Zilium

IRS - Categoria B - Pessoas com Deficiência

3 publicações neste tópico

Tenho um grau de incapacidade avaliado em 80%. Em 2010, pela primeira vez, trabalhei a recibos verdes (categoria B). A princípio, fui informado pelas Finanças, quando fui buscar o livro de recibos, de que teria de fazer os descontos considerados "normais" (retenção na fonte, sem quaisquer benefícios fiscais), mas, ao preencher a declaração, constatei que os cálculos relativos à simulação já implicavam o grau de incapacidade que possuo, quase como se estivesse na situação de trabalhador dependente.

Mais: constatei também que poderia optar, se quisesse, pelos cálculos relativos ao trabalho dependente (categoria A). A verdade é que, se o fizesse, perderia cerca de 20% do valor do reembolso... Porque será então que as Finanças nos "presenteiam" com esta opção?  :-\

Haverá, neste caso, alguma utilidade em optar pelo cálculo "dependente" quando se trabalha como "independente"?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O facto de não ser uma opção vantajosa para ti não quer dizer que não haja pessoas para quem o seja. Senão não valia a pena dar como opção ;)

Sem valores específicos é difícil confirmar qual é o cenários mais vantajoso. Mas tipicamente compensa optar pelas regras da categoria A se se tiver baixos rendimentos pois a dedução específica é um valor fixo; a dedução específica da categoria B (pelo menos no regime simplificado) é uma percentagem dos rendimentos, por isso, para rendimentos mais altos, compensa mais optar pelas regras da categoria B...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Antes de mais, obrigado pela prontidão nas respostas. Entendi: é, então, uma diferença de cálculo entre uma percentagem fixa e uma váriável (aplicada gradualmente mediante valores).

Fiz a pergunta, devo dizê-lo, porque conheço outras pessoas com deficiência que, por terem passado a trabalhar a recibos verdes, optaram pelo cálculo de rendimentos pela categoria A sem terem sequer simulado/comparado os valores finais pela B... erro deles, é certo, mas fizeram-no por achar que escolhendo a categoria B não seria tido em conta o seu grau de incapacidade para apurar valores finais... Fica o recado para quem passar por aqui  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor