Ana Ricardo

CH - Mudança de Banco

10 publicações neste tópico

Boas tardes

Estou a ponderar abandonar o banco onde tenho o meu ch para um outro.

Nos dias de hoje isso é execuivel? Os custos suportados por mim ou pelo banco receptor do ch? O spread mantem-se? Ou tudo isto é negociável?

Em principio, iria para a CGD.

Aguardo V/ comentários!

Obrgd

Ana Ricardo

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Nos dias que correm os bancos precisam de depósitos, não de mais créditos, pelo que diria que não deves encontrar bancos a pagar-te para transferires o teu empréstimo para lá como já houve noutros tempos...

Terás de renegociar tudo outra vez. E obviamente não tens garantia de manter o spread...

Quais as condições que tens? O que te está a fazer querer mudar?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa Tarde Paulo

Tenho um ch a 18 anos para uma divida de 120.000 euros. Hoje já se passaram 2 anos e a divida está em 108.000 euros. Spread de 0.7%.

Gostava de sondar outros bancos, pois notei que o preçário do meu atual banco (BES) sofreu aumentos "jeitosos", que ele (BES) teima em dizer que é transversal a todos os clientes (abri tópico ontem com este assunto), pelo que, concluo, trata então todos os clientes por igual....!

Se assim for, terei lá o minimo dinheiro possivel, mas nem assim, para já cederam ....

A retirada do CH era tambem uma hipotese.

Obrgd

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ana Ricardo

Como cliente também desse banco (BES) apenas posso aconselhar a ter uma reunião com o gestor de conta, pois existem alguns "milagres" que eles podem fazer e fazem.

Quanto ao preçário, a politica foi seguida por todos os bancos, pois tenho amigos bancários e eles são parentórios em dizer que por tudo e por nada se cobra.

Quanto á mudança do CH julgo que o spread que vigora actualmente é bem maior do que está a pagar, mas como tudo na vida, só procurando para ter certezas.

Quanto ao minimo dinheiro que fala, julgo não ser a melhor hipótese, pois se houver saldos médios considerados as despesas podem desaparecer... convém falar com o gestor de conta

;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá!

que género de milagres, por exemplo?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá!

que género de milagres, por exemplo?

Despesas de conta = Z€ro

;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Spread de 0,70 hoje em dia....é ÓPTIMO :) o próprio BES está a fazer actualmente Spread Minimo de 4,00...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Despesas de conta nulas, já tenho ....

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Gostava de sondar outros bancos, pois notei que o preçário do meu atual banco (BES) sofreu aumentos "jeitosos", que ele (BES) teima em dizer que é transversal a todos os clientes (abri tópico ontem com este assunto), pelo que, concluo, trata então todos os clientes por igual....!

Pois... e visto que a abordagem de tirar o dinheiro do banco não convence, então só restam duas alternativas: trocar (o que, como já foi dito, não será fácil, pelo menos para as mesmas condições) ou ir à luta.

Eu diria que uma subida de 25% nas comissões bancárias, pode ser caso para preencher o livro de reclamações. É verdade que o contrato provavelmente prevê essa comissão, ou a aplicação do preçário do banco ou seja lá o que for; mas se o banco pode alterar o preçário de forma unilateral, fica com uma posição de força muito grande e pode impor o pagamento de quantias que o cliente não poderia prever quando celebrou o contrato.

Também é preciso ter em conta a frequência com que essas atualizações são feitas: um aumento de 25% ao fim de meia dúzia de anos da última alteração do preçário não é nada de especial; mas se forem 25% todos os anos, então parece-me abuso.

O BdP provavelmente não vai fazer nada no imediato (desde que não seja ultrapassado o montante do preçário, o banco não está a infringir a lei), mas se houver pessoas suficientes a reclamar contra estas alterações unilaterais com aumentos irracionais, pode ser que alguma coisa mude mais cedo ou mais tarde...

É preciso é apresentar bem a argumentação ao reclamar...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigada Paulo pelos seus esclarecimentos!

Entretanto sondei a CGD e ... CH, não muito obrigada!

O aumento de preço no caso concreto da comissão de liquidação do CH foi de, precisamente, 25%. Ficarei atenta, então, quanto à frequencia destas "boas novas" comunicadas pelo Banco.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead