carlosramos

O banco do Estado Português empresta 200 milhões ao BPN

14 publicações neste tópico

Afinal de contas ainda anda muita gente a levantar dinheiro mas o Estado através do seu banco Caixa G. D. resolveu rapidamente a questão com um emprestimo de 200 milhões.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Banco mostra estar com dificuldades

Quiosque: CGD empresta 200 milhões de euros ao BPN

Clientes do banco acorrerem aos balcões com medo do que possa acontecer

O Banco Português de Negócios (BPN) recorreu ontem à Caixa Geral de Depósitos (CGD) para resolver uma situação emergente de falta de liquidez, avança o «Diário de Notícias».

Segundo fontes ligadas ao banco presidido por Miguel Cadilhe, citadas pelo jornal, o BPN contraiu um empréstimo de 200 milhões de euros junto do banco público, para poder responder aos compromissos mais imediatos.

Este montante corresponde aos resgates de depósitos feitos junto desta instituição ao longo da última semana, com muitos clientes do BPN a acorrerem aos balcões do banco, perante a insistência de rumores de que estaria a enfrentar dificuldades acrescidas face ao agravar da crise financeira.

@AF

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não sendo uma operação do dia a dia, julgo que o facto de os bancos emprestarem dinheiro uns aos outros é relativamente banal.

Porque é que esta em particular fez os cabeçalhos de vários jornais? Foi devido ao montante? À situação de crise? Ou por outro motivo?

Gostava de tentar perceber...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O facto da notícia dizer <em>situação emergente de falta de liquidez</em> não abona muito a favor do BPN. Não sei bem até que ponto será sensacionalismo, mas não deixa de ser verdade que nos últimos tempos se tem falado muito (e pouco bem) do BPN.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu já há muito tempo que me habituei a ignorar os adjectivos nos artigos jornalísticos. E nos dias que correm ainda mais.

Eu só queria perceber é se isto foi notícia por o BPN estar menos bem e andar tudo mais atento ao que se passa com ele; ou se, por outro lado, é realmente algo de extraordinário e nunca visto no nosso país...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu já há muito tempo que me habituei a ignorar os adjectivos nos artigos jornalísticos. E nos dias que correm ainda mais.

Eu só queria perceber é se isto foi notícia por o BPN estar menos bem e andar tudo mais atento ao que se passa com ele; ou se, por outro lado, é realmente algo de extraordinário e nunca visto no nosso país...

Não creio que seja algo de extraordinário, para isso é que existe o mercado monetário interbancário! Mas claro, pelo burburinho todo à volta do BPN, é normal que a imprensa explore qualquer acontecimento. Quando se faz uma travessia no deserto, os abutres aparecem logo... Sem ofensa para os jornalistas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não creio que seja algo de extraordinário, para isso é que existe o mercado monetário interbancário! Mas claro, pelo burburinho todo à volta do BPN, é normal que a imprensa explore qualquer acontecimento. Quando se faz uma travessia no deserto, os abutres aparecem logo... Sem ofensa para os jornalistas.

Afinal de contas o alarmista tinha razão ,onde há fumo há lume mas apesar de tudo a nacionalização anunciada não é má de todo ,pelo menos garante as economias de todos os clientes do BPN

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Nós temos de ser responsáveis pela irresponsabilidade de incumprimento dos bancos?

Não estão legais e a responsabilidade passa pelos clientes?!?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este tópico, parece-me, já estar desactualizado, face aos actuais desenvolvimentos - nacionalização do BPN (concorde-se ou não com ela; parece que o Dr. Cadilhe não concorda)!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Nós temos de ser responsáveis pela irresponsabilidade de incumprimento dos bancos?

Não estão legais e a responsabilidade passa pelos clientes?!?

E´ justamente para evitar que a responsabilidade caia sobre os clientes que o Estado a assumiu. Assim divide-se por todos os contribuintes...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead