canhoto

Covilhã: Jovem cria site contra abusos bancários

7 publicações neste tópico

Um jovem de 31 anos, da Covilhã, criou um sítio na Internet sobre «defesa do consumidor perante abusos bancários» que agora pretende dar origem a uma associação, disse hoje à Agência Lusa, Hugo Prata, autor da ideia.

O site 'Acabem - Defesa contra os abusos dos bancos' (www.acabem.com) nasceu depois de um contratempo. «Tudo começou porque fui vítima de um pequeno abuso num banco, por falta de conhecimento, é certo, e achei que muitas pessoas estariam em condições semelhantes», conta Hugo Prata.

Após uma busca na Internet, concluiu que faltava informação que protegesse os clientes dos bancos e por isso decidiu . recolheu dados, pediu colaborações e o site entrou em funcionamento «há cerca de dois meses».

«O nome pretende significar a ideia de acabar com abusos bancários», salientou.

O site apresenta informação sobre termos bancários, como indexação, PPH, TAEG, tem páginas sobre determinados temas, seja uso de cheques ou microcrédito, entre outros e inclui até modelos de cartas a enviar para os bancos em situações específicas (cobrança indevida de tarifas bancárias, renegociação de spread, entre outras).

www.acabem.com

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É de louvar a iniciativa da "Associação gratuita de apoio e defesa dos consumidores", mas os anúncios adsense do google até mostram anúncios de créditos pessoais...

Compreendo que os anúncios sejam para 'pagar servidores' mas nestas coisas é sempre de dúvidar...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas tem para lá alguma informação interessante, como as minutas de cartas (embora não as tenha consultado em detalhe).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É de louvar a iniciativa da "Associação gratuita de apoio e defesa dos consumidores", mas os anúncios adsense do google até mostram anúncios de créditos pessoais...

Compreendo que os anúncios sejam para 'pagar servidores' mas nestas coisas é sempre de dúvidar...

De facto isso acontece, e em muitos casos acontece sites terem a concorrência espelhada nesses anúncios mas quem quer rentabilizar tem de ser assim, além disso eu aprovo a publicidade as coisas dão trabalho a criar e as pessoas têm de ter algum incentivo para prosseguir com projectos deste tipo, assim como o Predo e o Blog tem publicidade.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

De facto isso acontece, e em muitos casos acontece sites terem a concorrência espelhada nesses anúncios mas quem quer rentabilizar tem de ser assim, além disso eu aprovo a publicidade as coisas dão trabalho a criar e as pessoas têm de ter algum incentivo para prosseguir com projectos deste tipo, assim como o Predo e o Blog tem publicidade.

O Google permite "filtrar" certos anunciantes de aparecerem no nosso site justamente para evitar essas situações de concorrência...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O Google permite "filtrar" certos anunciantes de aparecerem no nosso site justamente para evitar essas situações de concorrência...

É verdade.. é preciso é configurar isso bem.

De qualquer forma tb existem 'filtros' do lado do cliente...  ;D

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É verdade, o Google permite bloquear alguns anunciantes, mas não é tarefa fácil. Já coloquei na lista uma data de sites "manhosos" que apareciam nos anúncios (essencialmente esquemas para enganar o próximo), mas é praticamente impossível limitar por completo.

Tenho de apelar ao bom-senso dos leitores.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead