rexa

Penhora de IRS

38 publicações neste tópico

Olá.

O meu marido tem o ordenado penhorado.

somos casados em separação de bens.

Será que o nosso reembolso pode ser também penhorado?

Agradeço desde já as vossas respostas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pode, desde que as dívidas sejam fiscais.

Cps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigada, pela resposta.

As divídas não são Fiscais. São de um crédito que ele deixou de pagar.

Pelo que eu entendi, só podem penhorar se a dívida for fiscal. certo?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

tenho o salario penhorado e agora penhoraram tambem todo o meu irs é possivel nao sendo uma divida fiscal

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

ola boa tarde

tenho o ordenado penhorado ,podem tambem penhorar o irs

obrigado

jorge pereira

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

olá boa tarde.

penhoraram-me o irs sem aviso prévio.telefonei para as finanças e disseram-me que foi o tribunal de sintra que o penhorou.queria saber,se podem fazer tal coisa.

obrigada.fico á espera duma resposta.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

penhoraram-me o irs sem aviso prévio.telefonei para as finanças e disseram-me que foi o tribunal de sintra que o penhorou.queria saber,se podem fazer tal coisa.

Os tribunais não têm por hábito mandar fazer coisas que não se podem fazer ;)

Em princípio qualquer rendimento é passível de ser penhorado para o pagamento da dívida desde que se garanta que a pessoa recebe pelo menos o salário mínimo...

A única coisa que é preciso é saber o que mandar penhorar - o reembolso do IRS é daquelas coisas que se pode facilmente arriscar a pedir pois muita gente o recebe. E nos casos em que não houvesse qualquer reembolso, simplesmente tinha-se perdido tempo a tentar penhorar uma coisa que não existe, mas os credores normalmente preferem arriscar a possibilidade de ver mais algum do dinheiro de volta...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde estou a acabar de pagar pelo meu ordenado penhorado em 1/3 uma quantia em divida 2x 700 euro 1x 90 euros no total 1490 euros estando em falta só a ultima prestação de 90 euros começou em Maio e acaba em julho, no entanto a mesma entidade penhorou o meu reembolso do irs. Verifiquei esta situação pq nunca mais o recebia e fui ao site das finanças e vi que tinha sido penhorado em 1 de Junho.Não fui informada e só tomei conhecimento pq fui à procura isto é normal ser penhorada por dois lados e pagar mais do que me foi indicado pelo tribunal para os serviços do meu local de trabalho é que assim já estou a pagar mais do que a divida!Ou as finanças depois de tudo pago devolvem-me o que me penhoraram?

Atenciosamente

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E se não forem fiscais? Como ser reembolsado do valor?

Pode, desde que as dívidas sejam fiscais.

Cps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Venho urgentemente pedir um esclarecimento tenho o meu ordenado penhorado e qual não é o meu espanto hoje fui ver ao portal das finanças e a mesma entidade também me penhorou o reembolso do i.r.s (não são dividas fiscais é de um cartão) o que eu gostaria de saber é se é legal o que estão a fazer pois não me avisaram e eu naõ sei o que fazer.

Desde já agradeço as vossas respostas! 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Casei este ano no regime geral de comunhão de bens, o meu marido tem dividas às finanças e segurança social anteriores ao casamento. é possível que penhorem os meus bens ou salário, todos os bens que possuo são anteriores ao casamento e foram adquiridos exclusivamente por  mim. Relativamente ao IRS, uma vez que somos casados teremos que apresentar o IRS juntos, em caso de reembolso será penhorado?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O regime foi o de comunhão de adquiridos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

No regime geral de comunhão de bens respondes pelas dívidas anteriores ao casamento (e depois também, evidentemente).

No regime de comunhão de adquiridos só pelas contraídas depois do casamento.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa noite. Tenho o meu ordenado penhorado. Agora vou receber o irs eles podem penhorar o meu irs? A dívida que tenho é de um crédito não é dívida fiscal. Alguém me sabe responder????

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Infelizmente podem, fizeram-me isso o ano passado sem aviso prévio. Fiquei para morrer quando vi saldo nulo: penhora de terceiros (ou seja não era fiscal). Graças a Deus este ano recebo o reembolso, mas estava aflita.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde

solicitava o seguinte:

Não consigo pagar a segurança social como independente,desde 2009.

O IGFSS colocou uma penhora nas finanças para a retenção do meu IRS desde 2010.

As finanças estão a fazer esta retenção desde o IRS do ano de 2011,mas na Segurança social só consta o de 2011 e nem sei a data que foi feita a transferência,porque nem eles nem as finanças me sabem dizer.Acontece que o IFGSS está a fazer todos os anos penhoras ás finanças ,não deduzindo o valor que eu deveria ter recebido.

Sendo assim estão a cobrar juros e custas de valores que eu já paguei com o meu IRS,mas como não o tem lá a divida vai aumentando.Estamos em 2014 tenho novamente o Irs a receber ( estes pagariam a segurança social do ano anterior sem juros) Agora querem que eu faça um plano de pagamento de uma divida que não é aquela,uma vez que não estão abatidos o valor não recibo por mim do IRS.

Ja recorri as finanças ao igfss e ninguem me sabe dizer como fazer ou reclamar ou a onde me dirigir.Será que aqui obtenho alguma resposta para que  possa resolver este processo?

Os meus agradecimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Não consigo pagar a segurança social como independente,desde 2009.

O IGFSS colocou uma penhora nas finanças para a retenção do meu IRS desde 2010.

As finanças estão a fazer esta retenção desde o IRS do ano de 2011,mas na Segurança social só consta o de 2011 e nem sei a data que foi feita a transferência,porque nem eles nem as finanças me sabem dizer.Acontece que o IFGSS está a fazer todos os anos penhoras ás finanças ,não deduzindo o valor que eu deveria ter recebido.

Sendo assim estão a cobrar juros e custas de valores que eu já paguei com o meu IRS,mas como não o tem lá a divida vai aumentando.Estamos em 2014 tenho novamente o Irs a receber ( estes pagariam a segurança social do ano anterior sem juros) Agora querem que eu faça um plano de pagamento de uma divida que não é aquela,uma vez que não estão abatidos o valor não recibo por mim do IRS.

Ja recorri as finanças ao igfss e ninguem me sabe dizer como fazer ou reclamar ou a onde me dirigir.Será que aqui obtenho alguma resposta para que  possa resolver este processo?

À falta de melhor, é ir à Segurança Social e pedir o livro de reclamações.

Tens a certeza que o que tu achas que são valores não abatidos não são antes juros e coimas e afins?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não, na medida em que tenho em meu poder o valor do meu IRS ,Demonstração da liquidação das finanças e um extracto da segurança social com o valor em divida mais juros e custas.

No demonstração da liquidação,consta o valor a transferir na data de 31/7/2013 para a entidade da penhora ( IGFSS),mas este valor não consta na  na Segurança Social.Já lá fui e eles dizem que só aparece o valor de 2012( IRS 2011) Ano da penhora.

O problema é que a Segurança Social Enviou a entidade que presto serviços para Uma penhora de creditos estou a correr o risco de não me pagarem os recibos verdes.( Isto é uma clinica para crianças e depende 80% da segurança social,a nivel do recebimento das consultas e do pagamento dos pais)Por esse motivo é que eu não consigo pagar a segurança social,porque também a mim me pagam parcelarmente durante o mês.Ou seja uma bola de neve.Eu dependo financeiramente a 100% desta entidade,se me retiram tudo como fico?

Resumindo: As penhoras vão para as finanças sempre com os valores totais sem as retenções do meu  IRS anual,porque não entra no IGFSS e ninguém me sabe dizer nada ,mandam-me um para outro sem respostas.

Peço ajuda neste sentido.Como posso tratar o mais rápido possível deste assunto.

E eles não podia fazer penhora de vencimento em vez penhora de creditos?

As leis andam sempre a alterar e ninguém sabe nada,nestas instituições.

O meu muito obrigado

Tenho 61 anos e vejo-me perdida completamente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não, na medida em que tenho em meu poder o valor do meu IRS ,Demonstração da liquidação das finanças e um extracto da segurança social com o valor em divida mais juros e custas.

No demonstração da liquidação,consta o valor a transferir na data de 31/7/2013 para a entidade da penhora ( IGFSS),mas este valor não consta na  na Segurança Social.Já lá fui e eles dizem que só aparece o valor de 2012( IRS 2011) Ano da penhora.

O problema é que a Segurança Social Enviou a entidade que presto serviços para Uma penhora de creditos estou a correr o risco de não me pagarem os recibos verdes.( Isto é uma clinica para crianças e depende 80% da segurança social,a nivel do recebimento das consultas e do pagamento dos pais)Por esse motivo é que eu não consigo pagar a segurança social,porque também a mim me pagam parcelarmente durante o mês.Ou seja uma bola de neve.Eu dependo financeiramente a 100% desta entidade,se me retiram tudo como fico?

Resumindo: As penhoras vão para as finanças sempre com os valores totais sem as retenções do meu  IRS anual,porque não entra no IGFSS e ninguém me sabe dizer nada ,mandam-me um para outro sem respostas.

Peço ajuda neste sentido.Como posso tratar o mais rápido possível deste assunto.

E eles não podia fazer penhora de vencimento em vez penhora de creditos?

As leis andam sempre a alterar e ninguém sabe nada,nestas instituições.

O meu muito obrigado

Tenho 61 anos e vejo-me perdida completamente.

Se tiveres acesso a uma loja do cidadão vai lá à SS, mostra a demonstração da liquidação e pergunta porque o dinheiro não foi abatido à dívida. Se te voltarem a dizer que não entrou, tenta pô-los a falar com os vizinhos do lado da repartição de finanças (por isso digo para ires à Loja do Cidadão) a ver se chegam a alguma conclusão. Se mesmo assim não chegarem, deixa uma reclamação na SS contra o facto de te terem roubado o dinheiro e que exiges ou a sua devolução com juros ou que o montante seja abatido à dívida. Deixa na reclamação todos os elementos que lhes permitam conferir junto das finanças o movimento em causa.

Eles têm que dar uma resposta à reclamação.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O meu muito obrigado pela prontidão na resposta.

Vou tentar fazer isso.

Já agora também sobre o mesmo assunto, se neste momento data 2014 já existe mais penhoras nas Finanças incluindo esta que dizem não terem lá.Eu não posso pedir a regularização dos juros e demais encargos nos processos de penhora,desde a data que não entrou o IRS ( Retenção ) ?

Eu sei que tenho uma divida,mas também sei que me estão a descontar o IRS e somar juros e demais encargos todos os anos,e não abatem .Eu fico sempre prejudicada.Por esse facto de não abaterem, ao saldo.

Exemplo:

Divida : 7.000€ ja com custas ( 1º processo de penhora) 27-09-2011

Divida : 5000€  data 24-04-2011  ( o mesmo processo ,aqui já descontado o IRS de 2010)

divida : 2,300€ data 19-11-2012 2º penhora( IRS que não recebi em 2012 2,600€)

divida: 3,400 € Data 29-09-2013 3º penhora

divida 3.200 € data 22-03-2014 4ª penhora ( Irs a receber em 2014 3700€ )

Tenho 4 penhoras nas finanças:

5000+2.300+3.400+3200= 13.900€

Assim : desde 2012 que o valor que não recebi está acumulado nas penhoras com ónus de 2 anos.

Penso que seja assim,matematicamente falando, ou estarei a ver mal as coisas?

O mesmo vai acontecer para este ano.

Os meus agradecimentos e peço imensa desculpa de estar a fazer tantas perguntas.

zulmira

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Já agora também sobre o mesmo assunto, se neste momento data 2014 já existe mais penhoras nas Finanças incluindo esta que dizem não terem lá.Eu não posso pedir a regularização dos juros e demais encargos nos processos de penhora,desde a data que não entrou o IRS ( Retenção ) ?
Não sei se percebi bem a pergunta... Mas se a SS descobrir que afinal recebeu o dinheiro pode, e deve, tratar de recalcular os montante sem dívida à data em que o dinheiro supostamente entrou.

Divida : 7.000€ ja com custas ( 1º processo de penhora) 27-09-2011

Divida : 5000€  data 24-04-2011  ( o mesmo processo ,aqui já descontado o IRS de 2010)

divida : 2,300€ data 19-11-2012 2º penhora( IRS que não recebi em 2012 2,600€)

divida: 3,400 € Data 29-09-2013 3º penhora

divida 3.200 € data 22-03-2014 4ª penhora ( Irs a receber em 2014 3700€ )

Tenho 4 penhoras nas finanças:

5000+2.300+3.400+3200= 13.900€

Sem saber quanto dos valores em dívida são juros e quanto são outras prestações em falta, é difícil dizer seja o que for. Mas noto que entre 2013 e 2014 o valor em dívida diminuiu. Foi por ter feito pagamentos adicionais ou seria afinal pela tal penhora do IRS que ninguém sabe onde para?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ola.

Não, tem a ver com as custas e também do valor da prestação da SS que diminui conforme os rendimentos do ano anterior.

O valor de 2013 e 2014 é igual 186.13€ MENSAL

Os valores que lhe escrevi eu arredondei por excesso.

O extrato que tenho aqui:

Valor da divida de quantia exequenda= 10 982,99€

Valor em dívida de juros de Mora = 2.774.35 €

Valor em divida das custas = 401,55

Depois tem as penhoras conforme eu já escrevi por anos

Como não abateram os dois mil e tal euros em 2013 do meu IRS,chega a 2014 com a soma de tudo, estão a penhorar uma divida do meu IRS ( que não recebi ) mais  juros e custas desde essa altura.

Espero ter feito agora bem a explicação,porque realmente isto está tudo baralhado e eu estou na contingência de não me pagarem a prestação de serviços,para ela ser canalizada pela totalidade devido as penhoras de Créditos.A empresa já recebeu a notificação da Penhora de Créditos neste valor total.E eu não tenho verba para pagar a um advogado para me tratar deste assunto,na medida em que este assunto também tem a ver com a minha profissão e segurança social.Se eles não pagam as empresas e aos pais das crianças eu não Recebo.

Obrigado pela sua atenção

Bom domingo

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia

O meu marido tem duas penhoras no ordenado. As duas são de entidades particulares. Uma delas começou a ser cobrada mais ou menos há dois meses. Ora, verificando no portal da Finanças o reembolso a que tinha direito foi-lhe também penhorado para o segundo caso referido. Será que os particulares têm direito a penhorar nas Finanças, tendo sido dada ordem para a penhora ser feita nos vencimentos? Muito grata ficaria se me informassem o que poderei fazer neste caso. Respeitosos cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
O meu marido tem duas penhoras no ordenado. As duas são de entidades particulares. Uma delas começou a ser cobrada mais ou menos há dois meses. Ora, verificando no portal da Finanças o reembolso a que tinha direito foi-lhe também penhorado para o segundo caso referido. Será que os particulares têm direito a penhorar nas Finanças, tendo sido dada ordem para a penhora ser feita nos vencimentos? Muito grata ficaria se me informassem o que poderei fazer neste caso. Respeitosos cumprimentos

ˋA partida nao ha´ nenhum obstaculo ˋa penhora do reembolso do IRS.
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead