davidmleal

Certificados de Deposito

37 publicações neste tópico

O que sabem sobre os certificados de deposito?

Pelo que tive a ver é um produto similar a um deposito bancario, também garantido fundo de garantia de depositos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

PAGINA 95 DO PREÇARIO DO BANIF

Certificados de Depósito

Periodicidade de juros: semestral

Juros Semestrais (até 25.000 €)

Periodo    TANB

2 Anos  5,450%

3 Anos  5,700%

4 Anos  5,950%

5 Anos  6,200%

8 Anos  6,450%

10 Anos  6,700%

Os juros Anuais até montantes de 25000 € tem um bonus de 0.05% para igual periodo.

Para montantes acima de 25000 € tem um bonus de 0.25% para igual periodo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já me tinha interrogado acerca deste assunto.

Efectivamente, pesquisar por certificados de depósito não devolve muitos resultados relevantes (em português).

O do Finantia ainda é o mais claro.

Há mais bancos que tenham este tipo de produtos? Porque é que não ouvimos quase falar deles?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

"É um título representativo de depósito, com a vantagem de poder ser negociável no mercado secundário e transmissível por endosso. Este certificado de depósito, à semelhança de um depósito a prazo, beneficia das mesmas garantias de reembolso prestadas pelo Fundo de Garantia de Depósitos. Os montantes mínimo e máximo são respectivamente de 100.000€ e 1.000.000€"

O que sginificará "negociável no mercado secundário e transmissível por endosso"

Por acaso nunca tinha ouvido falar deste produto, cheira-me que os bancos vão começar a dar a volta à imposição do BP de limitar as taxas de juro substituindo-os por este tipo de produto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Isto já existe há bastante tempo. Quando andei a ler sobre o FGD, vi lá que estavam cobertos depósitos a prazo, certificados de depósito, etc...

Nessa altura pesquisei sobre este tipo de produtos, mas, tal como agora, em pouco lado se vê disso. Para além do mais, os brasileiros usam muito este conceito, mas não tenho a certeza de ser a mesma coisa do que cá.

A definição dada pelo Finantia deixa um bocado a desejar. Sobretudo porque não é um termo do dia-a-dia.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não estava a par da existência destes "depósitos de longo prazo". Devem ter muito pouca procura e como tal os bancos nem investem em publicidade.

Vejo no Banif 7% para 10 anos (juros anuais) e montantes acima de 25.000 EUR. Condições equivalentes aos Certificados de Tesouro!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Subscrevi hoje o produto no Banif, e vou transcrever a ficha tecnica do produto:

Certificados de Deposito de Medio e Longo Prazo

1. Identificação

Grupo de Familia de Produtos - Operações Passivas

Familia de Produtos - Deposito a Prazo

Descrição do Produto - Titulo representativo de deposito no Banif, nominativo e transmissivel por endosso, nos termos gerais, com ele se transferindo todos os direitos relativos ao deposito que representa.

2. Caracteristicas

Moeda - Euro

Montante Maximo - Não aplicavel

Montante Minimo - 5000 €, com incrementos em multiplos de 500 €

Garantia de Capital - Garantia de capital no vencimento

Prazo - 2,3,4,5,8 ou 10 Anos

Taxa de Juro - As taxas de juro anuais nominais bruta (não negociaveis) serão as que forem cotadas pelo Banif no dia da Constituição do Certificado

Periocidade de Pagamento de Juros - Semestral ou Anual, devendo a ultima contagem de juros coincidir com a data de vencimento do deposito

Regime de Juros - Simples e postecipados

Base de Calculo - ACT/360 com arrendomentos à centesima

Bonificações - As taxas cotadas estão adicionadas de spreads promocionais, como contrapartida do não resgaste antecipado do Certificado

Representação - Titulo nominativo que ficará, por defeito, à guarda do Banco

Despesas e Comissões - Não aplicavel

Renovação - Não renovavel

Resgate Antecipado - Não é permitido o resgate antecipado podendo, no entanto, os certificados ser transmitidos por endosso a Clientes com conta de Deposito à Ordem no Banif.

Caracteristicas especificas do Produto - Não permite reforços de capital. O capital e os juros serão pagos na respectiva data de vencimento, no caso o certificado esteja à guarda do Banco, ou na data da apresentação do certificado e/ou dos seus cupões na Direcção Financeira do Banif, caso tenha solicitado e autorizado o seu levantamento. O pagamento de capital e juros ocorrerá sempre em dia util.

3. Informação Pós-Contratual

Extractos - Informação em Extracto Integrado

4. Fiscalidade

Juros - Juros passiveis de IRS/IRC à taxa legal

Comissões - Não aplicavel

Despesas - Não aplicavel

5. Legislação Aplicavel

Certificados de Deposito - Decreto-Lei n.º372/91, com as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 387/93

6. Fundo de Garantia de Depositos

Os certificados de Deposito emitidos pelo Banif beneficiam da garantia de reembolso prestada pelo Fundo de Garantia de Depositos sempre que ocorra a indisponibilidade dos depositos por razões directamente relacionadas com a sua situação financeira.

O Fundo de Garantia de Depositos garante o reembolso até ao valor maximo de 25.000 € por cada depositante. Transitoriamente, até 31 de Dezembro de 2011, este valor é elevado a 100.000 € por cada depositante. No calculo do valor dos depositos de cada depositante, considera-se o valor do conjunto das contas de depositos na data em que se verificou a indisponibilidade de pagamento, incluindo os juros e, para o saldo dos depositos em moeda estrangeira, convertendo em €, ao cambio da referida data. Para informações complementares consulte o endereço www.fgb.bportugal.pt

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os certificados bancarios

Não é possivel fazer uma desmobilização, mas é possivel endossar a outro cliente do banco que esteja disponivel assumir a aplicação.

Como os titulos ficam à guarda do banco, os juros serão creditos na conta ordem no dia do vencimento.

A taxa fica fixada para periodo longo com remuneração anual ou semestral, optimo de subcrever em periodos de taxas elevadas. Comparando com os depositos crescentes ou depositos não mobilizaveis que apresentam taxas médias inferiores os certificados apresentam uma melhor remuneração. Os certificados de tesouro tem uma remuneração semelhante, mas é preciso esperar 5 anos até ver frutos, enquanto os certificados bancarios remuneram à mesma taxa logo à partida.

Nem foi o gestor de conta contactou sobre este produto, tive a sorte de estar a ver o preçario do banif e achei estranho esse produto. E depois contactei o serviços atendimento que prestaram alguns esclarecimentos e depois fui informar na agência. Este produto tem zero de publicidade, mas talvez seja complicado vender algo que não tenha a palavra deposito a prazo, e que seja desconhecido para a maior parte da população. Os jornais economicos penso que nunca referiam sobre as taxas desse produto.

Mas a principal vantagem é estar garantido pelo fundo de garantia dos depositos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia David,

qual foi o prazo da sua subscrição?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia:

Álguém poderia inumerar aqui as vantagens ou desvantagens destes certificados em relação aos certificados do tesouro?

Um abraço

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A maior vantagem é claríssima.

Tem a garantia do fundo de garantia de depósitos. Os certificados de tesouro, sendo instrumentos de dívida pública, não têm qualquer garantia caso o emitente (estado) entre em imcumprimento.

Desvantagens prendem-se com a mobilização antecipada poder ser mais complicada do que nos CTs, pelo que é preciso ter cuidado a escolher o prazo, para minimizar possíveis resgates antecipados.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Alguém sabe de mais informação acerca destes produtos em outros bancos? nomeadamente taxas, só encontro o Finantia.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia David,

qual foi o prazo da sua subscrição?

Obrigado

Fiz a 10 anos, porque penso que chegamos a um limite de subidas de taxas de juros. Pessoalmente até penso que vamos começar a ver reduções das taxas de juros dos dep. prazo. Por isso fixei uma taxa alta para um periodo longo.

Alguém sabe de mais informação acerca destes produtos em outros bancos? nomeadamente taxas, só encontro o Finantia.

Estive a comentar com amigo que disse que alguns meses tinha feito uma subscrição de Certificados de deposito na CGD através do seu gestor Caixa Azul. Com o banco apresentar uma proposta ao cliente de taxa de juro. Agora não é um produto seja publicitado nos bancos, mas que a generalidade deles deve ter

http://www.millenniumbcp.pt/site/conteudos/60/6005/article.jhtml?articleID=52092

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Qual o montante mínimo no BANIF para não ter qualquer custo com a conta?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Certificados de Deposito tratamento do Banif

O banif fez o lançamento contabilistico no dia 31/10 com data valor 28/10 referente à minha subscrição de certificados de deposito, por isso nesse dia saiu da minha conta ordem com a referencia de aplicação financeira.

Para quem conhece o homebanking do banif sabe que é possivel ver todas as poupanças que estejam em vigor no respectivo contrato. Agora acontece que com os certificados de deposito isso não fica assim espelhado, pelo que explicaram essa aplicação vai para um tipo de conta diferente (conta de titulos). Mas quando vencer a aplicação, os juros são transferidos para a conta ordem.

NOTA DE ATENÇÃO :

Os montantes investidos contam para o total das poupanças ou dep. prazo para efeitos de isenção das comissões de manutenção ?

De acordo com serviços do Banifone, os montantes investidos em certificados de deposito NÃO CONTAM PARA OS 10.000 EUROS para estar isento de despesas de manutenção.

Solução dada pelo serviços do Banifone, solicitar ao gestor de conta a isenção de despesas de manutenção atenção ao total do patrimonio financeiro.

Eu quero avisar todos, para não apanharem nenhuma supresa.

Pessoalmente não me incomoda em nada, e continuo achar que será um bom investimento porque os sinais de descidas das taxas de juro começam a ser cada vez maiores.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Decreto-Lei n.º 372/91

O Governo tem vindo a realizar um grande esforço no sentido do aperfeiçoamento progressivo do sistema financeiro nacional, visando a obtenção de ganhos de eficiência sem prejuízo da eficácia da política monetária.

A prossecução deste objectivo passa pela gradual eliminação de restrições administrativas que se tenham tornado excessivas e desnecessárias no actual contexto. É o caso de diversas restrições do regime legal dos certificados de depósito, consubstanciado no Decreto-Lei n.º 74/87, de 13 de Fevereiro. Estas restrições podem presentemente ser abolidas, sem prejuízo, antes com benefício, para o sistema financeiro. O âmbito das alterações introduzidas justifica que se opte pela revogação do decreto referido e sua substituição por um novo decreto.

Assim:

Nos termos da alínea a) do n.º 1 do artigo 201.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte:

Artigo 1.º

Noção

As instituições de crédito legalmente autorizadas a receber depósitos podem emitir certificados de depósito, nos termos deste diploma, em representação de depósitos em escudos que nelas, para o efeito, sejam constituídos.

Artigo 2.º

Transmissibilidade

1 - Os certificados de depósito são nominativos e transmissíveis por endosso, nos termos gerais, com eles se transferindo todos os direitos relativos aos depósitos que representam.

2 - Na transmissão dos certificados de depósito não é admitido o endosso em branco.

3 - As instituições de crédito deverão manter um registo actualizado das emissões de certificados de depósito, bem como das respectivas transmissões.

4 - Os direitos a que se refere o n.º 1 só são invocáveis pelo transmissário após comunicação da aquisição do certificado de depósito à instituição emitente do mesmo.

5 - As instituições de crédito podem adquirir os certificados por elas emitidos, os quais se consideram resgatados, liquidando o depósito correspondente.

Artigo 3.º

Prazos

Os certificados titulam depósitos cujos prazos serão estabelecidos pelas partes contratantes.

Artigo 4.º

Juros

1 - Os juros dos depósitos representados por certificados podem ser liquidados:

a) Na data do vencimento do depósito representado pelo certificado ou à data da sua mobilização, caso esta se verifique antes do fim do prazo para o qual o depósito foi constituído;

B) A intervalos acordados entre as partes, devendo a última contagem de juros coincidir com o vencimento do depósito.

2 - Os juros são pagos:

a) Mediante a apresentação dos certificados de depósito, na modalidade prevista na alínea a) do número anterior;

B) Mediante a apresentação dos cupões respeitantes a cada período de contagem de juros, na modalidade prevista na alínea B) do mesmo número.

3 - Na hipótese prevista na alínea B) do n.º 1, os depósitos podem vencer juros a taxa fixa ou variável, sendo esta última indexada ao valor de uma ou mais taxas de referência fixadas no momento da emissão.

Artigo 5.º

Depósitos

Os depósitos cujos certificados, à data do vencimento, estejam depositados na instituição de crédito emitente poderão ser renovados nas mesmas condições, por acordo prévio entre as partes.

Artigo 6.º

Elementos obrigatórios

Os certificados de depósito devem conter, obrigatoriamente:

a) O nome e a sigla ou logotipo da instituição de crétido emitente;

B) O número do certificado;

c) O número de série, se adoptado pela instituição emitente;

d) O valor nominal do certificado de depósito, em algarismos e por extenso;

e) O prazo por que foi constituído o depósito representado pelo certificado e respectiva data de vencimento;

f) O regime de taxas de juro do certificado e a forma de pagamento dos respectivos juros;

g) A taxa de juro nominal do depósito que o certificado representa;

h) O nome do titular do certificado de depósito;

i) Elementos de controlo de autenticidade do certificado, entre os quais o selo branco da instituição emitente e assinaturas manuscritas de quem a represente.

Artigo 7.º

Condições

O Banco de Portugal pode, sem prejuízo de outras competências que em geral lhe sejam atribuídas, determinar às instituições de crédito deveres especiais de informação, tanto prévia como posteriormente à emissão de certificados de depósito.

Artigo 8.º

1 - É revogado o Decreto-Lei n.º 74/87, de 13 de Fevereiro, e o Aviso n.º 4/87, da mesma data.

2 - Os certificados de depósito existentes à data de entrada em vigor do presente diploma mantêm-se sujeitos, até ao seu vencimento, ao regime em que foram emitidos.

Visto e aprovado em Conselho de Ministros de 29 de Agosto de 1991. - Aníbal António Cavaco Silva - Luís Miguel Couceiro Pizarro Beleza.

Promulgado em 24 de Setembro de 1991.

Publique-se.

O Presidente da República, MÁRIO SOARES.

Referendado em 26 de Setembro de 1991.

O Primeiro-Ministro, Aníbal António Cavaco Silva.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Como tenho conta na CGD, mandei um email para os serviços da CGD. Passo a transcrever a resposta da CGD sobre os certificados de deposito.

Relativamente à sua questão, informamos que na CGD podem ser emitidos Certificados de Depósito.

O montante mínimo de constituição por certificado é de 25 000.00€; o prazo varia entre 181 e 732 dias; os juros serão pagos de acordo com a taxa negociada: no fim do prazo acordado, quando a taxa de juro for fixa e em intervalos regulares de 3 ou 6 meses, quando a taxa de juro for variável.

Mais informamos que poderá subscrever e negociar o seu Certificado de Depósito junto de qualquer balcão da CGD.

Gratos pelo contacto e ao seu dispor, por este mesmo canal ou através dos contactos 707 24 24 24, 91 405 24 24, 93 200 24 24 e 96 200 24 24.

Infelizmente não escreveram qual seria a taxa de juro, pelo menos para um exemplo. Mas vou tentar ganhar mais umas informações sobre possiveis taxas dos certificados de deposito da CGD. Mas como o prazo fica entre 6 meses a 2 anos, eu não acredito em elevadas taxas de juro, comparativamente às remunerações do banif.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

PAGINA 95 DO PREÇARIO DO BANIF

Certificados de Depósito

Periodicidade de juros: semestral

Juros Semestrais (até 25.000 €)

Periodo    TANB

2 Anos  5,450%

3 Anos  5,700%

4 Anos  5,950%

5 Anos   6,200%

8 Anos   6,450%

10 Anos  6,700%

Os juros Anuais até montantes de 25000 € tem um bonus de 0.05% para igual periodo.

Para montantes acima de 25000 € tem um bonus de 0.25% para igual periodo.

Actualizacao (para pior, claro) em vigor desde ontem >:(

Juros Semestrais (até 25.000 €)

Periodo    TANB

2 Anos  4,150%

3 Anos  4,250%

4 Anos  4,400%

5 Anos   4,600%

8 Anos   5,000%

10 Anos  5,200%

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E.... raios e coriscos....

Já perdi o barco. >:(

O raio do meu dinheiro logo havia de estar com atrasos de disponibilidade....

Ainda mais já lá tinha aberto conta para fazer isto....

Agora vou ter despesas de manutenção por causa de um produto que já nem sequer compensa....

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pelo menos aprendeu-se qualquer coisa : ]

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, aproveita oportunidades enquanto são tempo....

Sinceramente tá-me cá a dar vontade de fechar a conta.

A questão é que tendo-a aberta só há uma semana, parece um bocado mal.

Bem, na realidade é uma conta conjunta, logo tenho de falar com um familiar, mas tendo em conta que fui eu que sugeri o Banif por causa dos ditos certificados, a responsabilidade da escolha é mais minha.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead