hferreira

IRS - União de facto ou separados

99 publicações neste tópico

Olá pessoal,

Vivo com a minha companheira (não somos casados) na mesma casa (nos bis está a mesma morada fiscal) e agora também um filho para entrar no irs.

Até hoje sempre fizemos a declaração de irs separados e sempre com o visto marcado como separados.

Este ano sou obrigado a declarar o irs como união de facto ou é possível como opção marcar como separados. A razão é poder comparar os 2 cenários e verificar qual traz maiores vantagens fiscais.

Obrigado desde já :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Enquanto não estiverem casados e continuarem em União de Facto, têm sempre a opção de declarar os rendimentos juntos ou separados. Atenção que, no caso de meterem a declaração em separado, as despesas relativas ao dependente apenas poderão ser deduzidas numa das declarações.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Certo RMMA, mas a questão é se temos de declarar como união de facto ou separados no irs ?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pelo link :)

No nosso caso temos feito sempre declarações separadas e com o visto do estado civil de separado. A questão é que agora temos um filho e estando a viver na mesma morada fiscal à mais de 2 anos, é obvio que vivemos como união de facto apesar de não estar declarado como tal. Não somos assim obrigados a fazer a declaração única com a união de facto ou ainda assim no nosso caso existe a (ainda) a possibilidade declarar em separado ?

Obrigado desde já :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Para poder declarar IRS em união de facto, é condição essencial ter a mesma morada fiscal há mais de dois anos, mas isso não o obriga, naturalmente, a ter de optar pela união de facto na declaração de IRS. A questão do filho não se coloca para determinar uma união de facto e a obrigatoriedade de entregar junto ou separado.

Pode escolher entre entregar em separado (colocando o visto em separado) ou em união de facto (colocando o visto em unido de facto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Uma vez mais obrigado RMMA.

No meu caso fazer em separado (segunda a simulação dos outros anos) é mais vantajoso. Veremos quando eles se lembram de alterar isto mas até lá farei sempre o mais vantajoso dentro do que a lei permite :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pois bem. Afinal, esta possibilidade não deixa de ser a principal vantagem da união de facto em relação ao casamento ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Por enquanto tem sido uma vantagem mas claro que não é a única e nem a principal.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa noite,

Eu e a minha namorada comprámos casa em maio de 2011 e estamos a viver juntos desde essa data.

Podemos fazer o IRS em conjunto?Se sim qual a opcao escolher tendo em conta que uniao de facto nao pode ser pois nao estamos juntos á pelo menos 2 anos.

Obrigado pela ajuda,

Filipe Alves

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não podem fazer em conjunto

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não podem fazer em conjunto

Obrigado pela ajuda. Só mais uma questão. Tendo ela vivido no ano de 2011 com a mãe, ela poderá fazer o IRS com a mãe?

Se sim, coloca a casa (juros/amortizações) no irs ou não?

Se não posso eu colocar a totalidade do valor?

Cumprimentos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Obrigado pela ajuda. Só mais uma questão. Tendo ela vivido no ano de 2011 com a mãe, ela poderá fazer o IRS com a mãe?

Se sim, coloca a casa (juros/amortizações) no irs ou não?

O que conta é a situação em 31 de Dezembro. Se ela já tinha mudado a morada fiscal nessa altura, já não pode meter a declaração com a mãe pois já não morava com ela.

Além disso, para poder figurar como dependente da mãe é preciso cumprir um dos requisitos do Código do IRS:

Artigo 13.º

Sujeito passivo

...

4 - Para efeitos do disposto no número anterior, e desde que devidamente identificados pelo número fiscal de contribuinte na declaração de rendimentos, consideram-se dependentes:

a) Os filhos, adoptados e enteados, menores não emancipados, bem como os menores sob tutela;

B) Os filhos, adoptados e enteados, maiores, bem como aqueles que até à maioridade estiveram sujeitos à tutela de qualquer dos sujeitos a quem incumbe a direcção do agregado familiar, que, não tendo mais de 25 anos nem auferindo anualmente rendimentos superiores ao valor da retribuição mínima mensal garantida, tenham frequentado no ano a que o imposto respeita o 11.º ou 12.º anos de escolaridade, estabelecimento de ensino médio ou superior;

c) Os filhos, adoptados, enteados e os sujeitos a tutela, maiores, inaptos para o trabalho e para angariar meios de subsistência, quando não aufiram rendimentos superiores ao salário mínimo nacional mais elevado;

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O que conta é a situação em 31 de Dezembro. Se ela já tinha mudado a morada fiscal nessa altura, já não pode meter a declaração com a mãe pois já não morava com ela.

Além disso, para poder figurar como dependente da mãe é preciso cumprir um dos requisitos do Código do IRS:

O que conta é a situação em 31 de Dezembro. Se ela já tinha mudado a morada fiscal nessa altura, já não pode meter a declaração com a mãe pois já não morava com ela.

Além disso, para poder figurar como dependente da mãe é preciso cumprir um dos requisitos do Código do IRS:

O que conta é a situação em 31 de Dezembro. Se ela já tinha mudado a morada fiscal nessa altura, já não pode meter a declaração com a mãe pois já não morava com ela.

Além disso, para poder figurar como dependente da mãe é preciso cumprir um dos requisitos do Código do IRS:

Mais uma vez obrigada.

Nesse caso, poderei colocar o valor total da habitação (juros/amortizações)? Ou ela terá que colocar a parte a que lhe diz respeito?

Cumprimentos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá pessoal,

Vivo com a minha companheira (não somos casados) na mesma casa (nos bis está a mesma morada fiscal) e agora também um filho para entrar no irs.

Até hoje sempre fizemos a declaração de irs separados e sempre com o visto marcado como separados.

Este ano sou obrigado a declarar o irs como união de facto ou é possível como opção marcar como separados. A razão é poder comparar os 2 cenários e verificar qual traz maiores vantagens fiscais.

Obrigado desde já :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ola bom dia. Vivo em uniao de facto com o meu companheiro, mas inda estou com a morada dos meus pais. Neste momento tenho uma filha de 5 meses...nao sei que fazer em relação ao irs. Será que me poderiam ajudar? Agradecia imenso. Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Para poderem fazer o irs em conjunto, como unidos de facto, é preciso que tenham a mesma morada fiscal há pelo menos 2 anos. O que não é o caso.

Tem de fazer o seu irs sozinha/solteira.

E o seu companheiro faz igual sozinho/solteiro.

A dependente só pode entrar num irs, ou entra no da mãe ou no do pai, nunca nos dois.

Nesta parte da dependente... façam umas simulações e vejam o que será mais vantajoso.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

estou separada ha 2,5anos,tenho um filho de 22anos a meu cargo

meu marido foi para outro pais, nao temos contacto nenhum.como preencho o irs? separado ou separado de facto, desculpe a ignorancia, mas nao entendo muito bem. e até o ano passado preenchi ainda casada. mas tenho de regularizar este ano.obrigada desde ja a atençao.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mais uma vez obrigada.

Nesse caso, poderei colocar o valor total da habitação (juros/amortizações)? Ou ela terá que colocar a parte a que lhe diz respeito?

Cumprimentos.

Apenas pode declarar o valor respeitante à sua quota parte. O Sr. Filipe Alves apenas é proprietário de metade do imóvel.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boa tarde!!

eu vivo em união de facto há 4 anos e o ano passado fizemos o irs em conjunto, no entanto este ano dá-nos mais vantagens de fazer em separado. É possivel fazer isso, ou a partir do momento que fizemos em conjunto teremos que manter sempre assim?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A minha companheira e eu temos o mesmo domicilio fiscal desde 16 de Abril de 2010. Podemos efectuar a declaração de rendimentos como unidos de facto dado que os dois anos requeridos já passaram?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boa tarde!!

eu vivo em união de facto há 4 anos e o ano passado fizemos o irs em conjunto, no entanto este ano dá-nos mais vantagens de fazer em separado. É possivel fazer isso, ou a partir do momento que fizemos em conjunto teremos que manter sempre assim?

Sim, todos os anos podem optar por entregar a declaração de IRS em conjunto ou separadamente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A minha companheira e eu temos o mesmo domicilio fiscal desde 16 de Abril de 2010. Podemos efectuar a declaração de rendimentos como unidos de facto dado que os dois anos requeridos já passaram?

Obrigado

De 16 de Abril de 2010 a 16 de Abril de 2011 faz 1 ano.

A declaração de IRS que entrega este ano é referente ao ano de 2011 e no dia 31 de Dezembro de 2011 ainda não tinham 2 anos com a mesma morada fiscal. Este ano ainda tem que ser em separado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

Estive desempregada em 2011. Tenho que enviar IRS? Se sim, envia-se a zeros? Tenho apenas um PPR, sou obrigada a declarar?

Obrigada!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estive desempregada em 2011. Tenho que enviar IRS? Se sim, envia-se a zeros? Tenho apenas um PPR, sou obrigada a declarar?

Se não há rendimentos, não há obrigatoriedade de entregar a declaração...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead