Visitante PATATON

Podemos ficar descansados agora?

7 publicações neste tópico

Já podemos ficar descansados que os bancos não vão a falência? Ou devermos ter ainda preocupações?

Se o fund ode garantia de depósitos não chegar para pagar um banco que vá à falência, como funciona nos reembolsos? É por rateio, ou seja, é dividido o valor que existe na garantia pelo total de depositantes até 100 mil euros?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não tenho conta no Millennium mas este artigo deixa-me um pouco preocupado:

http://joaorendeiro.wordpress.com/2011/04/27/a-nacionalizacao-do-milleniumbcp/

Se há gajo que percebe de bancarrota, é este. :-\

Eu tenho e fiquei preocupado, mas alguem me pode traduzir as partes mais importantes?

Reparei que o autor foi um dos fundadores do BPP portanto não me parece que deva ligar muito visto o que aconteceu com o BPP

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E como funciona o Fundo de Garantia de Depósitos se não chegar para pagar a todos? É rateado pelas contas de forma proprocional?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se um dos grandes bancos for à vida e não for nacionalizado duvido que os outros todos se aguentem e ai não há fundo de garantia que nos valha.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Artigos escritos por João Rendeiro...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
E como funciona o Fundo de Garantia de Depósitos se não chegar para pagar a todos? É rateado pelas contas de forma proprocional?

Esse cenário não está previsto na legislação, portanto, a verificar-se, provavelmente será decidido na altura.

Assim de repente, julgo que nada impede que o Estado avance com o que faltar, ou os bancos façam um adiantamento ao Fundo, ou que o fundo fique como mais um credor do Banco a que teve de se substituir.

Certamente dependerá do montante em falta, a decisão só será tomada quando perante um caso concreto, imagino eu.

Por outro lado não faço ideia quanto dinheiro gere neste momento o FGD nem quanto seria preciso se, por exemplo, um dos grandes bancos fosse à falência. Se calhar o cenário nem se coloca (duvido que esteja assim tão "recheado"... mas a sério que não sei).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead