nlopes

Amortização e crise

16 publicações neste tópico

Meus amigos,

Tendo em conta a crise financeira que ameaça o mundo e os bancos, parece-vos uma boa táctica amortizar, neste momento, parcialmente, a dívida relativa à hipoteca da casa?

Aguardo resposta

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Amortizar normalmente é boa política, diminuis a prestação no imediato contrabalançando a subida das taxas. Só não compensa se conseguires investir o dinheiro a uma taxa líquida mais alta que a do crédito (é mais ou menos isto, há mais alguns factores).

Para além disso, com a descida da prestação consegues poupar dinheiro mais depressa, conseguindo fazer outra amortização mais cedo.

Agora, na prática, a verdadeira questão é: vais precisar desse dinheiro a curto prazo ou não? Em caso afirmativo, obviamente não deves amortizar. Caso não precises do dinheiro a médio prazo, então avança.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pois, mas a minha dúvida é saber se numa altura de crise financeira global mais vale ter o dinheiro no banco ou amortizá-lo no crédito habitação?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

ou seja estas a colocar a questão se caso haja risco de virmos a perder as nossas poupanças ( coisa que sinceramente não acredito) se não compensa mais amortizar já parte do emprestimo e assim para alem de uma prestação mais baixa , não corres o risco de perder as tuas poupanças é isso?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, é isso mesmo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então nesse caso diria que juntas o útil ao agradável ;D

Se normalmente já é recomendável amortizar, acabaste de descobrir mais um motivo para o fazer.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas agora lembrei-me do seguinte:

Vamos imaginar que amortizamos ao banco parte da nossa dívida do crédito habitação e esse mesmo banco vai à falência. A habitação passa a ser nossa? Se sim, isso significa que perdemos parte do dinheiro que amortizamos, correcto?

Por outro lado, tem em conta o risco de colapso financeiro, os certificados de aforro são um produto mais seguro do que os depósitos a prazo nos bancos?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

a habitação não está hipotecada ao banco. Ele apenas te fez um empréstimo para pagares a casa, que está paga. Apenas deves a quem te emprestou o dinheiro. Se falir não perdes a casa.

Eu empresto-te dinheiro para pagares um crédito, se eu morrer tens o emprestimo pago e apenas me devias a mim. Uma vez que eu já n me encontro neste mundo, n tens a quem pagar a dívida. (bater 3 vezes na madeira)

Acho que não estou a dizer nenhuma parvoice

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, mas provavelmente alguém vai comprar essa dívida ao banco (um dos seus credores) e passas a pagar a dívida a essa nova entidade. O facto de teres amortizado parte da dívida não é dinheiro deitado à rua...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Vamos imaginar que amortizamos ao banco parte da nossa dívida do crédito habitação e esse mesmo banco vai à falência. A habitação passa a ser nossa? Se sim, isso significa que perdemos parte do dinheiro que amortizamos, correcto?

Pois, se alguem comprar a divida ao banco só compra aquilo que tu ainda deves, como tal pagarás só o que deves e nao o valor do emprestimo todo. Amortizares ou nao amortizares a casa é sempre tua. Independentemente de falir ou nao, a escritura poe a casa em teu nome e apenas o empréstimo em nome do banco. A pensar assim, se isto agora fosse de mal a pior e os bancos falissem todos, era toda a gente a ser posta na rua.

Tou a contar que n tens a casa hipotecada ao banco.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Muito bem, obrigado.

E quanto à questão dos certificados de aforro, tendo em conta o risco de colapso financeiro, é uma aplicação mais segura do que os depósitos a prazo dos bancos?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Os meus depósitos à ordem e a prazo estão seguros, mesmo se o banco falir? Paulo O.

A primeira ideia a reter é que não existe nenhuma ameaça concreta sobre os bancos portugueses, pelo que não é necessário ir a correr retirar os seus depósitos. A generalidade dos bancos cumpre os rácios de solvabilidade impostos pelo Banco de Portugal, o que dá uma segurança adicional aos clientes. Mas mesmo no caso extremo de uma falência, existe uma salvaguarda: o Fundo de Garantia de Depósitos permite o reembolso do dinheiro em depósitos, até 25.000 euros por conta.

Todas as instituições de crédito cuja actividade inclua a recepção de depósitos têm de participar obrigatoriamente no Fundo, com excepção das Caixas de Crédito Agrícola Mútuo e da Caixa Central, que fazem parte do Sistema Integrado do Crédito Agrícola Mútuo, tendo um fundo específico.

O Banco de Portugal assegura 25.000 euros por cliente ou 25.000 euros por cliente e por banco? João B.

O Fundo de Garantia de Depósitos garante o valor global dos saldos por depositante e por banco. Por exemplo, se tiver 50.000 euros em depósitos, metade em cada banco, poderá ser reembolsado na totalidade. Isto é, receber 25.000 euros por cada conta.

Quanto aos certificados de aforro n sei as condições mas vou ja procurar isso. O texto acima foi tirado do site http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=SHOWNEWS&id=333900

Até encontrei uma coisa que te responde á pergunta inicial.

Cinco questões sobre o seu dinheiro

Respostas às principais dúvidas dos leitores do Diário Económico online.

Marta Marques Silva

1. Estou a perder dinheiro com fundos de investimento. devo mantê-lo ou resgatá-lo?

Tudo depende da sua disponibilidade temporal. Os mercados têm uma natureza cíclica, o que significa que eventualmente irão recuperar. Se não necessitar desse dinheiro nos próximos 12 meses terá possivelmente boas hipóteses de recuperar parte das perdas. Já se o seu horizonte temporal for menor, ou se os nervos não o deixam dormir de noite, poderá sempre resgatá-lo, assumindo as perdas actuais.

2. Qual é a garantia dos meus depósitos?

O Fundo de Garantia de Depósitos (FGD) assegura o reembolso do valor depositado até ao limite máximo de 25000 euros, por cada instituição e por cada depositante. Se tiver 23 mil euros num banco e seis mil noutro, terá direito à totalidade de ambos (garantia por cada instituição). No caso de uma conta, no valor de 60 mil euros, ter dois titulares, ambos receberão 25 mil euros (garantia por cada depositante).

3. E se tiver dois depósitos no mesmo banco?

Nesse caso,  o valor de ambos será somado. Ou seja, se tiver um depósito à ordem no valor de seis mil euros e um depósito a prazo no valor de 23 mil euros– num total de 29 mil euros– ser-lhe-ão restituídos apenas 25 mil euros. Agora imagine que tem esse mesmo depósito à ordem no valor de seis mil euros mas que o depósito a prazo de 23 mil euros tem dois titulares. Nesse caso, o valor total dos seus depósitos será de 17.500 euros (seis  mil euros mais 11.500), recuperando assim a totalidade do montante, bem como o segundo titular que recebe 11.500 euros.

4. Quando serei reembolsado?

O FGD deverá reembolsá-lo até  ao prazo máximo de três meses, a contar da data em que os depósitos se tornarem indisponíveis. No entanto, o prazo pode ser alargado até 12 meses, visto o Fundo poder pedir três prorrogações, cada uma com duração máxima de três meses.

5. Se o banco falir, o que acontece ao meu crédito à habitação?

O empréstimo da casa mantém-se passando apenas a ter um credor diferente. Este poderá ser a instituição responsável pela recuperação do banco ou quem tenha adquirido a carteira de créditos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Muito bem, obrigado.

E quanto à questão dos certificados de aforro, tendo em conta o risco de colapso financeiro, é uma aplicação mais segura do que os depósitos a prazo dos bancos?

Teoricamente sim, porque nos depósitos a prazo nos bancos o único risco que tens é o banco ir à falência (e já agora o depósito ser superior aos tais 25.000€), enquanto que nos certificados de aforro o único risco que tens é o Estado português ir à falência. Embora sejam dois riscos baixinhos, o do Estado é sempre menor do que o dos bancos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Por definição, os certificados de aforro não têm risco, uma vez que representam a dívida do Estado. Como o nico disse, o risco é muito baixinho mas também por isso neste momento os depositos a prazo rendem mais.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Muito bem, obrigado.

E quanto à questão dos certificados de aforro, tendo em conta o risco de colapso financeiro, é uma aplicação mais segura do que os depósitos a prazo dos bancos?

Colapso financeiro? Isso não existe... Se isso acontecer o conceito de dinheiro seguro nao existe... Pois por definiçao o dinheiro so tem valor caso o sistema financeiro o aceite.

Pode ter a certeza que ninguem quererá os seus euros se souber que os euros nao vao ter o mesmo valor amanha! Vao preferir nao lhe vender nada...

Se acontecer uma catastrofe financeira, os bens financeiros(dinheiro, titulos de divida, acçoes) são quase que anulados.

Obviamente o dinheiro será a ultima fase de um colapso :)

Vamos manter a calma... Para ainda sao ajustes na alta finança, que tinham que acontecer mais cedo ou mais tarde, pois nao se pode emprestar dinheiro a quem nao pode pagar e depois esperar que tudo se resolva...

Nelson

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas perante o cenário internacional temos de estar muito pessimistas...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor