Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Visitante desaiacurta

segurança social

4 publicações neste tópico

Olá a Todos, antes que todos fiquem horrorizados, e para não me alongar, isto não foi um calote por vontade, mas por força das circunstancias, mas preciso de ajuda e de algum apoio de como resolver :(

Quando me inscrevi nas finanças, estupidamente fui á segurança social para me inscrever, na altura disseram que não era preciso pois iria facturar abaixo do salario minimo, no ano seguinte a mesma coisa, entretanto deixei andar...  sempre a facturar pouco abaixo do salario minimo, e nunca me inscrevi, com o tempo não me apercebi e já tinha facturado pouco mais que o salario minimo, e quando fiz as contas á vida, vi que nem dinheiro tinha para pagar alguma divida que pode-se la ter. Ou seja andei estes anos todos a ganhar uma miseria a fazer retensão na fonte e trago outra miseria para casa que apenas serve para pagar as contas de casa e se não fosse o meu marido eu passava fome, ou estava com o rendimento social minimo, que é o que esta na moda.

Conclusão devo 10 anos á segurança social, e quero defenitivamente acabar com isto, pago como posso paciência não vou morrer e deixar ca dividas, ou ainda o socrates vai dizer que fui eu que levei isto á falencia, contudo nunca fui ao medico, nunca estive internada, dentista sim mas a pagar do bolso claro, acho que não roubei nada a ninguem, ao fisco sempre paguem tudo em dia.

Desculpem o desabafo, entao é assim

10 anos de atraso, alguma coisa prescreve? sim sei que são 5 anos, mas isso não pode ser quebrado?

Nunca fui notificada ou identificada pela segurança social, mas com estes cruzamentos devo estar a sair na rifa, ate porque uma amiga em situação identica recebeu na semana passada uma carta da segurança social a dizer que com o cruzamento de dados tinha sido visto que é trabalhadora independente, e mandam um formulario em anexo para preencher com dados normais e a pedir o numero da segurança social (coisa que ela não tem)

A nivel de pagamento, ja vi a 30 dias e a 120 prestações no maximo, aplica-se as 120? ou só a casos especificos?

Que faço agora? Vou lá de peito aberto, ou faço como alguns em tentativa desesperada, deita colecta abaixo, e vai la inscrever-se para ver se passa?

Desculpem o alongamento, mas estou mesmo cansada de andar nesta vida, basicamente quem esta nesta situação sabe que de 1000 que ganhe, 500 vao á vida (ss e fisco) e o resto da para que? Agua, luz, gas, comidinha e não se bebe cafe pelo meio que não há dinheiro para isso, enfim é um exemplo mas ganho ainda menos que isso :(

Obrigada e Desculpem

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

...contudo nunca fui ao medico, nunca estive internada, dentista sim mas a pagar do bolso claro, acho que não roubei nada a ninguem, ao fisco sempre paguem tudo em dia.

E no entanto, se tivesses um acidente e ficasses incapacitada (salvo seja) e a SS te passasse a pagar uma pensão de sobrevivência não dirias que não, apesar de nunca teres feito descontos, não é?  :-X

Também não te podes vir a queixar, no futuro, de receber uma reforma baixa, porque 10 anos de descontos, mesmo que em baixos montantes, sempre contam mais qualquer coisa para a reforma...

A maior parte dos trabalhadores dá mais à SS do que o que recebe dela, mas é por isso mesmo que a palavra "Social" está lá ;)

Se deves 10 anos, os primeiros 5 estão prescritos. Quanto aos outros, é tentar fazer um acordo - salvo erro são feitos caso a caso, se vais pagar em 120 prestações ou só em meia dúzia, só depois de falares com eles podes saber...

Por outro lado, também não perdes nada em tentar fechar a atividade, abrir a seguir outra vez e ir à SS com a abertura de atividade a ver se cola... Acho que isso hoje em dia até já é automático...

O pior que pode acontecer é já te terem sinalizado e teres que pagar à mesma o que já terias que pagar de qq forma...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

não tiro valor algum aquilo que me diz, mas ninguem me tira a indignação de ganhar pouco mais que 500 euros (atenção que não estou a falar de 500 de ordenado minimo, estamos a falar recibos verdes, pois quem me dera estar com o ordenado minimo), de deixar 21,5% para as finanças e junte-lhe mais a SS agora. Quando andam funcionarios publicos a ganhar bem, bem mais que eu e muitos e descontar 11% para a ss, e para o irs nem sei. É uma questão de justiça. Os valores deviam ser adaptados ás realidades existentes. E Não podemos apontar o dedo a ninguem, porque nunca se sabe se ao lado de nos temos um amigo ou familiar a pagar fome para poder pagar os seus impostos, enquanto que existem empresas onde as dividas são perdoadas por uma causa maior... Causa maior? Tipo algumas que conheço, perdoam dividas, continuam em actividade e depois dão um xuto no rabo ao estado e voltam a fazer tudo de novo.

A minha situação é semelhante á de muitos, vou roubar para pagar????

Fundo de desemprego??? Licença de Maternidade???? subsidio de ferias???? quem tem? Recibos verdes a ganhar o que se ganha, porque não ha uma lei que acabe com isto???

Desculpem  mas a revolta é grande, e deve ser semelhante á de muitos, não paguei porque não me apeteceu, não paguei porque implicava passar fome, basicamente era isso, tenho carro velho com mais de 15 anos, mas não anda a agua, luz, agua para pagar, etc...

Pensão de invalidez?! caso concreto que conheço a facturar bem mais que eu, e a fazer descontos se estivesse á espera da pensao de invalidez para comer estava tramado comia passado um ano e gracias, se não fosse a ajuda de familia e amigos era o que acontecia.

É justo pagar, temos de pagar, mas andar a pagar e passar fome... tive de optar, quando vi que já tinha ultrapassado os valores, fiz contas e ia pagar já um ano, a ganhar 500 p'or mes, ora ora... não dava...

DEvia era ter feito o mesmo que vi alguns a fazer, pediram para fazer contrato, e nem la trabalham  sequer, fazendo por conta propria os descontos, pessoas que financeiramente estão bem, mas acho que pensam que ainda podem ficar mais ricas fazendo essa trafulhice para ir buscar sub de desemprego, basicamente pagam as contribuições o patrao diz que sim senhor esta la a trabalhar e depois "vem embora no final do suposto contrato" e vai buscar o sub de desemprego.

Não fiz trafulhice alguma, não roubei nada a ninguem, apenas não posso pagar com aquilo que não tenho.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

boas...tenho um problema que queria que me esplicasse eu contrai uma divida de cerca de 800 euros na segurança social ....e agora tenha a recerber cerca de 1500 euros de subsidio de desemprego queria saber se me vao descontar o total da divida ou faseado??...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0