Visitante Coiso

Tenho dividas as finanças e ao banco

14 publicações neste tópico

Tenho dividas as finanças e ao banco e estou a pensar em não pagar nenhuma e emigrar..

O que me pode acontecer..??

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tenho um negocio por conta propria em que fiz um empréstimo bancario, nomeadamente um leasing imobiliario,  e tenho uma divida nas finaças, derivada a uma fiscalização de contabilidade que deu origem a uma multa..

os valores em questão são significativos e devido há "crise" o negocio não está lá muito bom..

já tenho alguns meses de atraso na prestação do banco e não se deslumbram melhoras..

posto isto tenho estado a pesquisar ofertas de trabalho no estrageiro e estava a pensar seriamente em emigrar..

gostava de saber, se alguem me puder responder, se fechar a actividade e abalar, o que me pode acontecer em termos legais  deixando de pagar ao banco.. e não pagar a multa/divida as finanças..??

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não sei se consegues fechar atividade enquanto tiveres dívidas (mas se calhar consegues, não sei mesmo). Convinha confirmares isso nas Finanças.

Quanto ao resto, vão-te provavelmente penhorar tudo o que tu tens cá. E durante décadas não poderás voltar a ter ou enviar para cá nada sob pena de, se for detetado, ser retido para pagamento da dívida.

E apesar de não ser normal ninguém ir preso por não conseguir pagar dívidas, em caso de fuga não sei não...

Mesmo lá fora poderá depender do país que escolheres. Não sei se isto é motivo para pedido de extradição (que, se fosse aceite, implicaria anderes fugido do outro lado também). E se for um país da União Europeia, por exemplo, quem garante que a legislação não muda daqui a uns anos de forma a se poder penhorar bens nos outros países também? A livre circulação de pessoas e bens tem tendência a trazer este tipo de questões ao de cima, desconfio que mais cedo ou mais tarde irá acontecer...

Já pensaste explorar primeiro a possibilidade de pedir insolvência? Leva mais alguns anos até poderes começar de novo, mas nessa altura podes fazê-lo sem te preocupar mais com o que deixaste para trás...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Efectivamente o estado come-nos ate aos ossos. Algumas dividas ás financas "caducam" não é bem esta a expressao normalmente utilizada mas nao me lembro da mesma.....dizia caducam em 8 anos. A partir daí acabou essa divida. Sinceramente, quando sao pessoas que como eu se fartaram de trabalhar e os impostos surgem de todos os lados....aconselho mesmo a nao pagar, emigrar e refazer a vida em outro país. Até porque quem emigra e passa a viver noutro país nao tem grande vontade de voltar ao seu país....

Nada como te informares antes de decidires o que fazer. Dependendo do funcionario que encontres, diz-te tudo o que pode acontecer. Alias perguntas mesmo que pode acontecer caso nao consigas pagar....Suponho que se nao assinares a recepcao das dividas essas "caducam" em 2 anos.

O facto de tentares ter uma vida decente em outro país nao significa que estás a fugir mas a demonstrares o teu desgosto pelo país pelo qual trabalhaste e contribuiste durante anos.

Acredita que portugal nao oferece "vida" a ninguem a nao ser aqueles que têm dinheiro. Como costumo dizer aí nao se vive, sobrevive-se.....dá a impressao que teem umas ideias á Hitler....Nesse caso só vive em portugal quem é rico quem nao é sai fora....e acredita no que te digo.....no estrangeiro nomenadamente franca e inglaterra tens o direito a viver condignamente.....desculpa a expressao "caga para esse país"

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenho dividas nas finanças referentes a iva e coimas de recibos verdes, por não ser legal no pais um amiga assinou como minha representante quando abri atividade para passar recibos verdes, não estou trabalhando e por isso não tive ainda como liquidar a divida, a pessoa que assinou como meu representante pode ser de alguma forma prejudicada pelo não pagamento dessas minhas dividas?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não sei porquê tanta preocupação com o assunto, pois nunca nenhum juiz irá emitir um mandado de detenção por dividas de créditos, nem a nível Nacional e muito menos a nível Internacional, nem sequer nem colocar-vos com termo de identidade e residência (que é isso que os impediria de sair do pais, logo podes sempre sair do pais independentemente de o processo tiver ou não no tribunal pois tratar-se-á sempre de um processo cível.

Quanto ao regressar ao pais, também pelos pontos acima referidos ninguém vos vai colocar qualquer questão ou sequer chatear no caso de virem de avião, pois de carro como todos sabemos não existem fronteiras na Europa.

No que toca à prescrição das dívidas tenho a dizer que só se for mesmo por um valor muito elevado (quando me refiro a muito elevado falo em valores para cima de 50.000€), ai é que o banco ou financeira, poderão tentar prolongar o prazo dessa mesma prescrição por mais do que os normais 5 anos.

Para terminar sei que quem sai não quer deixar dividas etc, mas a situação em que o nosso pais se encontra leva a que muita gente neste momento esteja a abandonar o pais e tudo o que cá tem, inclusive as dividas sem sequer informar os bancos ou financeiras, é criticável? Sim é, mas só sabe dos problemas quem está neles ou passa por eles.

Como experiência pessoal ao nível deste assunto, enquanto elemento das Forças de Segurança, e cabendo-nos a nós tentar notificar os infractores dos processos executivos por dividas, temos nos deparado com muitas situações em que apuramos que as pessoas efectivamente já não se encontram em Portugal, e ao transmitirmos essa informação aos bancos e financeiras, o que está a acontecer é que estes últimos dão os créditosidas como incobravéis, pois a jurisdição quanto a esse assunto restringe-se só e apenas ao território Nacional.

Espero ter esclarecido.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde,

uma companhia a quem fiquei a dever um certo valor instaurou sobre mim um processo de execução no qual me seria penhorado um terço do ordenado na empres aonde trabalhava. Tinha acabo o contrato aquando isto tudo e quando recebi a notificação via postal paguei o valor exequendo mas não vi que tinha outro valor que tinha incluido as despesas do solicitador. Ou seja paguei menos do que deveria, isto em Junho e até agora agora não recebi mais nada e não sei o que fazer. Hoje soube que veio alguém confirmar a minha morada e não sei o que pensar. Será que o próximo passo é vir a casa, mas moro com os meus pais e o que está em casa é tudo deles. Alguém me pode ajudar ou aconselhar?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tenho uma dividas as financas no valor mais ou menos 22.ooo euros esse valor e de 2001/2002 sera que precreve ao fim de 10 anos alguem me pode informar

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tenho uma dividas as financas no valor mais ou menos 22.ooo euros esse valor e de 2001/2002 sera que precreve ao fim de 10 anos alguem me pode informar

Houve notificação para pagar essa dívida? Em caso afirmativo, em que data?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá, eu vivo em uk, deixei em portugal dividas de uma empresa que tive, em portugal ainda tenho casa, agora querem penhorar a casa que se encontra alugada, esse crédito da casa tem fiadores, a entidade que quer penhorar não é a mesma do crédito habitação, o que queria saber é se podem vir penhorar em uk o meu ordenado ou memo conta bancária ou vão aos fiadores que vivem em Portugal?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenho dividas as finanças e ao banco e estou a pensar em não pagar nenhuma e emigrar..

O que me pode acontecer..??

Não sei se consegues fechar atividade enquanto tiveres dívidas (mas se calhar consegues, não sei mesmo). Convinha confirmares isso nas Finanças.

Quanto ao resto, vão-te provavelmente penhorar tudo o que tu tens cá. E durante décadas não poderás voltar a ter ou enviar para cá nada sob pena de, se for detetado, ser retido para pagamento da dívida.

E apesar de não ser normal ninguém ir preso por não conseguir pagar dívidas, em caso de fuga não sei não...

Mesmo lá fora poderá depender do país que escolheres. Não sei se isto é motivo para pedido de extradição (que, se fosse aceite, implicaria anderes fugido do outro lado também). E se for um país da União Europeia, por exemplo, quem garante que a legislação não muda daqui a uns anos de forma a se poder penhorar bens nos outros países também? A livre circulação de pessoas e bens tem tendência a trazer este tipo de questões ao de cima, desconfio que mais cedo ou mais tarde irá acontecer...

Já pensaste explorar primeiro a possibilidade de pedir insolvência? Leva mais alguns anos até poderes começar de novo, mas nessa altura podes fazê-lo sem te preocupar mais com o que deixaste para trás...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

gostaria de saberá minha divida das finanças ebancarias

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde, gostava de saber, se possível, se tiver uma divida a um banco Francês e regressar de vês a Portugal, é possível que de França me bloqueiem a conta num banco em Portugal e já agora as consequências.

    Os meus agradecimentos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde, gostava de saber, se possível, se tiver uma divida a um banco Francês e regressar de vês a Portugal, é possível que de França me bloqueiem a conta num banco em Portugal e já agora as consequências.

Ao dia de hoje creio que não.

Mas já há vários anos que se fala em coisas desse género, no âmbito de colmatar algumas falhas que existem com a cada vez maior livre circulação de pessoas. É possível que dentro em breve se possam enviar multas para outros países de forma mais ou menos simplificada, reclamar impostos em falta, etc... mais cedo ou mais tarde se chegará a poder penhorar bens noutros países membros também...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor