diabo11982

Seguro de Protecção ao Crédito

4 publicações neste tópico

Estou a fazer uma pesquisa de mercado junto de diversos bancos para fazer um crédito à habitação e, quase todos, têm-me proposto um produto que é o seguro de protecção ao crédito (que anda à volta de 20 €uros mensais por proponente), e que, em traços gerais, assegura o pagamento da prestação ao banco em situações de desemprego e doença.

Este seguro será que é compensador?

O que ao principio me parecia uma boa opção, agora estou na duvida, principalmente pelo que li na revista da DECO:

http://www.deco.proteste.pt/dinheiro/seguro-de-proteccao-ao-credito-pouco-util-s612141.htm

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde...

Na minha modesta opinião acho que na hora de pagar é sempre dificil até porque fazendo as contas fica muito dispendioso mas pense no reverso da medalha, se ficar desempregado por bastante tempo? ou se por algum motivo tiver de ficar um periodo elevado de baixa? Não é compensador ver a prestação da sua casa salvaguardada? é posteriormente em vez de um problema fica com dois. Tem é de escolher um bom seguro e que tenha o minimo de exclusões possiveis.

Mas em todo o caso faça uma boa análise sobre o que o mercado lhe oferece.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

... em traços gerais, assegura o pagamento da prestação ao banco em situações de desemprego e doença.

Este seguro será que é compensador?

O que ao principio me parecia uma boa opção, agora estou na duvida, principalmente pelo que li na revista da DECO:

http://www.deco.proteste.pt/dinheiro/seguro-de-proteccao-ao-credito-pouco-util-s612141.htm

Mas o seguro de vida, que é obrigatório, não pode cobrir essa situação?

O artigo da DECO é esclarecedor. Caso não consiga crédito, deverá solicitar cópia desse seguro para ler devidamente as cláusulas e verificar se de facto cobre o crédito bancário no período temporal do contrato ou se é apenas por um período temporal limitado, ficando o credor a pagar durante o período total por desconhecimento!...

Apólices pouco claras: o texto é confuso e difícil de compreender, mesmo por quem tem formação na área. Algumas apólices denunciam até má tradução: por exemplo, é usado o termo “temporário” para designar contratos a termo, ou “contrato indefinido” para referir contratos sem termo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O BES oferece esse seguro ao titular do empréstimo com vencimento mais alto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor