mens

Fixa vs variável

18 publicações neste tópico

Boas pessoal...Assumam desde já que as prespectivas que muitos "ases" da economia partilha, ou seja, para o ano os juros do BCE podem ficar-se pelos 1,5% ou 2% e que a euribor vai baixar muito....caso quisessem comprar casa o que fariam? optariam por uma  taxa variavel ou fixa???tendo em atenção a volatilidade do mercado nao seria melhor, no caso destes pontos de vista se confirmarem, optar por uma taxa fixa quando os juros e euribor "batessem" no fundo para depois nao incorrermos o risco de estar sujeitos a uma inflação dos juros e euribor tal copmo se tem verificado???

Só para gerar o debate...Abraços e beijos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu optaria pela taxa fixa, aliás, estou mesmo nessa perspectiva de eperar para ver o que vai acontecer para alterar o meu crédito para taxa fixa  :P

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A questao e´ mesmo essa: quando a taxa fixa esta´ mais baixa, ideal para ser contratada, as taxas variaveis sao muito mais apelativas... e o pessoal olha mais para o outro lado. Quando as taxas sobem muito, a taxa fixa, como reflecte a expectativa a mais longo prazo, tipicamente e´ mais baixa que as variaveis. Mas ao contrata-la nessa altura fica-se preso a uma taxa potencialmente mais alta, mesmo que as taxas venham depois a descer novamente. Troca-se a segurança a medio/longo prazo por uma analise no imediato...

Dito isto, as taxas fixas tem um grande inconveniente - a penalizaçao por amortizaçao antecipada pode ir ate aos 2% (com taxa variavel so pode ir ate´ 0,5%). Ou seja, se estas a pensar pagar o emprestimo antes do prazo, recorrendo frequentemente a amortizaçoes antecipadas, tens que escolher entre a segurança de uma prestaçao fixa e o pagamento adicional ao banco pelas amortizaçoes...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

De acordo com a informação do BES, deixou de ser possível os bancos cobrarem por amortizações.

Alem de ser possível alternar entre Euribor e taxa fixa ao longo do empréstimo sem se pagar qualquer valor de acordo com a nova lei em vigor.

Obviamente essas alterações entre taxas só pode ocorrer no final de cada período contactado.

No caso de fixa a 2 anos deve de se esperar pelo final dos dois anos para mudar de taxa.

Mas neste momento, para um empréstimo de 150.000 dá para poupar uns 110€ por mês usando a taxa fixa.

Não sei é onde ver qual o valor da taxa fixa... Alguns bancos utilizam o ISDAFIX2 e remetem-nos para o site da Reuters.

Só que não encontro nada.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

De acordo com a informação do BES, deixou de ser possível os bancos cobrarem por amortizações.

Pede que te passem essa informação por escrito. A lei que saiu recentemente apenas proibe os bancos de cobrar taxas pela renegociação do empréstimo, não por amortizações. Mas claro, se o BES se compromete com isso, aproveita-se ;)

Não sei é onde ver qual o valor da taxa fixa... Alguns bancos utilizam o ISDAFIX2 e remetem-nos para o site da Reuters.

Só que não encontro nada.

Alguns bancos usam a taxa SWAP - http://www.swap-rates.com/EUROSwap_extended.html

Mas não sei se é a mesma coisa... :/

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pois. foi o que a senhora que me tem estado a tratar do processo diss.

Que desde o mês passado foram impedidos de cobrar por abatimentos no empréstimo.

Também já andei nesse site... Mas a simulação do BES a dois anos dá um taxa de 3,846%. E esse valor não está nessa tabela.

Já uma simulação no Barclays dá 3.654% e diz:

"Taxa Swap a 2 Anos, na Base 360.

     Esta taxa é divulgada diariamente na página da Reuters, "ISDAFIX2"

     (por baixo da referência "Euribor" e por cima da referência "11:00 AM Frankfurt")"

Aliás.. Esta frase está em vários bancos de todo o mundo. Só que no site da Reuters não encontro nada...  :-[

No código de conduta voluntária do BES diz:

Taxa Swap – taxa indicativa dos níveis médios de mercado divulgada diariamente na Reuters, Telerate e Bloomberg.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não existe qualquer fundamento para o que a Sra do BES lhe disse. Não há qq legislação que impeça a cobrança por amortizações antecipadas. Ora repara nos artigos 5º e 6º do Dec. Lei nº 51/2007 de 7 de Março:

Artigo 5.o

Direito ao reembolso antecipado

1—Os mutuários têm o direito de efectuar o reembolso

antecipado parcial em qualquer momento do contrato,

independentemente do capital a reembolsar,

desde que efectuado em data coincidente com os vencimentos

das prestações e mediante pré-aviso de sete

dias úteis à instituição de crédito mutuante.

2—O reembolso antecipado total pode ser efectuado

em qualquer momento da vigência do contrato mediante

pré-aviso de 10 dias úteis à instituição de crédito

mutuante.

Artigo 6.o

Comissão por reembolso antecipado

1—O valor da comissão a pagar pelo cliente nos

casos de reembolso antecipado, parcial ou total, ou de

transferência de crédito para outra instituição consta

clara e expressamente do contrato e não pode ser superior

a:

a) 0,5% a aplicar sobre o capital que é reembolsado

no caso de contratos celebrados no regime de taxa

variável;

B) 2% a aplicar sobre o capital que é reembolsado

no caso de contratos celebrados no regime de taxa fixa.

2—O disposto no número anterior não se aplica aos

contratos em execução em que tenha sido convencionada

entre as partes a isenção de pagamento de

comissão.

3—Em caso de reembolso por motivos de morte,

desemprego ou deslocação profissional, não podem ser

aplicadas comissões.

4—Sem prejuízo do disposto no n.o 1, as partes

podem convencionar entre si a isenção do pagamento

da comissão de reembolso antecipado.

Se querem um conselho confirmem tudo o que os bancos dizem nestas matérias. a minha experiência profissional demonstra-me que mts vezes estão errados. e dps quem paga somos nós pq informação verbal não se sobrepõe à legislação.

Em suma: taxa fixa, amortização total ou parcial: penalização de 2%. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, mas também não há nada que obrigue os bancos a cobrar essa penalização... E em alguns casos não cobram, mesmo ;)

Mas no caso da taxa fixa acho que é ligeiramente diferente, pessoalmente acho que nesse caso até faz mais sentido...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

exacto Paulo! mas qdo não cobram é pq está convencionada entre as partes a isenção. (geralmente no doc complementar)

Não recomendo é que altere a taxa sem ter isso por escrito. O que a sra diz só tem relevância se constar das cláusulas do contrato. Portanto Vampire se está a pensar mudar de taxa e dps ir amortizando confirme bem essa situação. ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

exacto Paulo! mas qdo não cobram é pq está convencionada entre as partes a isenção. (geralmente no doc complementar)

Errado. O que diz na lei é que a penalização, a ser cobrada, tem que constar do contrato. Portanto, não é por convenção entre as partes que ela não é cobrada mas é cobrada justamente por existir convenção entre as partes nesse sentido ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ok Ok!!!! :D tens razão! ;)

Mas por outro lado tb diz o seguinte:

2—O disposto no número anterior não se aplica aos

contratos em execução em que tenha sido convencionada

entre as partes a isenção de pagamento de

comissão.

Posto isto, parte-se do prinipio que terá smp que vir convencionado ou o pagamento ou a isenção para que haja enquadramento. Estarei certa?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E ainda vai mais longe e no ponto 4 diz que as partes podem convencionar entre si a isenção...

Portanto, o que se conclui é que o valor da penalização é convencionado entre as partes, seja ele 0%, 0,5%, 2% ou qualquer coisa no meio :D

Logo eu estava errado quando disse que a afirmação anterior estava errada.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

aqui se percebe a destreza dos legisladores... :D

Dps espantam-se que os bancos façam as interpretações mais disparatadas das leis! ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não existe qualquer fundamento para o que a Sra do BES lhe disse. Não há qq legislação que impeça a cobrança por amortizações antecipadas. Ora repara nos artigos 5º e 6º do Dec. Lei nº 51/2007 de 7 de Março:

Eu sei e tenho outras coisas que ela me disse que eu li que não tinha razão de ser de acordo com o código de conduta voluntária do BES.

Por isso enviei um email para a senhora a dizer que estava inclinado para a proposta do BES. Mas o que ela me informou tinha de constar no contrato. Tanto na matéria de abatimento como em matéria de seguros.

Ainda estou á espera de resposta... ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

se vires que o assunto anda às voltas, carta registada c/ AR (com conhecimento ao balcão):

Banco Espírito Santo

Departamento da Qualidade de Serviço

Rua Castilho, nº 26, 2º

1250-069 Lisboa

acredita que mts vazes só assim se consegue avançar com as coisas... ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

se vires que o assunto anda às voltas, carta registada c/ AR (com conhecimento ao balcão):

Banco Espírito Santo

Departamento da Qualidade de Serviço

Rua Castilho, nº 26, 2º

1250-069 Lisboa

acredita que mts vazes só assim se consegue avançar com as coisas... ;)

Olha que vontade não me falta...

Nem para a frente nem para trás...

Ninguem me dá respostas correctas.

A resposta da srª foi... Sei lá.. uma coisa qualquer que não tinha nada a ver com a pergunta.

Voltei a perguntar o mesmo... 2 dias depois... nada...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

pois o normal...infelizmente mts não percebem nada de banca... ???

a mim já me disseram num banco que a euribor a 6 meses para efeitos de TAN do cred hab é a média dos 6 meses... o melhor é mm por escrito! ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A mim também me disseram isso na Euribor a 3 meses... ;D ;D ;D

Depois li o que estava no manual e confirmei que era mais um a meter o pé na poça.

Nesse caso não era lesivo porque no papel estava a versão correcta e eles fazem as contas de acordo com essas regras....

Mas há casos em que é bastante lesivo para o cliente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead