yehudin

Financiamento automóvel

9 publicações neste tópico

Boa noite a todos! Antes de mais gostaria de dar os meus parabéns ao autor deste forum e a todos aqueles que contribuem para a vida do forum, pois as informações que se colhem aqui são muito úteis.

A minha situação é a seguinte: neste momento encontro-me empregado, tenho algum dinheiro amealhado e conto mudar de emprego proximamente. Dado que não possuo viatura e tenho uma paixão enorme por automóveis gostaria de aquirir um carro no futuro. Tenho paixão por um modelo: Alfa MiTo que custa (sem descontos) €21.950.

Gostaria de dar um máximo de € 12.000 de entrada e de pagar o resto a crédito. Todavia, dado que as informações recentes são alarmantes, tenho algumas dúvidas que gostaria de satisfazer.

(a) é de prever realmente um corte tão brutal no crédito ao consumo como aquele que está a ocorrer nos EUA? é de esperar que no próximo ano as taxas de juro subam a galope a valores astronómicos como aqueles que se praticam no micro-crédito? será um negócio ruinoso contrair um crédito automóvel?

(B) em caso negativo, qual é o melhor negócio: crédito, renting ou leasing?

© tenho conta no Montepio Geral e eles cobram uma TAEG de 13,40%. É muito, pouco ou é o valor do mercado? Sucede que eles têm uma série de vantagens, uma vez que se celebrar crédito com eles não tenho que pagar seguro automóvel; será que a taxa compensa o crédito?

(d) as financeiras automóveis oferecem melhores condições do que os bancos? será melhor comprar a crédito directamente à Alfa?

(d) não será melhor deixa-me de luxos e adquirir uma viatura mais barata a pronto e evitar financiamentos?

Desculpem as questões mas é a primeira vez que pretendo adquirir uma viatura e tenho imensas dúvidas. Obrigado a todos pela participação!

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

(a) é de prever realmente um corte tão brutal no crédito ao consumo como aquele que está a ocorrer nos EUA? é de esperar que no próximo ano as taxas de juro subam a galope a valores astronómicos como aqueles que se praticam no micro-crédito? será um negócio ruinoso contrair um crédito automóvel?

(B) em caso negativo, qual é o melhor negócio: crédito, renting ou leasing?

© tenho conta no Montepio Geral e eles cobram uma TAEG de 13,40%. É muito, pouco ou é o valor do mercado? Sucede que eles têm uma série de vantagens, uma vez que se celebrar crédito com eles não tenho que pagar seguro automóvel; será que a taxa compensa o crédito?

(d) as financeiras automóveis oferecem melhores condições do que os bancos? será melhor comprar a crédito directamente à Alfa?

(d) não será melhor deixa-me de luxos e adquirir uma viatura mais barata a pronto e evitar financiamentos? 

a) Quem sabe? Nos dias de hoje tudo o que dissermos sobre isso é pura especulação, nada mais.

B) O crédito e o leasing têm algumas diferenças particulares (que infelizmente não sei mencionar), mas o renting é uma alternativa totalmente diferente, uma vez que não se compra um carro mas sim um aluguer com serviços incluídos.

c) Parece-me um bocadito alta, mas o melhor é comparar com outros produtos semelhantes. Já experimentou utilizar os simuladores existentes nos sites das marcas.

d) Se conseguisse comprar um carro que em termos funcionais fosse mais barato, então sim. Mas também sei que a compra de um automóvel é fortemente emocional.

Abraços e bem-vindo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia,

yehudin, encontro-me numa situação similar à tua.

Também estou interessado em comprar uma viatura nos próximos tempos. O meu carro vai fazer 22 anos e p/ os cerca de 100 Km diários que faço p/ o emprego já começa a tornar-se bastante obsoleto.

Inicialmente estava a pensar em adquirir uma viatura de cerca de 22.000€ e p/ tal fiz várias simulações na internet. A TAEG que me deu foi à volta dos 7,57 (Simulador da CGD) e 7,66% (Millenium BCP). Não fiz do BPI, mas já ouvi dizer que tem um crédito automóvel bastante interessante, aconselho-te a veres este site tb.

No entanto, e depois de começar a fazer contas a sério, verifiquei que o meu salário de recém-licenciado não é de todo suficiente p/ suportar um empréstimo com uma entrada à volta dos 9.000€. Ao somar o crédito + seguro automóvel + combustível (s/ contar c/ as assistências periódicas) constantei que estaria com uma taxa de esforço de 50% do meu vencimento. Penso que é um exagero estar durante 4 anos a sacrificarmo-nos p/ pagar um automóvel. Afinal de contas, ele tem de nos servir a nós e não nós a ele. Dadas as condições, estou mais a pensar em adquirir um usado que cumpra decentemente a sua função do que comprar um novo. Como diz o Pedro Pais, a compra de um automóvel é sempre emotiva e vontade p/ comprar o novo não me falta, mas temo nesta altura estar a dar um passo maior do que a perna e estar a limitar a minha qualidade de vida por causa de um carro.

Respondendo sucintamente às tuas perguntas:

a) Não sei comentar.

B) Eu penso que o melhor negócio será o leasing, no entanto (julgo) este apenas está disponível p/ viaturas novas. O crédito é p/ semi-novos e usados. O renting, do que eu conheço, é exactamente um aluguer do automóvel c/ tudo incluido, o que penso que seja vantajoso para pessoas que andam muitos km´s em pouco tempo e que gostem de andar c/ viaturas novas regularmente.

c) Parece-me demasiado. Procura os simuladores online.

d) Eu penso que não. No entanto, é uma questão a ter sempre em cima da mesa.

e) Isso depende das tuas prioridades. É um facto que estamos a atravessar tempos dificeis e que o futuro poderá ser de recessão. Se achas que tens capacidade p/ adquirir um carro novo, acho que o deves fazer. Uma vez perguntaram ao presidente da GM (General Motors) qual era o melhor carro do mundo, na expectativa de ele dizer claramente que seria um GM... mas não. A resposta dele foi "O melhor carro do mundo é um carro novo". E a verdade, é que um carro novo c/ garantia de fábrica dá-te outra segurança e estabilidade pq sabes que não iras ter gastos extra nos próximos 2 anos. Por outro lado, penso que esta época até pode ser propicia a bons negócios nos usados porque o mal de uns é o bem de outros e há de haver muito boa gente que infelizmente não tem capacidade p/ continuar a pagar o carro e pretende desfazer-se dele a preços mais em conta.

Espero ter ajudado.

João

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Uma nota relativamente à 3ª/4ª questões: pelo que percebi com o financiamento vem incluído o pagamento do seguro automóvel? Nesse caso claro que a TAEG será maior, porque na verdade tu vais estar a pagar o seguro, quando muito isso aparece disfarçado no preço da prestação.

A forma mais simples de comparar os vários produtos neste caso é calcular a totalidade dos custos no fim de vida do empréstimo (somar todas as prestações, seguros, comissões, etc) e comparar os resultados. Este exercício vai-te ajudar também a perceber as diferenças entre cada produto, o que é que uns "oferecem" e outros não.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Valor da viatura € 21.950,00 com entrada de € 12.000,00.

Aluguer BIG, TAEG de 7,328% a pagar em 48 meses, € 239,21 mensais.

Leasing BIG, TAEG de 7,328% a pagar em 48 meses, € 239,21 mensais.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

De todos os parceiros com quem trabalho o BPI é de facto o que te melhores condições eu proprio tenho feito lá todos os meus creditos automoveis se tiveres interesse posso colocar aqui uma simulação para teres uma ideia. Em relação aos carros sou da opinião que comprar novo ñ é a melhor opção os carros q tenho comprado são todos com 1 ou 2 anos qt á garantia podes sempre negociar e pagar mais qualquer coisa e fazem te uma garantia uma boa garantia fica por mais 300€ por ano. Um carro novo mal o tiras do stand já está a valer menos uns 10%.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

respondendo ás questões:

- não se sabe se as taxas vão subia mais ou não. Depende de muitos factores que não são controláveis.

- crédito, renting ou leasing. o renting é mais utilizado e aconselhado a quem faça muitos quilómetros. Normalmente os serviços inlcuidos estão limitados em termos de quilómetros.

No leasing ou crédito bancário, as taxas serão algo semelhantes, sabendo que o leasing é para carros novos e o crédito pode ser para os dois. No leasing, O iva é repartido pelas rendas, está isento de imposto de selo e é necessário a contratação de um seguro contra todos. NO crédito, é necessário uma garantia, normalmente o carro; se acontecer algo ao carro (por ex: acidente com a viatura irrecuperável) o crédito continuará a ser pago pelo devedor do crédito, mesmo já não tendo o carro.

- relativamente à taxa de 13% no crédito do Montepio, não te estarás a referir a um crédito ao consumo normal, sem qualquer garantia? - parece-me uma taxa mais próxima do crédito ao consumo!!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

De todos os parceiros com quem trabalho o BPI é de facto o que te melhores condições eu proprio tenho feito lá todos os meus creditos automoveis se tiveres interesse posso colocar aqui uma simulação para teres uma ideia. Em relação aos carros sou da opinião que comprar novo ñ é a melhor opção os carros q tenho comprado são todos com 1 ou 2 anos qt á garantia podes sempre negociar e pagar mais qualquer coisa e fazem te uma garantia uma boa garantia fica por mais 300€ por ano. Um carro novo mal o tiras do stand já está a valer menos uns 10%.

Prezado CFinanceiro

(1) como apenas equaciono comprar carro a partir de Março/Abril do próximo ano, as minhas palavras são apenas projeções. Tenho que ver as consequências deste rebentamento do crédito assim como o meu futuro emprego (vou mudar de emprego proximamente) para equacionar bem que viatura comprar. Queria apenas saber informações para ir explorando o mercado. Dado que um carro é um bem valioso (para mim pelo menos) não quero precipitar-me e fazer um mau negócio. Quero explorar todas as perspectivas.

(2) obrigado pela recomendação do BPI. De facto já vi no site e tem condições muito vantajosas (a manterem-se as condições de mercado é claro). Sabe se tenho que ter lá conta para pedir um empréstimo?

(3) pretendo comprar uma viatura de serviço ou um carro que tenha estado numa situação de rent-a-car. Apenas em última instância pensarei sequer comprar um carro novo. Pode-se poupar imenso nestes casos. E, como vivo no estrangeiro e o mercado automóvel aqui é altamente competitivo, estou a pensar levar um carro comigo e depois legalizá-lo aí. Penso que conseguirei poupar até €2000 com a compra.  

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

respondendo ás questões:

- não se sabe se as taxas vão subia mais ou não. Depende de muitos factores que não são controláveis.

- crédito, renting ou leasing. o renting é mais utilizado e aconselhado a quem faça muitos quilómetros. Normalmente os serviços inlcuidos estão limitados em termos de quilómetros.

No leasing ou crédito bancário, as taxas serão algo semelhantes, sabendo que o leasing é para carros novos e o crédito pode ser para os dois. No leasing, O iva é repartido pelas rendas, está isento de imposto de selo e é necessário a contratação de um seguro contra todos. NO crédito, é necessário uma garantia, normalmente o carro; se acontecer algo ao carro (por ex: acidente com a viatura irrecuperável) o crédito continuará a ser pago pelo devedor do crédito, mesmo já não tendo o carro.

- relativamente à taxa de 13% no crédito do Montepio, não te estarás a referir a um crédito ao consumo normal, sem qualquer garantia? - parece-me uma taxa mais próxima do crédito ao consumo!!

Prezado J.Pinto

(1) obrigado pela resposta. De facto, neste momento a banca é uma incógnita mas tudo indica que vai estabilizar até ao fim do ano e que os empréstimos loucos vão terminar. Eles apenas vão emprestar a quem tiver garantias.

(2) desconhecia essas diferenças entre o crédito/leasing/renting. Creio que o leasing será a melhor solução para mim.

(3) os 13% referem-se à TAEG e não apenas ao juro nominal. Todos sabemos que os bancos oferecem todos juros fabulosos para conquistar clientes e depois vão buscar o resto às comissões, taxas e afins. Por exemplo, para o crédito o juro é de 7% mas a taxa anual é de 13%. Temos que ter isso em atenção

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor