alexandrina

Inicio de Actividade - Cafe

9 publicações neste tópico

Boa Noite!

Vou iniciar uma actividade com ENI na área da restauração, mais propriamente um café.... é a minha duvida é qual o regime mais vantajoso, se regime simplificado ou contabilidade organizada.

Sou trabalhadora por conta de outrem, alem disso passo explicações onde passo recibo verde (regime simplificado), estado isenta de IVA por não ultrapassar os limites e agora penso abrir o tal café, continundo na mesmo a exercer as outras actividades.....De momento não sei ao certo como será a estimativa de facturação mas sei de certeza que não chegara aos 150 mil, e para alem dos custos normais de compras, luz e agua, terei uma renda mensal a volta de 500€ e uma funcionaria com vencimento a volta de 600€.Face as estas despesas e a vossa experiência qual o regime me aconselham?

E já agora a renda que irei pagar será a um particular, serei obrigada a pagar a retenção de IRS?.....

Alindei a sondar os valores dos TOC aqui da zona, no caso de optar por contabilidade organizada, o valor mais baixo que me pedem, foi um moço que me pediu 150€ isento de IVA e retenção, pois esta em inicio de actividade e diz que não atinge os limites, a minha questão é se esse valor é aceitável, ou elevado?

Obrigada!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia,

Tendo em conta que não prevê ultrapassar o montante anual ilíquido de rendimentos da categoria B de €150.000, poderá manter-se no Regime Simplificado, sendo desta forma tributada em IRS. Atenção que o período mínimo de permanência beste regime é de 3 anos.

No entanto, a opção pela Contabilidade Organizada permite-lhe deduzir as despesas (os salários dos trabalhadores, despesas de manutenção, renda, …), podendo diminuir os montantes sujeitos a imposto, mas obriga à existência de um Técnico Oficial de Contas.

Não é possível especificar qual o melhor regime, pois depende dos custos e vendas que prevê realizar, mas poderá ter em conta que no Regime Simplificado é tributada em IRS através da aplicação dos seguintes coeficientes:

- 20% do total das vendas de produtos e do exercício de atividades de restauração;

- 70% do total das prestações de serviço

Na Contabilidade Organizada, para a determinação dos rendimentos poderá deduzir as despesas relacionadas com a atividade (há algumas limitações). Neste Regime, poderá também reportar prejuízos, o que no RS não será possível.

Conforme os rendimentos que prevê realizar, poderá também equacionar a constituição de uma Sociedade, passando assim a ser tributada em sede de IRC, o que poderá também ser uma alternativa.

Em termos de IVA, deixará de estar isenta quando o seu volume de negócios ultrapassar os €10.000 anuais.

Quanto à renda, caso o senhorio não ultrapasse €10.000 de rendimentos prediais, há dispensa de retenção na fonte (a mesma deverá estar mencionada no recibo).

Espero ter ajudado!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ao consultar o meu cadastro verifiquei que relativamente a minha actividade de explicadora estarei no regime simplificado ate ao final 2012 ( 2010 a 2012), entao quando me diz que a permanencia neste regime é de 3 anos, mesmo abrindo a actividade de cafe e o rendimentos das duas actividades nao vai ultrupassar os 150mil €, sendo assim se optar pela actividade em nome individual sou obrigada a estar no regime simplificado é isso? Pelo menos ate ao final deste ano, podendo para o ano optar pela contabilidade organizada, certo?

No regime simplificado, as unicas obrigaçoes fiscais que terei é a declaraçao do iva trimestral e o anexo B na Modelo 3?....Nao sendo obrigatorio o registo de contabilidade nem TOC?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

O período mínimo de permanência em qualquer dos regimes é de três anos, prorrogável por iguais períodos, excepto se o sujeito passivo comunicar a alteração do regime pelo qual se encontra abrangido, até ao final do mês de Março, através de uma declaração de alterações, segundo o disposto no art.º 28º do CIRS.

Assim, no seu caso, para poder optar pela contabilidade organizada teria que o fazer até ao final da semana, ou então apenas no próximo ano.

Quanto às obrigações declarativas, passará a ter que declarar IVA trimestralmente, entregar o IRS anualmente (declaração modelo 3, anexo B no caso do Regime Simplificado) e pagar as contribuições mensalmente à Segurança Social. Neste regime, não é obrigatório nem possuir contabilidade organizada, nem Técnico Oficial de Contas. Para mais informações sobre este regime, poderá consultar a Lei n.º 30-G/2000 de 29/12.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Essa declaração alteração podera ser feita atravez do site das finanças? Se sim tera de ser um TOC ou poderei ser eu?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

A declaração de alterações, neste caso (passagem de Regime Simplificado para Contabilidade Organizada) deverá ser entregue por um Técnico Oficial de Contas, através do portal das finanças ou em papel.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa Noite!

Aproveitando as questões. gostaria de que me informa-se do seguinte. Se calhar é uma questão muito basica mas assim, o meu irmão passa recibo verde com o cae 2013 musico, isento de iva, agora tambem pondera  dar inicio a um cafe regime de contabilidade e sujeito passivo de iva, a minha questap é se isso ira afectar a sua isençao de iva referente ao recibos de musico? ou continua a ser isento?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia,

O seu irmão irá trabalhar para o café enquanto trabalhador por conta de outrém (rendimentos da categoria A), constituir uma empresa, ou abrir actividade como empresário em nome individual?

Caso seja trabalhador por conta de outrém, a isenção do IVA mantém-se, até os rendimentos como músico perfazerem €10.000.

Caso seja empresário em nome individual, pelo que percebi, optando pela contabilidade organizada, perderá o direito à isenção de IVA, nos termos do disposto no n.º 1 do art.º 53º do CIVA.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

alexandrina, contacte um TOC... mas julgo que já nada há a fazer... mesmo assim tente, não perde nada.

;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead