cvsantos

Barclays - renegociação de crédito

15 publicações neste tópico

Boa tarde

Uma colega de trabalho está cum uma dívida ao Barclays,pois,contraiu um emprestimo quando estava com o antigo companheiro e, desde a separação, que ela sozinha ficou com esse montante.

Uma vez que o valor é muito alto e ela vive sozinha com os filhos e conta apenas com o ordenado de pouco mais de 600€ que ganha, falhou algumas prestações.

No mes de Abril e Maio mandou cartas registadas a expor a situação e a pedir que baixassem o valor da mensalidade pois não quer ficar em divida.

Desde aí, tem sido contactada por funcionários do Barclays que a ameaçam de que vai ter problemas se não pagar, que vão ser problemas enormes e que é melhor arranjar o dinheiro.

Como agir nesta situação? Enviar as cartas de exposição foi má ideia,pois, pede a renegociação das mensalidades? E este tipo de atitude do banco?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde...penso que a melhor solução será a sua colega ir directamente à instituição bancária expor a situação pessoalmente. Se a divida foi contraida por duas pessoas, penso que também devem conversar entre si para chegarem a um acordo antes de deixar juntar mais algum mês de dívida em atraso, pois caso deixem a situação arrastar-se aí sim é que não será resolvida a situação.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pedir a renegociação nunca é má ideia. A atitude do banco é que é deplorável, se realmente entraram pelo campo das ameaças... mas se calhar isso também depende da forma como se conta a história - ao fim e ao cabo o banco tem razão - ela é que deixou de pagar...

O empréstimo está em nome dos dois ou apenas dela? No primeiro caso, ele também tem responsabilidades perante a dívida - no limite tanto podem ser penhorados os bens dela como os dele. Ela pode querer conversar com ele, no sentido de saber de que forma resolverem isto entre os dois.

Se o empréstimo está em nome dela apenas, então sobram-lhe duas hipóteses: ou renegoceia a dívida (aumentando o prazo, por exemplo - claro que o banco quase de certeza irá contrapor com um aumento de spread, para aceitar), ou arranja dinheiro de outra forma. Se não conseguir renegociar nem arranjar dinheiro, então sugiro que comece desde já a por a casa à venda - conseguirá melhor dinheiro que se for penhorada pelo banco, e com esse dinheiro paga a dívida e vai morar para uma casa arrendada...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigada pela resposta  e esclarecimento pauloaguia...só à pouco estive com a dita amiga ex colega e lá teve de recomeçar a pagar até não conseguir de novo porque o banco não renegocia valores e ainda ameaçou com pedido de penhora. O empréstimo está só no nome dela. Infelizmente estas situações são mt comuns... as pessoas querem baixar as prestações para não faltarem ao compromisso e os bancos recusam. É uma vergonha

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Obrigada pela resposta  e esclarecimento pauloaguia...só à pouco estive com a dita amiga ex colega e lá teve de recomeçar a pagar até não conseguir de novo porque o banco não renegocia valores e ainda ameaçou com pedido de penhora. O empréstimo está só no nome dela. Infelizmente estas situações são mt comuns... as pessoas querem baixar as prestações para não faltarem ao compromisso e os bancos recusam. É uma vergonha

Muitas vezes também não há por onde descer. Por exemplo, no caso dos cartões de crédito, quando as pessoas começam a pagar o mínimo, amortizam muito pouco. Se a prestação descesse mais, se calhar não chegava nem para pagar os juros e a dívida começava era a aumentar o que ainda seria pior para todos... noutros casos o empréstimo já foi contraído por 40 ou 50 anos com taxas de juro baixas - não há mais por onde esticar a corda.

Obviamente cada caso é um caso, e só com números à frente dá para perceber qual é afinal a margem de manobra que cada uma das partes tem para negociar.  Mas se a tua colega conseguiu voltar a pagar (suponho eu que inclusive as prestações atrasadas), parece que apenas precisava de reajustar a forma como gastava o dinheiro... desse ponto de vista a pressão do banco surtiu efeito. Mas se as ameaças eram graves, deviam ser denunciadas à mesma... mas se eram apenas avisos das possíveis consequências, o banco até estava a cumprir o seu dever de informar o cliente...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os bancos ou/e financeiras têm por norma o velho hábito de nunca querer renegociar um contrato de crédito. Preferem que o devedor  fique com o montante em incumprimento cada vez maior até chegar ao ponto de já nem com uma renegociação tenha condições para pagar a dívida, até porque depois começam a exigir o montante total do crédito + juros e a complicarem cada vez mais... até chegar ao cúmulo de muitos terem que pedir a insolvência pessoal e ai já estes credores nem aparecem na assembleia de credores e ficam a arder com o dinheiro porque o insolvente não tem como pagar ... mas mesmo assim continuam a bater na mesma tecla durante anos e anos com este método de lidar com os clientes que por sinal só são clientes enquanto pagam, depois são alvo a abater que podem ser insultados e pressionado diariamente sem que exista uma entidade reguladora séria que verifique como estas empresas cobram o dinheiro.

  Mais valia cederem e renegociarem os créditos a quem precisa. É só utilizar os recursos humanos que têm e analisar a veracidade dos factos de quem está a pedir uma renegociação ( desemprego, baixa de rendimentos, doença etc.. ) , não é assim tão difícil na minha opinião.... mas enfim ... eles é que sabem... certamente têm lá directores/presidentes a ganharem bons ordenados e que acham que é melhor assim.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenho cartão Barclays e deixei de pagar uns dois meses e aconteceu ligarem-me com uma "promoção" em que faziam um desconto de 40% no valor da dívida se eu liquidasse o remanescente. Podem sempre deixar de pagar uns meses, porque só segue para contencioso ao fim de mais de um ano, e ver se eles vos fazem uma proposta do género.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu tenho uma dívida no Barclayscard e já tentei negociar mas não aceitam até são um pouco mal educados...Será que irão fazer uma proposta mais tarde para se resolver...Tenho pago mas somente metade da mensalidade...Deve cerca de 4200

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Será que irão fazer uma proposta mais tarde para se resolver...
Eu não me fiava nisso e tentava resolver o problema o mais depressa possível.

Se estás a pagar acima da prestação mínima não estás a fazer nada de mal, excepto pelo facto de estares a acumular juros e a arrastar o pagamento da dívida (já deves ter reparado que ela pouco desce), logo não há porque te contactarem.

O importante é que pares de usar o cartão para não acumular ainda mais dívida.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu moro fora da comunidade europeia e meu pai lara pagamento de divida que tinha comigo ia pagando as mensalidades do cartao barclaycard. No entanto e por birra comigo deixou de as pagar. Claro que a responsabilidade é minha mas de momento nao tenho como pagar a divida. Tentei procurar email para lhes escrever e nao encontro e nao consigo falar agravez dos numeros dai. Tenciono claro resolver a situacao da divida quando for a Portugal mas como certamente nao vou co seguir pagar a totalidade de uma so vez gostava de saber  se poderei ter problemas ao entrar em Portugal pu ao sair de regresso para o pais onde moro atualmente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu moro fora da comunidade europeia e meu pai lara pagamento de divida que tinha comigo ia pagando as mensalidades do cartao barclaycard. No entanto e por birra comigo deixou de as pagar. Claro que a responsabilidade é minha mas de momento nao tenho como pagar a divida. Tentei procurar email para lhes escrever e nao encontro e nao consigo falar agravez dos numeros dai. Tenciono claro resolver a situacao da divida quando for a Portugal mas como certamente nao vou co seguir pagar a totalidade de uma so vez gostava de saber  se poderei ter problemas ao entrar em Portugal pu ao sair de regresso para o pais onde moro atualmente.

Supondo que isso seja uma coisa recente, não vais ter problemas nenhuns.

Mesmo que não seja recente, não conheço nenhum caso de um mandato de captura por causa de uma dívida de cartão de crédito... e sem isso, não há como te pararem na fronteira.

Agora, mesmo que não possas pagar tudo, vai pagando alguma coisa que é para os juros não serem tantos...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tenho uma divida com o Barclays de dois meses, ou seja duas prestações em atraso, e queria ficar inserido no Persi. Aliás, já lhes mandei os documentos e estou à espera de uma resposta, pela vossa experiência acham que o processo vai ter sucesso,ou seja irei pagar menos do que pagava ? o que tenho de fazer para fazer valer os meus direitos ? eles telefonam-me todos os dias para ver quando lhes pago mas eu falo sempre em que estou à espera da resposta deles. Um dia até me enervei com eles e disse-lhes, levem-me para tribunal que o juiz vê os meus rendimentos e créditos e até põe um valor menor do que eu estou disposto a dar por mês, mas é claro que não quero isso, queria apenas que eles me aliviassem um pouco o valor a pagar por mês. será possivel ?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tenho uma divida com o Barclays de dois meses, ou seja duas prestações em atraso, e queria ficar inserido no Persi. Aliás, já lhes mandei os documentos e estou à espera de uma resposta, pela vossa experiência acham que o processo vai ter sucesso,ou seja irei pagar menos do que pagava ? o que tenho de fazer para fazer valer os meus direitos ? eles telefonam-me todos os dias para ver quando lhes pago mas eu falo sempre em que estou à espera da resposta deles. Um dia até me enervei com eles e disse-lhes, levem-me para tribunal que o juiz vê os meus rendimentos e créditos e até põe um valor menor do que eu estou disposto a dar por mês, mas é claro que não quero isso, queria apenas que eles me aliviassem um pouco o valor a pagar por mês. será possivel ?

Se já tens pagamentos em atraso há 2 meses e se até já o pediste, supostamente já estás integrado no PERSI: http://clientebancario.bportugal.pt/pt-PT/Credito/ApoioSobreEndividamento/GestaoIncumprimento/Paginas/PERSI.aspx

Eles têm prazos para cumprir, desde a notificação de que foste integrado no PERSI até para te apresentarem propostas para o teu caso. Se esses prazos passarem podes sempre apresenta ruma reclamação, seja no livro de reclamações ao balcão, seja através do portal do cliente bancário (o efeito é mais ou menos o mesmo).

No entretanto, eu iria pagando o que conseguisse - sempre vais cortando um pouco aos juros...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

a primeira proposta foi "pagas uma em atraso que nós respondemos-te", eu assim fiz e agora espero resposta deles. ainda faltam duas prestações, como disse, no final quero ver se pago uma outra, assim fica sempre duas prestações em atraso e não três. O que eles me dizem é que três prestações em atraso reportam ao Banco de Portugal,será verdade ?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

em continuação do assunto anterior, já falei com eles e eles apresentaram-me 3 propostas, eu disse que em principio queria uma, mas eles já me enviaram uma carta a dizer que a proposta em que em principio eu aceitava foi aceite e que já me vão descontar o dinheiro neste fim do mês. a minha pergunta é: será que lhes posso telefonar a dizer para baixar mais um bocadinho ? li que no Persi depois da proposta que eles fizeram eu tinha 15 dias para responder..é verdade ?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead