Visitante Paulo Oliveira

URGENTE Problemas com empresa posso perder tudo....

11 publicações neste tópico

Bom dia. Necessitava que me ajudassem numa questão muito urgente. Fui sócio gerente de uma empresa até ao passado mes de junho e renunciei à gerencia por discordar de algumas questoes com o meu colega de gerencia e por efectivamente a minha gerencia ser praticamente inactiva. E por ser inactiva vim a constatar que a empresa esta numa situação muito complicada. Tem alguns creditos onde sou avalista mas pior do que isso sao as dividas ao estado. Sou casado em comunhao de adquiridos, tenho 3 filhos menores e sou filho unico. O meu pai faleceu, já foi feita habilitação de herdeiros. Vivo numa moradia dos meus pais (vivo no res-do-chao). AGORA TENHO MUITO MEDO DO QUE ME POSSA ACONTECER num eventual processo de penhora. Falaram-me em doar o meu quinhao de herança à minha mãe, mas depois falaram-me da IMPUGNAÇÃO PAULIANA (ou seja que os credores podem impugnar essa doação) e ontem falaram-me de fazer uma venda da minha parte de partilha. Só que neste caso pelo que me disseram são valores muito altos para registos e eu estou numa situação financeira MUITO DRAMÁTICA. Por favor ajudem-me... obrigado

Paulo Oliveira

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Realmente, a tua situação não é nada fácil, enquanto sócio de uma empresa deverias ter mais atenção, quero eu dizer que não devias ter deixado o outro sócio a gerir sózinho, quanto a soluções, na minha opinião, devias procurar um profissional exp. advogado etc. para ficares a par do que realmente possas fazer para salvaguardares pelo menos o patrimonio pessoal.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Realmente, a tua situação não é nada fácil, enquanto sócio de uma empresa deverias ter mais atenção, quero eu dizer que não devias ter deixado o outro sócio a gerir sózinho, quanto a soluções, na minha opinião, devias procurar um profissional exp. advogado etc. para ficares a par do que realmente possas fazer para salvaguardares pelo menos o patrimonio pessoal.

Pois eu sei... como tenho dito a muita gente se na altura que me meti nisto tivesse partido uma perna... o problema já estaria resolvido... mas nao posso voltar atrás... :(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boa tarde Sr Paulo quem o pode ajudar muito e aconselhar é o Dr. Luís M.Martins é um advogado excelente tanto profissional como pessoa.  se puser este nome do Sr. Dr.Luís M.Martins a pesquisar na net vê os contactos e tudo que ele faz . Espero que o tenha podido ajudar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Talves um pouco fora do tópico. Mas eu tinha a idea que sendo uma empresa limitada os bens pessoais de cada sócio não poderiam servir para pagar dívidas da empresa...??

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então porque se chama "limitada"?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boa tarde Sr Paulo quem o pode ajudar muito e aconselhar é o Dr. Luís M.Martins é um advogado excelente tanto profissional como pessoa.  se puser este nome do Sr. Dr.Luís M.Martins a pesquisar na net vê os contactos e tudo que ele faz . Espero que o tenha podido ajudar.

Obrigado pela sua resposta... já teve alguma situação semelhante que tivesse tratado com esse advogado?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pela sua resposta... já teve alguma situação semelhante que tivesse tratado com esse advogado?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Limitada, pois o capital social responde pelas dividas. Como referi atrás, apenas em caso de REVERSÃO, essa limitação deixa de existir, respondendo a totalidade do património.

Para quem atrás referiu, para vender/doar patrimonio, saiba que actualmente as vendas/doações podem ser anuladas por setença judicial. Isso não é solução.

Moral da história: tenho a minha vida num caco e sem soluções à vista... :(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já considerou a possibilidade de insolvência?

Obrigado pela sua resposta, mas ao que pesquisei "O insolvente não pode ter sido titular da exploração de qualquer empresa, nos três anos anteriores ao início do processo"

:(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não há dúvida que é uma solução complicada.

Tenho um familiar que também é sócio gerente de uma empresa. Até agora não houve ainda grande problema, mas desde já começou a precaver-se. Divorciou-se da mulher, estando a casa em nome dela. Para além disso também tem várias poupanças no nome dela. Deste modo salvaguarda-se bastantes coisas.

É claro que, tal como o latrum disse, só o próprio saberá se tem condições para isso.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead