ruinavy

irs 2011 - novidades

4 publicações neste tópico

Bom dia, tendo a algum tempo algumas duvidas descobri este forum ao qual responde a tudo ou a quase tudo! parabens pelo forum. No entanto algumas duvidas andam pela minha cabeça e por esclarecer.

Possuo casa arrendada desde 2010 sendo que so a dias efectuei a respectiva entrega irs ref.2010 apanhando um grande susto quando chegou a parte da simulação! Mesmo com PPR, seguros, educação, receitas medicas não houve mais escapadela.

Para 2011 quais são as mudanças? Alguem sabe? Partilhem para nos irmos precavendo. A unica novidade que sei, através do meu balcão, que o PPR perde quase a "maravilhosa" dedução de 20% até 2.000eur e que passará a entrar no mesmo bolo de deduções. Posto isto fico a espera de mais "supresas negativas"

Obrigado.

Rui Tavares

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

este ano ninguem vai para os PPRS :P

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Possuo casa arrendada desde 2010 sendo que so a dias efectuei a respectiva entrega irs ref.2010 apanhando um grande susto quando chegou a parte da simulação! Mesmo com PPR, seguros, educação, receitas medicas não houve mais escapadela.

Para 2011 quais são as mudanças? Alguem sabe? Partilhem para nos irmos precavendo. A unica novidade que sei, através do meu balcão, que o PPR perde quase a "maravilhosa" dedução de 20% até 2.000eur e que passará a entrar no mesmo bolo de deduções. Posto isto fico a espera de mais "supresas negativas"

Pode dar uma vista de olhos a est tópico: Formas de poupar no IRS em 2010: http://www.forumfinancas.com/index.php?topic=3018.0

Relativamente aos PPR's no próximo ano, mediante o escalão de rendimento do contribuinte assim terá direito a uma determinada dedução. Sintéticamente, para escalões menores, deduções máximas. O problema é que quem está no escalão mais baixo raramente investe neste tipo de produto afim de obter a dedução máxima. Dai se dizer que os benefícios fiscais com os PPR's vão acabar, pois os escalões mais altos recebem, eventualmente, 50€ no máximo.

Aquilo que os bancos deverão fazer é aumentar a taxa deste tipo de produtos, ao nivel dos melhores depósitos a prazo (3,5 a 4,5 ou 5%), e se não o declarar no IRS funcionarão como uma boa fonte de poupança/receita desde que cumpra com os requisitos do contrato estabelecido com a entidade bancária.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Para 2011 quais são as mudanças?

As alterações estão praticamente todas no OE/2011...

Para quem quiser já fazer contas, o IRX (www.irx.com.pt) já faz o cálculo para o exercício 2011 (que é só para entregar em 2012), e está de acordo com as novas regras que foram publicadas no OE/2011.

Exemplos:

irx_exercicios.png

14%20-%20Relat%C3%B3rio%20detalhado%20-%20Compara%C3%A7%C3%A3o%20em%20v%C3%A1rios%20exerc%C3%ADcios.PNG

Fiz já algumas simulações, com base nos dados de 2010, e existem situações (raras) que os contribuintes vão receber um pouco (alguns euros) mais de reembolso, mas a maior parte dos casos resulta numa subida de imposto havendo até situações que vão pagar muito (alguns milhares) mais do que neste ano.

A nível geral, e pelo que vi até agora, a coisa vai piorar...

Naturalmente, poderão ainda sair mais alterações ao IRS do exercício 2011, mas já poderá dar uma ideia do que temos de contar para o ano.

// FCLage

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor