paulita

Comprar ou arrendar?

5 publicações neste tópico

temas de ajudas muito interessantes.

nunca tive um crédito à habitação, não vivo em casa arrenda, vivo com o meu companheioro sem filhos na casa dos quarenta anos mas gostaria de adquirir só em meu nome . Sou efectiva e tenho uma reverva de entrada 20000€.

Como procuro casa já há algum tempo( 2 anos e meio) e sem pressas, tenho vindo a adiar a situação quer pela situação finaceira do país quer por não ter encontrado a casa ideal a um preço ideal.

È verdade que o preço das mesmas tem vindo a descer mas os spead estão muito altos.

Tenho uma situação de uma casa que vi com um valor promocional spread 1% T2 4ºandar novo(169000€ Odivelas). Tenho outra situação de T2 com 5 anos (135.000€ R/C Amadora) mas com um spread de 3%. Qual será a melhor opção? Que fatores devo ponderar? devo não comprar agora ou alugar? Já estouy um pouco cansada da procura... :(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu posso dar o meu exemplo não queria de modo nenhum pagar renda pois estaria a pagar algo que nunca seria meu, então o que fiz foi ir viver para uma casa barata, longe daquilo que sonhava a precisar de algumas obras que eu e familiares fizemos. Vivi lá uns 5 anos. Depois com a programada chegada da minha filha coloquei a casa à venda juntei o dinheiro que tinha poupado com o da venda e fui para a minha actual casa.

Desta forma consegui não pagar algo que nunca seria meu (renda) e ao mesmo tempo ganhar dinheiro com o investimento pois consegui vender a minha antiga casa por um valor superior ao da compra. Para isto muito contribuiu o facto de o empréstimo que pedi ter sido pequeno.

Logo a minha opinião é comprar casa sim mas apenas se não for um empréstimo a 35 anos ou algo assim em que ficamos reféns até à reforma desse mesmo empréstimo e acabamos por pagar a casa 2 vezes.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Deixe-me discordar de si Dino, há vários factores a considerar para além do não querer pagar renda de uma coisa que nunca é sua. A começar pelo facto de que se hoje não tiver emprego fixo e da maneira como, felizmente ou infelizmente, facilmente se muda de trabalho, o factor geográfico não permite ao cidadão actual assentar arraiais para a vida num determinado local, pelo menos enquanto se é jovem.

Desde que vim da 'terrinha' para Lisboa estudar já mudei de casa 3x conforme as minhas necessidades, e hoje em dia com o meu actual enquadramento económico e social seria impensável ficar preso a uma casa ou a meter-me numa brutidão de um empréstimo. Se tivesse o capital na integra para a compra de um imóvel poderia concordar consigo, de outra forma não pois o custo e o risco de contrair um empréstimo não se justifica nos tempos que correm.

Outras vantagens de que me venho apercebendo é que quando alguma coisa está estragada em casa ligo ao senhorio que, infelizmente a muito custo lá tem que resolver a questão. E dito isto acho que a maior desvantagem em se viver numa casa arrendada é que se tem que aturar o senhorio, que infelizmente no meu caso sempre apanhei pessoas pouco humanas e muito ganancios

Bem, mas ajudando aqui a paulita, para que alguém a possa realmente ajudar temos que saber mais factos, qual o seu vencimento e principais despesas? Veja, não quero meter o bedelho mas há que saber pelo menos o diferencial que conseguiria abdicar mensalmente para uma prestação. Depois tem que se consciencializar dos anos da sua vida que uma má opção pode causar e não se esqueça que não deve dispor de todas as suas poupanças para uma entrada.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Concordo consigo Tiago especialmente o factor de o trabalho poder não ser garantido num só sitio.

No meu caso, penso e espero manter o meu trabalho por muito tempo e mesmo que tenha de me mudar, tenho a vantagem de estar relativamente perto de Lisboa o que me dá um leque de opções muito grande.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu tenho vários imóveis de Bancos (vários Bancos e Fundos de investimento) em todo o país, todos com financiamento assegurado a 100%, com a possibilidade de ainda incluír no financiamento todas as despesas de aquisição registo e impostos.

O melhor, com spreads entre 1% e 1,5% (depdendendo do Banco), e isenção de uma série de despesas como avaliação, custos de dossier, etc..

Para ter uma ideia, uma casa de 100 mil euros, tem uma prestação (para um proponente de 30 anos) de aproximadamente € 358,08 ... o que nos dias de hoje é de facto excelente!!!

Peça-me informação indicando a zona e a tipologia de imóvel que procuram: info@imoveislowcost.com

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead