oldparr

IRS emigrantes (residentes fora da UE) - Dúvida

5 publicações neste tópico

Boa tarde,

Sou um português, casado (desde 2009) com uma brasileira, e vivo de forma premanente no Brasil viajando apenas ocasionalmente a Portugal para visitar familiares. Há cerca de 3 meses foi-me concedida a carteira de identidade estrangeiro e visto de residência permanente aqui Brasil.

Os meus rendimentos são na sua grande maioria rendimentos resultantes de mais-valias em operações de bolsa e, numa pequena parte - menos de 10% - rendimentos prediais (relativos a um apartamento próprio que não posso habitar por estar alugado a um inquilino com mais de 65 anos). Nas Finanças ainda consta a minha residência fiscal anterior em Portugal.

A minha dúvida é a seguinte:

1) continuo a ser obrigado a declarar em sede de IRS estes rendimentos, mesmo residindo fora de Portugal? Ou, por ser um emigrante, estou dispensado de declarar estes rendimentos. NOTA: Não tenho nenhum outro tipo de rendimento (rendimento de trabalho, pensão, etc.);

2) não tendo possibilidade de me deslocar a Portugal no momento, como proceder para comunicar a alteração de morada às Finanças a partir daqui do Brasil?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Alguém pode-me ajudar com esta questão, por favor?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Será que ninguém neste Fórum pode/sabe esclarecer esta minha dúvida?

Estranho não ter recebido ainda nenhuma resposta ao meu pedido de ajuda  :(

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Para passar a ser um contribuinte não residente tem de nomear um representante fiscal aqui em Portugal.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Na minha opinião:

1. Como vive permanentemente no Brasil é residente fiscamente lá;

2. Não está sujeito ao IRS em Portugal, a não ser que obtenha cá rendimentos;

3. A casa que tem arrendada situa-se em Portugal ou no Brasil? Se for em Portugal tem de

apresentar uma declaração anual de IRS, mencionando no anexo F, os rendimentos prediais;

4. Esses rendimentos prediais estão sujeitos a uma taxa especial de 15%. Pode deduzir despesas de conservação ou manutenção, IMI, despesas de condomínio.

5. Para comunicar a sua saída de Portugal às Finanças, com efeitos retroactivos à data efectiva da sua saída, deve nomear um procurador com poderes especiais para esse efeito e para designar-lhe um representante fiscal em Portugal, que até pode ser aquele.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor