serem para investimento, as casas devem ser para as pessoas!!! E desculpem se dá algum trabalhinho ter uma casa arrendada mas quem me dera ter eu casas para arrendar e podem crer que seria um bom senhorio.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Há, contudo, algumas excepções! Apartamentos no Algarve ou zonas turísticas para arrendar à semana, à quinzena ou ao mês.

Mas, claro, depois têm o problema de ficarem vazios a maior parte do ano...

Temos ainda uma boa possibilidade em zonas próximas de universidades/escolas arrendar a professores ou estudantes, que normalmente são + certos a pagar e causam menos problemas...

Exactamente! Zonas turísticas e perto de universidades/escolas os problemas serão bem menores. Não deve ser fácil "adivinhar" se uma pessoa irá ou não pagar a renda. Mas quando faltam com o 1º/2º pagamento não podem ser logo despejados?(Não conheço a lei de arrendamento). No entanto, faria sentido...afinal de contas estão a usufruir de algo sem pagar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead