someonealeste

Conselho * aluguer de casa *

6 publicações neste tópico

Boa tarde a todos! Sou nova por estas andanças mas depois de ter lido vários tópicos do vosso blog acho que aqui poderei encontrar quem desfaça as minhas dúvidas existenciais :D

Adquiri casa, através de crédito à habitação, em 1997. Atualmente, dado o aumento do agregado familiar, necessitava de mudar de casa. Neste momento tenho uma dúvida existencial muito grande :-) Para adquirir uma casa de tipologia superior o aumento da prestação será substancial uma vez que, segundo o banco, terei de fazer um novo contrato e perderei todas as "regalias" deste contrato (por exemplo dizem-me que agora nenhum banco faz spreads de 0,8%). Entretanto andei a fazer uma "sondagem" e o valor de uma casa arrendada seria bem menor.

A minha questão é: devo vender a minha casa e alugar uma?!  ??? Terei vantagens/desvantagens nisso?

Qual a vossa opinião relativamente a este assunto?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Do jeito que a coisa está, não aconselho ninguém a arranjar dívidas, começa logo por aí... Sobretudo se já chegaste à conclusão que ficas a pagar menos por uma renda que pelo empréstimo - podes ir pondo o dinheiro da diferença de lado e um dia dar de entrada para uma boa casa que entretanto tens tempo de procurar calmamente, se vieres a optar por aí.

Enquanto inquilino há uma série de chatices que não se tem - não temos que pagar as obras e a manutenção da casa; nem a quota do condomínio, se existir; não paga IMI; se houver um mês mais apertado de dinheiro, os senhorios costumam ser mais flexíveis que os bancos; e se for preciso trocar de casa por causa de outro aumento do agregado familiar não há uma casa que precisa de ser vendida antes, a impedir a mudança para a casa seguinte.

Por outro lado, pode ser mais chato resolver os problemas porque às vezes é preciso insistir com o senhorio para mandar arranjar as infiltrações, por exemplo, não se pode simplesmente chegar lá e começar a mexer na casa sem a permissão dele. E está-se sempre sujeito a ter que mudar de casa porque um dia a filha casa-se e afinal já precisa da casa para morar (mas, mais uma vez, é mais fácil trocar de casa que se se for o dono dela; e nem sequer é muito fácil um senhorio por um inquilino na rua).

Eu acho que a tendência do mercado de venda é de descida de preços. Daqui a um ou dois anos farás certamente melhor negócio na compra de uma casa que farias agora... se comprares a casa agora e precisares de a vender daqui a 3 ou 4 anos por causa de mais um aumento do agregado familiar, por exemplo, arriscas-te a vender com prejuízo - não será melhor esperar, nesse caso?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde

De facto o crédito habitação não está barato mas tambem é uma altura de boas oportunidades de compra!

Também tem a opção de arrendar o seu em vez de o vender(desde que lhe pague pelo menos a prestação).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa noite,

No caso apresentado, penso que se estivesse numa situação idêntica, continuaria na casa habitada hoje. Não especificou o motivo do aumento do agregado familiar (bebé ou idoso) mas em qualquer uma das circunstâncias penso ser possível "encaixá-lo" na casa actual. No caso de um bebé, torna-se ainda mais fácil, pois pode ir juntando dinheiro, à medida que a criança cresce e o mercado sofre variações. No caso de um idoso, torna-se mais difícil mas não impossível! Na minha opinião, não mude de casa. Dificilmente vende a sua, ou pelo menos levará algum tempo. Aconselho-a apenas a alugar casa se a renda for muito inferior ao que paga ao banco. Como sempre digo, o banco é apenas um senhorio diferente. De acordo com o que pago actualmente ao meu senhorio "banco", estou a pagar muito menos (por ter feito um empréstimo há anos com spread baixo) do que pagaria a um proprietário qualquer. Verifique se pode continuar a habitar a casa actual e faça as contas...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Também tem a opção de arrendar o seu em vez de o vender(desde que lhe pague pelo menos a prestação).

Pelo que percebo, está a sugerir alugar o apartamento que está a pagar ao banco e alugar um outro para residir, certo?

Eu já considerei esta hipótese, mas pelas pesquisas que fiz cheguei à conclusão de que para fazer as coisas de forma legal também iria ter que renegociar o empréstimo com o banco e perder eventualmente o spread baixo que tenho: a minha actual casa deixaria de ser a minha habitação própria permanente e o banco teria aí motivo para renegociação. Confirmam-me isto?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
a minha actual casa deixaria de ser a minha habitação própria permanente e o banco teria aí motivo para renegociação. Confirmam-me isto?

Tu é que podes confirmar - o que diz o teu contrato com o banco?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead