Visitante Jorge G Silva

BARCLAYS, SERVIÇO DE COBRANÇAS LAMENTÁVEL.....

17 publicações neste tópico

É lamentável sem dúvida a oferta de cartões de crédito nos centros comerciais pela Barclays porém legal contudo o que é manifestamente ilegal, irregular e inadmissivel é o que se passa depois daí passo a descrever uma situação que tem ocorrido frequentemente com este serviço bancário:

Existem mais que uma pessoa amiga que decidiram adquirir o tão famoso cartão de crédito que segundo eles só trás beneficios. Como é sabido quando se adquire este cartão obtem-se um seguro simultâneo que também é obviamente pago.

Numa das situações uma das pessoas entrou em mora e como tal constituiu-se em divida a outra cancelou o serviço e respectivo seguro tendo recebido a confirmação de tal cancelamento pela instituíção bancária Barclays.

O pior surge depois, embora seja legitimo que se proceda à cobrança dos créditos o que se põe em causa é o como se faz.

É prática da empresa de cobranças do Barclays começar com um telefonema seguido de umas dezenas, a qualquer hora do dia ou noite a solicitar o pagamento. Após o terceiro telefonema consecutivo começam com os insultos usando termos que passo a citar:

Caloteira, Peça dinheiro aos seus amigos.

O pior surge logo de seguida quando ligam para os locais de emprego e imagine-se que não pedem para chamar a parte no contrato e sim a directora de serviço ou entidade patronal à qual contam numa tentativa de difamação e destruíção pessoal a divida ou suposta divida que no segundo caso não existia sequer.

Como deveria ser básico esta tentativa de auto-tutela de direitos é totalmente ilegal e inadmissivel violando o direito à privacidade e bom nome, para tal facto são as entidades competentes ou seja os Tribunais.

Pior de tudo, como deveriam também saber estes pseudo-cobradores que após um cliente constituir mandatário,(Advogado), não pode contactar-se com o cliente pois este está devida e legalmente representado por advogado. O que é estranho é que neste serviço de cobranças, que deveria ter pessoas com formação juridica minima, não o sabe e alega estar a “burrifar-se” para o mandatário teimando em contactar de forma permanente o suposto devedor.

Não entendo como é possivel que sem julgamento, com razões ou não, se permita uma perseguição no minimo surreal somente imaginável na máfia italiana.

Não contribui certamente para o bom nome do Barclays como instituíção este facto e tendo em conta a longinqua data dos factos acima descritos não parece que esteja preocupada como tal forma de actuar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

deve ser primo do kardec....

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
:)
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

deve ser primo do kardec....

;D ;D ;D ;D ;D ;D ;D ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Jorge Silva: Não se preocupe com isso,o problema é de quem fica a "arder"... :D

Pode sempre desculpar-se com a "crise"...

O que eu acho lamentável é haver aqui alguns comentadores brincarem com a desgraça alheia!

Qualquer pessoa pode ter um percalço e não conseguir pagar! O que é mais importante,alimentar a familia ou pagar os créditos?

Mesmo que os tipos levem o caso para tribunal,o Senhor constitui advogado e o caso fica bem encaminhado,nunca mais andará para a frente nem para trás...falo por expriência própria...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Jorge Silva: Não se preocupe com isso,o problema é de quem fica a "arder"... :D

Pode sempre desculpar-se com a "crise"...

O que eu acho lamentável é haver aqui alguns comentadores brincarem com a desgraça alheia!

Qualquer pessoa pode ter um percalço e não conseguir pagar! O que é mais importante,alimentar a familia ou pagar os créditos?

Mesmo que os tipos levem o caso para tribunal,o Senhor constitui advogado e o caso fica bem encaminhado,nunca mais andará para a frente nem para trás...falo por expriência própria...

E o advogado e as custas judiciais, são de borla, não?!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

 

"E o advogado e as custas judiciais, são de borla, não?!"

Se pedir apoio jurídico poderá ser.

Segundo o que diz deverá apresentar queixa juntas às entidades competentes

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O mais grave é quando  deixou de utilizar o cartão, inclusivé o cortou e destruiu e repentinamente lhe aparece uma conta de 1400€ ( 44 utilizações no Reino Unido, 3 na Dinamarca e 4 na Noruega tudo de seguida ) e o sistema de detecção de fraude deles é tão espectacular que não detecta nenhuma anomalia não deteta nenhuma anomalia: Imaginem a rapidez que vai do Reino Unido, para a Dinamarca e Noruega num curto espaço de tempo, depois é o proprio que através desse extrato detecta situação, tem de pedir para cancelar a conta , prenche formularios e envia fax, vai `PJ e como desconfia de onde proveio tal clonagem, eles armam-se em santinhos , não tem conhecimento de tal coisa, não sabem de nada ( devem ter utilizado os faxes e declaração da PJ nos WC deles) . Consegui a devolução do dinheiro mas depois começou a tal perseguição , fui apresentar queixa contra eles no Banco de Portugal e aditei novas provas contra os mesmos onde através de telefonemas que dizem gravados e começaram a exigir novos pagamentos. Isto á SACANAGEM e pessoas do pio-rio  ainda veio o Barcleys telefonar se eu queria abrir uma conta ??' O melhor que se tem a fazer é esperara pela resolução do Banco de Portugal!'

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A mim custa-me é perceber porque raio alguém tem/subscreve 1 cartão de crédito hoje em dia...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Há sites de compras que só aceitam Cartões de crédito, companhias de aluguer de carros (como a Avis), etc

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não aceitam 1 cartão virtual da MBNET? duvido..mas como nunca me aconteceu, não vou comentar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A mim custa-me é perceber porque raio alguém tem/subscreve 1 cartão de crédito hoje em dia...

O que não falta são serviços onde é exigida a apresentação do cartão físico com que se efetuou a compra. Para quem viaja com frequência, em especial para fora de Portugal, um cartão de crédito é quase obrigatório.

Lembre-se que quem contrai as dívidas não é o cartão, é quem não o sabe utilizar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viajar para fora da Europa sem Cartão de crédito pode ser um desafio.

Eu tenho o Barclay Card. Uso pouco e nunca pago juros. Pago 100% das compras no mês seguinte. Também me tentaram vender um seguro, mas recusei...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Então se não sabem utilizá-lo, não deveria ser permitida a sua utilização. Devíamos aproveitar os questionários (a quando da abertura de conta) que nos definem como utilizadores com conhecimento profissional ou sem esse conhecimento para proibir a comercialização dos cartões de créditos a utilizadores que não tivessem conhecimentos para isso. Simples e eficaz.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Essa não percebi.

Eu uso cartões de crédito à mais de 20 anos e nunca tive qualquer problema. Não pago juros de nenhum nem sequer pago anuidades.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenho uma queixa-crime contra o Director-Geral do Barclays em Portugal, o Presidente do Conselho de Administração e, simultâneamente, Director-Geral da empresa de cobranças TELEPERFORMANCE PORTUGAL, S.A., e doze operadores por, respectivamente, violação do segredo bancário (o Barclays), violação da paz e do sossego, burla e coacção (contra os administradores e funcionários da TELEPERFORMANCE.

Sou advogado e oriento quem quiser fazer o mesmo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
A domingo, 21 de Junho de 2015 at 11:26, Visitante Jorge Gonçalves disse:

Tenho uma queixa-crime contra o Director-Geral do Barclays em Portugal, o Presidente do Conselho de Administração e, simultâneamente, Director-Geral da empresa de cobranças TELEPERFORMANCE PORTUGAL, S.A., e doze operadores por, respectivamente, violação do segredo bancário (o Barclays), violação da paz e do sossego, burla e coacção (contra os administradores e funcionários da TELEPERFORMANCE.

Sou advogado e oriento quem quiser fazer o mesmo.

Minha mãe também foi obrigada a apresentar queixa-crime contra o Barclays... quiseram que ela efectuasse pagamento por via distinta da que estava contratualizada mas ela recusou e a partir daí foi difamada junto do Banco de Portugal, passando o seu nome a constar na lista negra daquele último. Resultado, querendo crédito ou ser fiadora ou o que quer que seja, não pode. E o Banco de Portugal, perante as denúnicas e provas apresentadas, nada faz!!! Uma vergonha.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead