Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Visitante Investidor.Falido

Menos valias em acções

2 publicações neste tópico

Tenho várias perdas em investimentos feitos em accções.

Estas menos valias podem ser utilizadas em anos posteriores em que tenha mais valias?

Neste momento as menos valias já vão em cerca de 35.000 euros, poderá este sald oser usado, por exemplo, no IRS de 2012 a entregar em 2013?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Diz o Código do IRS:

Artigo 10.º

Mais-Valias

1 - Constituem mais-valias os ganhos obtidos que, não sendo considerados rendimentos empresariais e profissionais, de capitais ou prediais, resultem de:

...

b)Alienação onerosa de partes sociais, incluindo a sua remição e amortização com redução de capital, e de outros valores mobiliários e, bem assim, o valor atribuído aos associados em resultado da partilha que, nos termos do artigo 75.º do Código do IRC, seja considerado como mais-valia;

...

e) Operações relativas a instrumentos financeiros derivados, com excepção dos ganhos previstos na alínea q) do n.º 2 do artigo 5.º

f) Operações relativas a warrants autónomos, quer o warrant seja objecto de negócio de disposição anteriormente ao exercício ou quer seja exercido, neste último caso independentemente da forma de liquidação.

g) Operações relativas a certificados que atribuam ao titular o direito a receber um valor de determinado activo subjacente, com excepção das remunerações previstas na alínea r) do n.º 2 do artigo 5.º

...

Artigo 55.º

Dedução de perdas

1 - Sem prejuízo do disposto nos números seguintes, é dedutível ao conjunto dos rendimentos líquidos sujeitos a tributação o resultado líquido negativo apurado em qualquer categoria de rendimentos.

...

6 - O saldo negativo apurado num determinado ano, relativo às operações previstas nas alíneas B), e), f) e g) do n.º 1 do artigo 10.º, pode ser reportado para os dois anos seguintes, aos rendimentos com a mesma natureza, quando o sujeito passivo opte pelo englobamento.

Ou seja, podes deduzir as perdas. Claro que ao optar pelo englobamento, tudo o que seja rendimentos de juros ou de dividendos, que normalmente são taxados a taxas liberatórias bastante mais baixas, acabam por ser taxados à mesma taxa dos demais rendimentos. Ao fazê-lo, abdicas também do sigilo bancário para que o fisco possa confirmar se englobaste mesmo todos os teus rendimentos.

Terás que fazer as contas para ver qual a opção que compensa mais.

Seja como for, desconfio que em Janeiro do próximo ano vai haver muita gente a pedir aos bancos e corretoras as respetivas declarações para englobamento rolleyes.gif

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0